Carregando pagina

Você > Desenvolvimento Pessoal

Depoimento: descobri que tartarugas podem voar - e eu também!

2 técnicas simples me ensinaram como posso ser eu mesma, de forma plena e feliz

 
Imagem: acervo pessoal

Vocês conhecem ou já ouviram falar de um conto famoso do Rubem Alves, chamado "A libélula e a tartaruga"? Nesta história, a libélula e a tartaruga conversam sobre as vantagens e desvantagens de ser leve ou pesada. O conto é facilmente encontrado na internet e o desfecho talvez seja até bem previsível. Enfim, é melhor viver a vida com leveza, mesmo correndo mais riscos; ou carregar o peso de viver em uma zona de conforto e apenas se proteger das dificuldades que aparecem?"é melhor viver a vida com leveza, mesmo correndo mais riscos; ou carregar o peso de viver em uma zona de conforto e apenas se proteger das dificuldades que aparecem?"

Fiquei um bom tempo da minha vida me achando tartaruga. Trabalho com padrões familiares e, claro, percebia o quanto eu tinha todos os meus "antepassados tartarugas" antes de mim. Então, como eu poderia ser diferente deles? Mesmo que me esforçasse e estivesse constantemente no meu processo de autoconhecimento, encontrando minhas crenças e padrões limitantes, ainda esbarrava na minha própria história. Sou de uma linhagem de tartarugas e não posso ser diferente disso.

EFT: a cura está na ponta dos dedos

Mas não desisti. Continuei entrando mais e mais na minha história, acessando minhas memórias e crenças limitantes. Foi então que veio um sintoma que me fez parar para ouvir meu corpo. Porque os sintomas são as sirenes, os alarmes do corpo de que precisamos parar de evitar ou fugir de alguma questão importante para nosso amadurecimento. Conheci, então, a primeira ferramenta fantástica que me ajudou muito neste processo. A Emotional Freedom Techniques (EFT) ou Acupuntura sem agulhas, como é mais conhecida.

+ Técnica EFT estimula pontos do corpo para amenizar traumas físicos e emocionais

O EFT na prática

Esta técnica tem como objetivo reestabelecer o equilíbrio energético, que geralmente é o causador de sintomas e doenças. Além disso, ela ajuda a trazer à tona sentimentos, sensações e memórias relacionadas ao sintoma. Assim, é possível fazer uma ressignificação e limpar a carga negativa que a memória ou evento contém e que vai gerando as repetições e as crenças que nos limitam ao longo de nossa história.

A eficácia da EFT é impressionante. E por ser simples e permitir uma autoaplicação, torna-se uma ferramenta importante para conseguirmos eliminar nossas crenças limitantes e pensamentos negativos que muitas vezes moldam nossa forma de viver a vida e encarar os desafios. Como já tenho uma experiência tanto na clínica, quanto no meu próprio processo de autoconhecimento, que nunca termina, uso e abuso desta técnica.

Ho'oponopono: as 4 frases mais transformadoras que conheço

 
Maria Cristina aprendeu a ressignificar eventos negativos e descobriu o amor-próprio (Imagem: acervo pessoal)

Mas precisei de uma outra ferramenta que, ao meu ver, é tão essencial quanto a EFT no meu processo: o Ho'oponopono - uma oração de cura havaiana, que consiste em dizer quatro frases continuamente. Ela se alia perfeitamente com a ideia da EFT e nos auxilia a limpar e purificar memórias do passado. O Ho'oponopono parte do princípio que somos guiados por milhares de memórias negativas que vão apenas se reproduzindo em nossa vida de forma inconsciente. O objetivo é limpar e purificar todas as memórias até chegarmos ao nosso estado inicial que é de puro amor.

Ho'oponopono: 4 frases para curar seus relacionamentos

Utilizando as duas ferramentas juntas é possível limpar nossas memórias negativas, ressignificar eventos negativos do passado, eliminar crenças limitantes e, principalmente, descobrir nosso amor-próprio e o quanto somos únicos e especiais! Vamos percebendo que somos 100% responsáveis por nossa vida e podemos fazer dela o que desejarmos! Aceitamos quem somos, nossa luz, e paramos de delegar nossa felicidade ao que está externo! Tudo parte de nossa percepção e de como nós reagimos diante dos eventos, sentimentos e pessoas. Então, se há algo a ser mudado é em nós mesmos!

Assim, descobri o que precisava para ficar em paz comigo mesma. Com estas duas ferramentas percebi que o meu objetivo não podia ser me transformar em libélula! Mas sim aceitar quem eu sou realmente, a tartaruga. E que não importa quem somos e de onde viemos, mas sim o que fazemos com tudo isso, o significado que damos para tudo que nos representa. Então, sim, podemos ser e fazer o que quisermos, apenas aceitando quem somos realmente! E aí descobri o que foi libertador: tartarugas também podem voar!

+ SOBRE TÉCNICAS DE AUTOCONHECIMENTO

Mindfulness para alcançar a paz

3 mentalizações para criar a realidade que você

deseja
Podcasts de meditação para concentração

e estresse

Você conhece seus talentos?

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Maria Cristina

É psicóloga e atende em consultório em BH e online, por Skype. Tem amor pela profissão e o desejo constante de auxiliar as pessoas a enfrentar suas crises e a buscar o autoconhecimento. Saiba mais »

contato: mariacristinapsi@yahoo.com.br
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS