Vanessa Mazza
  • Por Vanessa Mazza
  • Leia em 8 min.
  • 13/08/2014
  • Atualizado em 13/08/2014 às 11:59

5 atitudes que nos derrubam

Confira quais comportamentos impedem você de caminhar com confiança

Confira quais comportamentos impedem você de caminhar com confiança

5 atitudes que nos derrubam

Existem momentos em nossas vidas em que queremos tomar iniciativas ou fazer grandes escolhas. Entretanto, alguns comportamentos podem nos atrapalhar, seja nos sabotando ou nos impedindo de prosseguir com confiança e firmeza. Assim, muitos projetos e sonhos ficam engavetados e continuamos caminhando em “ponto morto” ou no automático. Você sabe quais são as atitudes que lhe derrubam? Veja abaixo algumas possíveis:

1 – Pensar demais

Já dizia a brincadeira “penso, logo desisto”. Não há nada demais em refletir profundamente sobre uma situação ou decisão. O problema é quando o excesso de pensamentos e considerações nos demovem de algo que é importante para nós. E pior, usando alegações falsas nascidas de medos ou baixa autoestima e não de fatos comprovados.

2 – Medo de errar

Em parte, o medo de errar é uma das coisas que mais contaminam nossas iniciativas e que provocam o excesso de reflexão visto acima. Porém, não há como termo garantias de que não iremos falhar, posto que não somos perfeitos. Isso me faz pensar que o medo maior não é do erro, mas sim do julgamento que os outros farão a nosso respeito. Por isso, é mais efetivo trabalharmos nossa independência emocional do que ficar exigindo um comportamento exemplar de nós mesmos.

3 – Pessoas tóxicas

Se você é ansioso, negativo ou inseguro, não lhe fará bem ficar próximo a pessoas que têm os mesmos problemas, principalmente em momentos decisivos. Fique perto de pessoas bem-sucedidas, otimistas, alegres, tranquilas, que não só lhe darão um bom exemplo, como também poderão lhe influenciar positivamente.

4 – Não falar o que pensa

Aqui também é uma faceta do medo da reprovação pública. Quem tem receio de falar o que pensa é porque se importa demais com a visão do outro sobre si próprio. Isso torna o julgamento alheio mais forte do que a necessidade de se fazer conhecer, de ser autêntico, nos levando à estagnação. Afinal, se ninguém sabe quem você é e a que veio, como irá conquistar colaboradores para seus projetos?

5 – Incapacidade de perdoar

Perdoar significa lidar adequadamente com frustrações causadas por você ou por outros. É ter maturidade emocional para aceitar o que aconteceu, superando e seguindo em frente, sem querer se vingar ou sem se perder em mágoas e ressentimentos. Até porque, sem essa capacidade você também fica bloqueado, incapaz de prosseguir, já que geralmente quem não perdoa espera ser acolhido ou justiçado, o que nem sempre acontece.

Como viu, grande parte do que nos derruba vem de medos irreais e da necessidade de sermos aceitos sem antes mostrarmos nosso valor, o que é perda de tempo valioso, posto que frequentemente apontamos os outros como responsáveis, quando só podemos culpar a nós mesmos pelo nosso fracasso.

E, então, qual será seu próximo passo?

Olá, essa matéria foi útil para você?
Vanessa Mazza

Vanessa Mazza

Graduada em Comunicação Multimídia pela UMESP, é taróloga há mais de 15 anos. Estuda as abordagens desta prática, com o fim de decifrar a complexidade humana, abrangendo em suas consultas temas como feng shui, i ching, astrologia e numerologia. Saiba mais