Carregando
PUBLICIDADE

Alimentação > Comer Bem

Benefícios e cuidados ao comer fora de casa

Escolher as comidas certas nos restaurantes ajuda a ter vida saudável

Por: Andrea Alves

 

Às vezes bate uma preguiça de cozinhar, enquanto em outros momentos a pressa é a inimiga do fogão. No dia-a-dia agitado, comer fora de casa virou "modus operandi" de muitos brasileiros, como os paulistanos, por exemplo, que não conseguem voltar para casa na hora do almoço em um dia de trabalho.

Mas seja por prazer ou necessidade, a opção pelos restaurantes pode ser mais um ponto positivo para sua saúde ou até prejudicá-la. Os buffets self-service são muito interessantes, pois apresentam uma grande variedade de alimentos. Se você for atento às suas escolhas, poderá compor um prato até mais completo do que em casa. Mas lembre-se: cuidado com as tentações pelo caminho.

Veja abaixo algumas dicas que podem ajudar você a comer fora, sem prejudicar a saúde:

  • 1Varie a cor da comida. Escolha verduras, legumes, carboidratos e proteínas de maneira a deixar o prato colorido. Assim você garante a ingestão de diferentes nutrientes importantes para o organismo.
  • 2Perto do seu escritório, avalie as opções de restaurante que também se preocupam em oferecer opções mais saudáveis, além do cuidado no preparo e higiene como um todo. Se você não fiscaliza estes itens, não pode querer que o restaurante cuide disso por você.
  • 3Turbine a salada com as "sementinhas mágicas", como quinua, gergelim, etc. Muitos restaurantes já oferecem esta opção. Elas contêm todos os macronutrientes (carboidratos, proteínas, gorduras e fibras) e por isso são consideradas alimentos funcionais. No caso da linhaça, encontramos ainda Ômega 3, 6 e 9 , importantes para o equilíbrio hormonal, diminuição do risco de aterosclerose e controle de diabete.
  • 4Deixe os refrigerantes e sucos processados de lado, optando pelos sucos frescos da fruta. Se não tiver essa opção, tome água. Os refrigerantes possuem muito açúcar e, mesmo as versões diet, contêm altos níveis de corantes e acidulantes, prejudiciais à saúde.
  • 5Coma de maneira consciente! Comer rápido e sem prestar atenção ao alimento atrapalha o processo enzimático e, por consequência, a digestão. Faça algumas respirações profundas e tranquilas, desta forma poderá amenizar as tensões e a ansiedade antes da refeição.
  • 6Evite alimentos pesados, como carnes vermelhas e frituras. Essas comidas podem aumentar o sono quando você voltar ao trabalho, além de aumentar os níveis de colesterol ruim (LDL).
  • 7Na saída do restaurante, ao invés de beber o cafezinho que muitos estabelecimentos oferecem de graça, opte pelo chá digestivo. Uma boa opção é o de erva-doce, que ajuda a controlar os gases. Já o chá de camomila combate a queimação no estômago. Se exagerou na gordura, opte pelos amargos, como o chá de boldo e carqueja. Se não tiver essas opções no restaurante, sugira ao gerente e colabore com uma bela iniciativa.

Já nos restaurantes a la carte, que servem porções individuais, é comum que um prato seja suficiente para saciar a fome de uma pessoa. Neste caso, você terá menos variedade à disposição, então invista na qualidade do prato. Carboidratos (massas, arroz) em sua forma integral são muito mais nutritivos do que suas versões refinadas, e contêm fibras e proteínas, além de outros minerais. Esses alimentos ajudarão na digestão, pois as fibras controlam a liberação de açúcar no organismo, evitando a fadiga e outras indisposições.

Carnes brancas são sempre as mais indicadas. No entanto, carnes vermelhas como búfalo, perdiz e vitela são consideradas magras também, sendo uma opção saudável para os onívoros. Para os vegetarianos, capriche nos grãos como feijão, lentilha e grão de bico - importantes fontes de proteínas - e nos ovos, em versão de omelete ou cozidos. Preferencialmente, acompanhe esta ingestão rica em ferro com um suco de fruta cítrica, e evite laticínios (alimentos derivados do leite, como queijo e manteiga) nesta hora, pois são ricos em cálcio, que atrapalha a assimilação do ferro pelo organismo.

Dias frios e cheios de saúde

Agora com a chegada dos dias frios, as sopas são uma deliciosa companhia para o jantar, pois são muito leves, nutritivas e saborosas. As versões "sopa creme" são mais calóricas, porque adicionam creme de leite. Minha dica é a sopa de abóbora com gengibre, hit em vários restaurantes do país. Fuja da opção com carne seca, pois é muito gordurosa para comer de noite.

Ainda neste clima delicioso da boa refeição, capriche na escolha do lugar e do prato. Que eles tenham a harmonia que você deseja para seu corpo e mente. Os restaurantes não precisam ser necessariamente caros, mas devem ser limpos e de preferência sem televisão, pois ela tira a atenção do ato de comer consciente. E escolhas conscientes trazem mais equilíbrio e vitalidade. Bom apetite!

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Andrea Alves

Andrea Alves é terapeuta Ayurveda, professora de Yoga e Yogaterapeuta. Coordena o blog andreaalves.blog.br, especializado em bem-estar através de Yoga e Ayurveda. Saiba mais »

  • e-mail
  • Imprimir

MATÉRIAS RELACIONADAS

E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS

NEWSLETTER

GRATIS
minimize close
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA A NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS