Carregando pagina

Você > Desenvolvimento Pessoal

11 livros que desafiam antigas crenças

Obras podem ajudar você a mudar padrões de comportamento

 

Quando um cliente procura o serviço de Coaching, relatando que não é a primeira vez que tenta alcançar uma meta e não tem sucesso, muitas vezes nos deparamos com uma forma de pensar distorcida sobre os eventos da própria vida - o que chamamos de "crenças disfuncionais". Esse tipo de crença que não reflete a realidade - mas sim a colore com barreiras que tornam as metas inatingíveis - normalmente não é identificada pelo cliente (denominado "coachee"). Alguns repetem as mesmas frases por anos a fio sem se darem conta e, portanto, sem fazerem nada para mudá-las, ou quem sabe até "desafiá-las", permitindo-se agir na contramão da antiga crença.

Uma crença disfuncional muito comum no ambiente de trabalho é "não gosto de fulano, é impossível o relacionamento com ele". Outra crença disfuncional na vida afetiva é: "eu não consigo me relacionar com ninguém porque tenho o dedo podre". Um coach experiente saberá precisar quando uma crença disfuncional está afastando a pessoa de realizar seu pleno potencial, e usará as técnicas adequadas para propiciar que o coachee a atualize. Alguns livros também ajudam nesse objetivo, podendo ser adquiridos em sebos virtuais ou em forma de áudio books.

Veja abaixo diversas crenças que ouvimos em sessões de Coaching e alguns livros que fizeram uma verdadeira revolução no modelo mental dos leitores:

1 - Para desafiar as crenças sobre relacionamento

  • "Relacionamento é algo muito difícil"
  • "Vivo tendo conflitos"
  • "Não gosto de gente"
  • "Nunca fui popular"
  • "Não gostam de mim"

Livro: "Como fazer amigos e influenciar pessoas" (Ed. Nacional). Autor: Dale Carnegie. O Livro best seller (publicado pela primeira vez em 1936) explica princípios que podem revolucionar a forma de uma pessoa se relacionar.

2 - Para desafiar as crenças sobre o passado

  • "Sofri muito no passado e por isso não dei certo na vida"
  • "Não tenho qualidades"
  • "Não tenho autoestima"
  • "Já errei muito e me culpo por isso"
  • "Nunca tive sorte"
  • "Sou traumatizado"
  • "Meus pais nunca me apoiaram"
  • "Estou doente por culpa de..."

Livro: "Você pode curar sua vida" (Ed. Best Seller Ltda). Autora: Louise Hay. Louise Hay é chamada "rainha do bem-estar". Seus livros são citados como verdadeiras sementes de cura. Em "Você pode curar sua vida", ela ajuda o leitor a retomar a responsabilidade e seu próprio poder para reestabelecer sua autoestima e saúde.

3 - Para desafiar as crenças sobre o talento

  • "Fazer o que se gosta é um luxo para poucos"
  • "Não fiz o que eu gostava porque não poderia me sustentar daquilo"
  • "Meu trabalho é só estresse"
  • "No trabalho o tempo não passa, mas quando estou me divertindo o tempo voa"

Livro: "A descoberta do fluxo" (Ed. Rocco). Autor: Mihaly Csikszentmihalyi. O terapeuta discute o que é a motivação focada e explica os benefícios que entrar em estado de "fluxo" pode trazer para a vida pessoal e carreira.

4 - Para desafiar as crenças sobre enriquecer

  • "Não consigo poupar"
  • "Dinheiro na mão é vendaval"
  • "Não resisto a comprar algo novo"
  • "De que me adianta guardar, se quando eu morrer não levarei nada comigo?"
  • "Se eu acumular dinheiro posso perder tudo de uma hora para a outra"
  • "Se eu enriquecer vou despertar inveja"

Livro: "Os segredos da mente milionária" (Ed. Sextante / Gmt). Autor: T. Harv Eker. O best seller aborda a relação que as pessoas têm com dinheiro e como mudá-la para se tornar financeiramente saudável. Também estimula a poupar e investir.

5 - Para desafiar as crenças sobre se expor

  • "Detesto me expor"
  • "Morro de vergonha de gaguejar"
  • "Morro de medo do ridículo"
  • "Pessoas que se expõe são exibicionistas"
  • "Pessoas que se expõe são egocêntricas"
  • "Não tenho coragem"
  • "Não me preparei, pois não tenho disciplina"

Livro: "O método" (Ed. Objetiva). Autores: Phil Stutz e Barry Michels. Os psicólogos, que atendem celebridades nos EUA, criaram técnicas simples para pessoas que desejam vencer a barreira da exposição pública. Também trata dos processos de autossabotagem da carreira.

