Solange Lima
Por Solange LimaLeia em 9 min.21/10/2014 

Capim-Limão: o óleo da intuição

Aroma forte também aumenta defesas do organismo e ameniza cansaço

Aroma forte também aumenta defesas do organismo e ameniza cansaço

Capim-Limão: o óleo da intuição

O Capim-Limão (Cymbopogon citratus), também conhecido como Lemongrass (Cymbopogon flexuosus), é originário da Índia. Forma uma touceira densa, com folhas longas, bordas cortantes e de coloração verde clara. Seu aroma costuma ser confundido com a erva-cidreira (Melissa officinalis), mas, diferente desta planta, o óleo essencial de Capim-Limão tem como princípio ativo o citral, responsável pela vasodilatação e pelo agente antifúngico. Além disso, esse óleo é sedativo, bactericida, analgésico, antiviral, anti-inflamatório, diurético e ainda aumenta as defesas imunológicas do organismo, agindo também como repelente de insetos.

É indicado para cansaço físico, mental e falta de concentração. Ajuda a ter mais criatividade, clareza mental e intuição, dando clareza e discernimento.

É indicado para cansaço físico, mental e falta de concentração. Ajuda a ter mais criatividade, clareza mental e intuição, dando clareza e discernimento.

É antidepressivo, bom para insônia, libera raiva e emoções contidas. Indicado para pessoas hiperativas e crianças que têm medo, como de escuro, por exemplo, pois acalma a mente agitada.

O óleo essencial de Capim-Limão faz um excelente trabalho no Chackra Laríngeo (localizado na altura da garganta), ajudando a falar o que está contido e, por isso, é indicado principalmente às pessoas que não conseguem se expressar, têm dificuldade em dizer “não” e vivem “engolindo sapos”. Já quando usado no Chackra Frontal (localizado na área da testa), auxilia na intuição, sendo excelente para práticas de Meditação.

Por outro lado, é contraindicado para quem tem pressão baixa, gestantes e pessoas que têm glaucoma, devido à presença do citral, que pode aumentar a pressão intraocular. Não deve ser passado puro sobre a pele, pois pode ocasionar queimaduras ou reações alérgicas. Sendo assim, sempre adicione ao óleo essencial de Capim-Limão uma base carreadora como óleo vegetal, creme neutro ou álcool de cereais.

É um dos óleos preferidos para aromatização de ambientes, pois seu cheiro é agradável e traz bem-estar. Mas como seu odor é muito intenso, o óleo deve ser usado em dosagem baixa – dilua de 1 a 2 gotas em água, que já faz diferença.

Dicas de uso

  1. Para cólicas e flatulências: pingue 2 gotas em óleo carreador (amêndoas, uva, girassol, linhaça) e depois massageie a área abdominal.
  2. Para dores de cabeça tensionada: em 30g de gel neutro, misture bem 1 gota do óleo essencial de Lavanda e 1 gota do óleo essencial de Capim-Limão, e passe na região das têmporas ou na nuca.
  3. Para falar o que precisa ser dito: utilize 1 gota de Capim-Limão no aromatizador pessoal todos os dias, até sentir que conseguiu liberar os “sapos”.

Existem inúmeras formas de utilizar a Aromaterapia no dia a dia, mas para uma orientação segura e adequada para cada pessoa ou criança, consulte um aromaterapeuta.

Solange Lima

Solange Lima

Terapeuta holística e numeróloga. Utiliza técnicas como Florais, Aromaterapia, Cromoterapia, Shiatsu, Reflexologia e Reiki. Realiza atendimentos em São Paulo.