Solange Lima
Por Solange LimaLeia em 2 min.25/03/2014 Atualizado em 26/04/2018

Diferenças entre óleos essenciais e essências

Descubra qual dos produtos é terapêutico e oferece benefícios para saúde

Diferenças entre óleos essenciais e essências

A Aromaterapia é uma terapia complementar que utiliza óleos essenciais para equilibrar a saúde física, mental e emocional do ser humano. Esses produtos têm caráter terapêutico e são ricos em princípios naturais. Ao serem inalados, enviam uma mensagem ao sistema límbico – que é a parte do sistema nervoso responsável pelo emocional – ativando o metabolismo, transformando positivamente os sentimentos e regulando as funções orgânicas do corpo.

No entanto, é preciso reforçar que óleo essencial é diferente de essência. Enquanto o primeiro é 100% natural e extraído de plantas, flores, frutos, resinas, cascas ou goma; a essência sintética é, na verdade, uma cópia do óleo essencial produzida em laboratório – o que a torna um produto artificial. E por não possuir os princípios ativos dos óleos, as essências só perfumam o ambiente e não oferecem nenhum outro benefício terapêutico.

Além disso, os óleos essenciais não possuem em sua fórmula óleos minerais ou substâncias como o parabeno e o propileno – que anulam o efeito terapêutico do produto. Também utilizam corantes naturais e de qualidade orgânica, enquanto as essências sintéticas são produzidas com fixadores e corantes artificiais. Por último, vale saber que o óleo essencial raramente causa reações alérgicas, ao tempo em que as essências podem provocar mal estar pelo uso contínuo, como dores de cabeça e ânsia de vômito.

Como identificar um óleo essencial

Sendo assim, antes de usar a Aromaterapia no dia a dia é importante saber diferenciar um óleo essencial de uma essência. E essa tarefa pode ser mais simples do que você imagina. No rótulo da embalagem, abaixo do nome comercial do óleo essencial, sempre vem escrito o nome botânico ou científico do produto. No caso do óleo essencial de Lavanda, por exemplo, o rótulo também deve mostrar seu nome científico: Lavandula officinalis. Portanto, se no rótulo constarem essas duas informações, significa que você estará adquirindo um óleo essencial.

Outro indicador importante é o valor do produto. Óleos essenciais custam, em média, entre R$ 15,00 e R$ 70 – cada 10 ml – com raras exceções, como o óleo essencial de Rosas, que chega a custar R$120 cada 2 ml de produto. As essências, por sua vez, possuem um valor mais baixo – cerca de R$10 cada 10 ml de produto.

Sendo assim, utilize essas dicas na hora de fazer uso da Aromaterapia e garanta que está comprando um produto que fará diferença na sua vida.

Solange Lima

Solange Lima

Terapeuta holística e numeróloga. Utiliza técnicas como Florais, Aromaterapia, Cromoterapia, Shiatsu, Reflexologia e Reiki. Realiza atendimentos em São Paulo.