6 - Para criar novas visões sobre a espiritualidade

  • "Já passei por tanta coisa, nem sei mais se acredito"
  • "Não é possível que haja tanta pobreza e sofrimento no mundo"
  • "Hoje em dia o que reina é o dinheiro"
  • "De que adianta acreditar em algo maior, estamos todos sozinhos e desamparados"
  • "Se Deus realmente existe, ele se esqueceu de mim"

Livros: "Conversando com Deus - Volume 1" (Ed. Agir). Autor: Neale Donald Walsch; e "Como conhecer Deus" (Ed. Rocco). Autor: Deepak Chopra. Ambos os livros discutem a percepção que a pessoa tem da própria fé e em que tipo de poder supremo ela acredita, oferecendo novas visões sobre fé e espiritualidade.

7 - Para desafiar as crenças sobre educar filhos

  • "Errei muito com meus filhos"
  • "Me culpo pelas escolhas dos meus filhos"
  • "Acho que fui ausente na educação da minha prole"
  • "Fui controlador demais com as crianças"
  • "Mimei muito meus filhos e por isso eles ficaram assim"
  • "Sempre fui duro com eles, exigi demais"

Livro: "Diga-me com quem anda" (Ed. Objetiva). Autora: Judith Rich Harris. A autora é psicóloga e pesquisadora americana. Nessa obra ela afirma que muitas crenças a respeito da educação de crianças não podem ser comprovadas cientificamente.

8 - Para desafiar as crenças sobre as perdas

  • "Tenho dedo podre para escolher o parceiro"
  • "Já fui traído várias vezes"
  • "Só me apaixono por homens casados"
  • "Não consigo lidar com a perda"
  • "Não aceito a separação"

Livro: "Perdas necessárias" (Ed. Melhoramentos). Autora: Judith Viorst. A psicanalista defende que, para crescermos, precisamos abrir mão de expectativas irreais e padrões de dependência nos relacionamentos.

9 - Para desafiar as crenças sobre perdão

  • "Não perdoo de jeito algum"
  • "Não aprendi a perdoar"
  • "Perdoar não resolve nada"
  • "É fácil falar de perdão quando não é com você"
  • "Perdoar é para os fracos"
  • "Não tenho o que perdoar"

Livro: "O livro do perdão" (Ed. Rocco). Autor: Robin Casarjian. Para se libertar do passado e começar uma nova vida a pessoa precisará vencer a barreira de perdoar, desafiada nesse livro pela terapeuta. Discute também os mecanismos de medo e raiva que impedem o perdão.

10 - Para desafiar as crenças sobre as preocupações

  • "Vivo preocupado"
  • "Estresse hoje em dia é normal"
  • "Só existem trabalhos estressantes atualmente"
  • "Quando vejo um problema já fico estressado"
  • "Não dá tempo de descansar"
  • "Não consigo me desligar"
  • "Esperam que eu faça tudo correndo"

Livro: "Como evitar preocupações e começar a viver" (Ed. Nacional). Autor: Dale Carnegie. Best seller publicado pela primeira vez em 1948. O livro apresenta 30 princípios para ultrapassar as preocupações, priorizar a saúde, organizar-se e se libertar de ressentimentos.

11 - Para desafiar as crenças sobre amor e apego

  • "Sou ciumento demais"
  • "Acabo controlando a pessoa parceira"
  • "Gosto que meu amor me ligue toda hora"
  • "Não admito nenhum segredo entre nós"
  • "Ciúme é normal"
  • "Meus parceiros sempre tentam me manipular"

Livro: "Relacionamento, amor e liberdade" (Ed. Shanti). Autor: Osho. Guru indiano autor de dezenas de livros. Nessa obra polêmica, ele desafia os apegos que fazem as pessoas sofrerem nos relacionamentos amorosos. Ele afirma que as causas para o ciúme estão dentro de nós, e que fora estão só "as desculpas".

Essa lista de sugestões de livros não visa a defender os pontos de vista dos autores aqui mencionados, mas apenas apresentar aos internautas opções de obras para desafiarem suas crenças, de acordo com sua própria escolha e responsabilidade.

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Carla Panisset

É Coach e Instrutora de Treinamentos pela Scala Coach. Já orientou mais de 400 pessoas para aperfeiçoamento de liderança pessoal, apresentações profissionais, comunicação e relacionamento na empresa. Saiba mais »

contato: carla@scalacoach.com.br
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS