Carregando pagina

Saúde > Exercício Físico

Pilates para ter mais saúde

Método exige consciência, persistência e motivação dos praticantes

 

Todos buscamos maneiras eficazes de melhorarmos nossa saúde e nossos corpos, trazendo mais energia e disposição para nossas vidas. A cada semana aparecem nos meios de comunicação fórmulas milagrosas e fáceis de seguir sobre novas dietas e métodos de exercícios, que prometem definitivamente restaurar nosso equilíbrio físico e mental. Infelizmente a conquista de uma vida equilibrada e saudável não é assim tão fácil, quanto gostaríamos ilusoriamente de acreditar.

Como não foi fácil também o caminho brilhante de um jovem alemão que, no início do século 20, conquistou finalmente a saúde e a vitalidade, mantendo-a por toda sua vida, a despeito de sua infância cercada de limitações e doenças. Inconformado com sua condição, Joseph Pilates estudou e realizou ao longo de sua infância e juventude pesquisas e estudos sobre o movimento humano e treinamentos físicos dos mais variados esportes.

Todo esse conhecimento resultou na elaboração de um método de exercícios que tem como base o desenvolvimento da mente e do corpo simultaneamente. A esse método de condicionamento físico e mental, Joseph Pilates denominou Contrologia. "Esse método é o controle consciente de todos os movimentos do corpo. É a correta utilização e aplicação dos princípios mecânicos que abrangem a estrutura do esqueleto, um completo conhecimento do mecanismo do corpo e uma compreensão total dos princípios de equilíbrio e gravidade, como nos movimentos do corpo durante a ação, no repouso e no sono", pontuou Joseph.

Nem todos nós somos autodidatas como ele, essa capacidade é para poucos. Joseph Pilates compreendeu que para fazer os movimentos da maneira adequada e efetivamente mudar padrões indesejáveis, era necessário primeiramente tomar consciência de nossos desequilíbrios e, posteriormente, reorganizar nossas ações motoras de maneira precisa para garantir o desenvolvimento integral do corpo e da mente.

Pilates exige atenção individual

Por isso, construiu seu método baseado na individualidade, oferecendo um olhar atento e exclusivo a cada um de seus alunos, observando e reconhecendo a maneira particular de cada um se mover, para a partir daí, então, iniciar as intervenções mais adequadas em cada caso.

Mas isso não é tudo. Para realmente ser capaz de orientar adequadamente, é indispensável que o professor tenha não só um grande conhecimento da técnica e uma vasta experiência de ensino, mas deve obrigatoriamente ter passado pessoalmente por todo o processo de assimilação do método. Saber todo o repertório de exercícios é apenas uma pequena parte do que um professor capacitado deve obter em sua formação na técnica.

A maneira de realizar os exercícios é muito mais importante do que os próprios movimentos ou repetição das séries no Mat (tapete usado nas aulas) ou nos aparelhos. O processo de formação de um professor de Pilates exige estudo, dedicação e grande capacidade de auto-observação. Se as mudanças não puderem ser observadas em seu próprio corpo durante o período de formação, ele não será capaz de transmitir e orientar adequadamente seus alunos.

Só assim o professor será capaz de compreender realmente em que etapa do aprendizado o aluno se encontra e quais são os meios mais indicados para garantir mudanças qualitativas e duradouras.

Exercícios ajudam a se conhecer melhor

O método Pilates utiliza imagens e toques que auxiliam muito no reconhecimento e na compreensão da maneira como estamos nos movendo. Mas isso é um grande desafio, tanto para o professor como para o aluno.

Se esses toques verbais e táteis forem usados de forma eficiente, é possível rapidamente ajudarem na identificação de compensações musculares e servirem para orientar na ativação e no relaxamento correto dos músculos.

Como muitas vezes se trata de músculos profundos, embora potencialmente ativados pela nossa vontade, podem se manter por toda nossa vida como desconhecidos, parecendo agir involuntariamente a maior parte do tempo. Contraem-se exageradamente ou se mantém inativos, criando padrões automáticos e inconscientes de movimentos indesejáveis, que vão afetar negativamente nossa postura.

Tornar-se consciente de seu corpo de como ele se move é tornar-se possuidor de sua vontade. É agir de forma proativa, em seu benefício. É livrar-se de dores que não precisam existir e principalmente aprender como evitá-las no futuro.

Por esse motivo, o método Pilates como qualquer outra técnica que se disponha a trabalhar o ser integralmente, só pode ser bem aplicada e realizada em centros especializados e com profissionais experientes.

DVDs e aulas virtuais podem nos ajudar a esclarecer aspectos do método e dos exercícios, porém nunca substituirão o olhar e a intervenção de um profissional que, antes de ser um orientador da técnica, deve ser continuamente um aluno praticante.

Mudanças são difíceis, pois exigem de nós humildade para reconhecer inadequações e coragem para modificá-las, e isso não é pouca coisa. A conquista da saúde é uma tarefa constante, que exige consciência, persistência e motivação.

É por isso que quando método Pilates é dinâmico, mantém o interesse dos praticantes por longos anos. A cada etapa do processo acrescentam-se novos desafios e o praticante observa que ao longo do tempo, mesmo realizando os mesmos exercícios, eles já não são praticados da mesma forma. Muda a qualidade de execução, a fluidez e o controle, descobre-se nas mesmas rotinas de movimentos outras qualidades que antes não conhecíamos. E assim juntos, instrutores e alunos, vamos adquirindo um conhecimento de si e do outro que nos acompanha por toda a vida!

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Cristina Abrami

Cristina Abrami é diretora técnica do CGPA Pilates e reg, possui o selo internacional de Certified Pilates Teacher e é vice-presidente da Aliança Brasileira de Pilates. Saiba mais »

  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS