Jay Reiss
Por Jay ReissLeia em 3 min.26/12/2016 Atualizado em 20/04/2018

Resolução dos problemas nas pontas dos dedos

Técnica EFT estimula pontos do corpo para amenizar traumas físicos e emocionais

Técnica EFT estimula pontos do corpo para amenizar traumas físicos e emocionais

Resolução dos problemas nas pontas dos dedos

Existe uma abordagem, chamada Emotional Freedom Thecniques (EFT), que ameniza desde problemas e desconfortos do dia a dia até traumas e conflitos arraigados na nossa mente, aqueles que geralmente se manifestam nas grandes questões das nossas vidas, como: relacionamentos afetivos, sexualidade, trabalho, dinheiro, crenças e conclusões que carregamos. E o melhor: qualquer pessoa pode aprender a utilizar em si mesma.

Como lidar com problemas?

O primeiro passo para lidar com um problema é reconhecer que ele existe. Afinal, negar sua existência equivale a enfiar a cabeça debaixo da terra numa situação de perigo, esperando que a ameaça mude de direção. O segundo passo é um pouco mais sofisticado: aceitar determinado desafio.

A nossa condição mental mais habitual é a resistência, que equivale a lutar contra, evitar o que se apresenta. Isso consome grandes quantidades de energia e cria sofrimento. A aceitação, neste caso, não significa ter uma atitude passiva, pois isso seria resignação. Aceitação é um espaço de abertura, de permitir a existência do que se apresenta. Esta atitude transforma a perspectiva de olhar para a vida como uma luta e passar a encará-la como um processo contínuo de aprendizado.

A partir dessa nova ótica, desafios se transformam em oportunidades. São essas premissas básicas que possibilitam a cura e a transformação.

A visão geral do EFT é muito simples: focalizamos a atenção no nosso problema e, ao mesmo tempo, estimulamos com os dedos pontos específicos do nosso corpo – com base nos meridianos da Acupuntura, numa sequência.

Neste trabalho contemplamos a perspectiva de que as questões emocionais não resolvidas, além de produzirem sofrimentos na vida e reduzirem a nossa satisfação de viver, eventualmente contribuem para a criação de doenças no corpo físico. Sendo assim, esta técnica utiliza o reconhecimento e a aceitação dos problemas, conflitos internos ou desconfortos emocionais que as pessoas carregam.

O resultado é um alívio gradual da intensidade emocional com que reagimos às questões e, dependendo da situação e do conhecimento do praticante, a dissolução do problema.

Então, para facilitar a compreensão de como a técnica funciona, veja, no vídeo abaixo, como experimentar o EFT na prática.

O que o EFT trata?

  1. Situações não resolvidas que atormentam a paz de espírito, envolvendo raiva, tristeza, mágoas, ressentimentos.
  2. Ansiedade, traumas emocionais, vícios, medo de falar em público e fobias de um modo geral.
  3. Para traumas físicos, a técnica ajuda a acelerar o processo de recuperação ao liberar a carga emocional envolvida no processo.

Como conheci a técnica?

A primeira vez que ouvi falar sobre a técnica foi em 2008. Confesso que isso me pareceu mais um modismo. Mas a ideia de lidar com os conteúdos mentais e emocionais, utilizando o conhecimento milenar dos meridianos da Acupuntura, me pareceu atraente e decidi dedicar um olhar mais detalhado à abordagem.

O criador do método, o americano Gary Graig, disponibilizou um manual básico da técnica. E foi por aí que me dei a chance de testar o EFT e verificar se valeria a pena investir meu tempo e atenção nisso.

No mesmo dia, a minha ex-mulher estava com dores fortes na região lombar e ela somatizava com frequência, no corpo físico, seus problemas emocionais. Não custava nada tentar a técnica com ela. Segui as instruções básicas e, depois de um tempo, para minha surpresa e dela também, sua dor cedeu completamente. Decidi estudar ainda mais a fundo e, desde então, venho seguindo a forma como o criador da técnica ensina o processo.

Como qualquer coisa na vida, se a pessoa se propõe a ter resultados mais profundos e duradouros, comprometimento e persistência são elementos importantes ao longo da prática. Bom demais para ser verdade? Penso que exercitar ceticismo saudável é sinal de inteligência, mas manter a mente aberta também é. Experimente!

Espero sinceramente que essa técnica seja útil na sua vida. Tudo de melhor!

Conheça outras técnicas

Iridologia: olhos revelam personalidade e
problemas de saúde

 

Terapia Energética Sensorial elimina mágoas
e desânimo

 

Psicoterapia corporal: defesas emocionais
geram situações que você mais teme

 

Acupuntura para tratamento da insônia