Carregando pagina

Beleza > Estética

Como tratar e prevenir as olheiras

Problema tem causa genética e pode ser amenizado com métodos naturais

 

Quem tem ou já não teve olheiras ao menos uma vez na vida? Pois é, muita gente já foi refém deste escurecimento da região em torno dos olhos. O "problema" acomete muitas pessoas, independente da idade. Quando não recebe tratamento adequado, tende a se agravar.

São três as causas básicas das olheiras: deposição de pigmentos escuros - produzidos por um tipo de célula da pele, chamados melanócitos - em torno dos olhos; pele fina demais, permitindo a visualização dos vasos capilares (vasinhos externos); ou presença de olhos fundos e protuberância de bolsas de gordura embaixo dos olhos.

No processo de envelhecimento, alterações nessa região são as primeiras a darem sinal. Normalmente, o que primeiro aparece são as mudanças na gordura infraorbitária (pálpebra inferior), também conhecida como bolsas ou olhos fundos.

Genética é uma das causas

Pouca gente sabe, mas a olheira tem traços familiares. Ou seja, se você apresenta esse problema, isso significa que outras pessoas na sua família podem tê-lo apresentado no passado ou ainda passarão por isso. Além desse fator, a produção e a deposição de pigmentos escuros em torno dos olhos também podem resultar de:

  • exposição ao sol
  • fricção ao limpar e/ou coçar demais a área em torno dos olhos
  • má respiração bucal, porque prejudica a irrigação e a oxigenação na região dos olhos
  • ato de provocar o vômito, feito pelos portadores de bulimia
  • distúrbios do sono
  • tabagismo, pelo fato de prejudicar a oxigenação e a irrigação sanguínea e ainda danificar os pequenos vasos na área dos olhos.

Outra área afetada pelo escurecimento é a pele das pálpebras, que perde densidade pela falta de elastina e colágeno, piorando o quadro anterior da olheira. Muitas vezes isso acontece por conta de uma má vascularização do local, coceira ao redor olhos ou tendência racial. Neste caso, há muitas técnicas a serem utilizadas para melhorar o problema, clareando a cor da pele.

Tratando o problema

A olheira tem soluções pouco invasivas se tratada no início. O ideal é fazer uma hidratação caseira no local, utilizando cremes específicos para o problema, durante duas vezes ao dia. Outra alternativa ainda mais natural é tentar amenizar as olheiras, usando compressas de água gelada ou de chá de camomila ao redor dos olhos, entre 5 e 7 minutos, pela manhã.

Também é positivo usar pepinos gelados em fatias para amenizar inchaço ou escurecimento. Além disso, é importante ter boas noites de sono, de seis a oito horas por dia.

Pessoas que se sentem incomodadas com as olheiras devem consultar um dermatologista. Uma boa alternativa é buscar no site da Sociedade Brasileira de Dermatologia um profissional que trabalhe na região em que mora ou mesmo um que seja recomendado por amigos ou familiares. Lembre-se sempre que diagnósticos precoces permitem tratamentos mais leves ou menos invasivos.

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Gabriela Casabona

Médica dermatologista, participou da equipe da primeira temporada do programa "10 Anos Mais Jovem", do SBT. Co-autora do livro Cosmiatria em Dermatologia, mantém consultório em São Paulo e colabora no Ambulatório de Laser da Faculdade de Medicina do ABC, Saiba mais »

contato: grcasabona@uol.com.br
  • e-mail
  • Imprimir

MATÉRIAS RELACIONADAS

E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS

Holis é uma empresa do Grupo Personare