Carregando pagina

Beleza > Autoestima

Você está sem prazer na vida?

Renove sua autoestima exigindo seu direito ao prazer

 

O maior desafio da mulher que luta hoje pelo seu sustento é se permitir e garantir o próprio prazer. Todas estão correndo contra o relógio. E para vivermos com prazer, precisamos reservar e cobrar muito tempo para nós.

Os consultórios estão repletos de mulheres com problemas de diabetes, tireóide, falta de lubrificação no ato sexual, deprimidas (talvez por falta de serotonina, o que ocasionaria exaquecas e obesidade). Ou seja, todo tipo de complicação no equilíbrio dos processos que envolvem as glândulas e os hormônios no corpo. Ou estão simplesmente exaustas e, então, sentir prazer passa a ser um peso, gerando culpa.

Tendo filhos ou não, jornada tripla ou não, não importa: as mulheres hoje estão "ressecando", pois vivem "adrenalinadas". Cada vez secretam menos substâncias que ativam o sistema nervoso autônomo parassimpático, responsável pela desaceleração dos batimentos cardíacos, diminuição da pressão arterial, diminuição da adrenalina e a diminuição do açúcar no sangue.

Renove-se

O prazer renova as ideias, a vitalidade e a quantidade de energia disponível para o dia-a-dia. Ajuda a ativar o sistema parassimpático e representa o grande protagonista quando o assunto é autoestima. Quanto menos prazer na vida, maior a percepção que muitas relatam como "viver sem sentido", sem beleza, sem encantamento pela vida e por si próprias. A valorização e a coragem de viver passam pelo prazer."A valorização e a coragem de viver passam pelo prazer."

Não apenas o prazer sexual, mas o prazer de experimentar diversos tipos de sensações: "um viver sensorial". Quanto mais corre e exacerba a racionalidade como filtro da sensação, menos tempo e mergulho nos momentos puramente sensoriais.

Agora você poderia se perguntar: "Mas como faço isso sem gastar além do possível?" ou "Como deixo de lado minhas prioridades para ter tempo para mim?" Gastar muito pode ser um mito quando o assunto é prazer. O mais importante é escolher o primeiro passo desta longa caminhada de mudança de hábitos e de estilo de vida. Pode ser caminhar descalça na areia ou numa grama macia, fazer cócegas numa criança e gargalhar junto, pedir uma massagem ao parceiro ou a uma amiga, experimentar um novo tempero afrodisíaco, deitar-se para ouvir uma música romântica, acordar tarde e tomar um belo café da manhã numa mesa bem arrumada, que não custam muito. Um tratamento médico pode sair bem mais caro!

E sobre o tempo necessário para sentir mais prazer na vida, é uma questão de abrir mão do mito de que a mulher tem que dar conta de tudo, de que tem que ser heroína diariamente. Mulheres que resolvem os problemas dos outros e têm resposta para tudo não recebem mais amor como pagamento. Aprenda a abrir mão do poder que ser a "Pessoa Resposta" confere. Esse pode ser o maior desafio - e apenas gradativamente alcançado. Sua saúde e seu amor agradecerão por essa nova forma de viver. O prazer é contagioso, e quem sente uma vez sempre quer mais.

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Carla Panisset

É Coach e Instrutora de Treinamentos pela Scala Coach. Já orientou mais de 400 pessoas para aperfeiçoamento de liderança pessoal, apresentações profissionais, comunicação e relacionamento na empresa. Saiba mais »

contato: carla@scalacoach.com.br
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS