Carregando pagina

Carreira e Dinheiro > Vida Profissional

Voltando ao trabalho depois do bebê

Dicas para o fim da licença-maternidade e retorno à vida profissional

 

Apesar de cansativos, os primeiros meses na companhia do bebê são muito gostosos. E passam tão rápido! A impressão que se tem é que, logo que a mãe pega o jeitinho nos cuidados do filhote, a licença-maternidade acaba. Para as mães é difícil imaginar ficar longe do seu bebê, tão pequenino e frágil, e voltar ao trabalho. Mas com determinação e organização, essa mudança na rotina pode ocorrer de forma tranquila.

A separação pode ser difícil, pois aprender a confiar a alguém os cuidados com o bebê gera dúvidas e ansiedade. Por isso, o ideal é que a mãe planeje antecipadamente como será essa fase de adaptação. Depois de decidido o dilema de onde deixar o bebê - com algum parente, no berçário ou com uma babá - é necessário ir "treinando" essa transferência de cuidados, mesmo que por algumas horas somente, por pelo menos três semanas antes do fim da licença-maternidade.

Uma dica valiosa para as mães é aproveitar essa fase final de licença-maternidade, quando já estão mais seguras com relação aos cuidados com os filhotes, para aumentar ainda mais os momentos de intimidade."Uma dica valiosa para as mães é aproveitar essa fase final de licença-maternidade, quando já estão mais seguras com relação aos cuidados com os filhotes, para aumentar ainda mais os momentos de intimidade."

Curtir os instantes de amamentação, do banho, experimentar massageá-lo com Shantala são algumas opções. A forma como a mãe fala e pega o seu bebê diz muito sobre os seus sentimentos.

Mais do que se preocupar com o final do período de licença, as mulheres devem ter como foco fortalecer o vínculo afetivo com o bebê e nutri-lo com todo carinho e atenção. Claro que no retorno ao trabalho o bebê sentirá saudades, mas o contato afetivo intenso durante os meses de dedicação exclusiva garantirão a ele mais segurança.

Mãe e Profissional

O que aperta o coração das mães é não poder estar presente como antes, não acompanhar o desenvolvimento diário, não estar perto pra ouvir a primeira palavra, não ajudar a levantar nos primeiros tombinhos. Por outro lado, ela quer sentir-se valorizada e realizada profissionalmente. E sabe, ainda, que seu trabalho traz uma série de benefícios para a criança, pois aumenta o orçamento mensal da família. Para reduzir esse sentimento de culpa, uma sugestão é compartilhar informações com outras mães que já passaram por esta situação. Além das mulheres próximas, há sites, blogs e grupos de discussão na internet que tratam este tema.

Licença prorrogada

Foi aprovado este ano o Programa Empresa Cidadã, que permite ampliar para até seis meses a licença-maternidade das trabalhadoras do setor privado. Antes, esta extensão do benefício só existia para funcionárias públicas.A lei é facultativa. A mulher que quiser ampliar sua licença-maternidade tem até 30 dias depois do nascimento da criança para comunicar à empresa. Porém, o benefício só será concedido se a empresa estiver cadastrada no programa.

Se você está vivendo a fase final de sua licença, evite a ideia de que ninguém cuida melhor de seu filho do que você. Oriente a pessoa ou creche escolhida e pense que ela irá preparar o seu filho para as experiências do mundo e também para o melhor do dia: quando você chega em casa cansada e pode abraçar o seu pequeno feliz da vida!

Saiba aproveitar ao máximo o tempo em que você está juntinho com o pequeno. Veja algumas brincadeiras simples para incrementar o contato com o seu bebê:

  • Mesmo o bebê sendo novinho deite-se ao lado dele e coloque-o no tapete de atividades. Brinque com ele, o estimule. Bebês adoram brinquedos coloridos e brincadeiras de esconder objetos.
  • Sente-se na frente do espelho com o bebê, converse, cante, faça caretas; Dessa forma ele aprenderá mais sobre as expressões faciais e, de quebra, você dará muitas risadas com as caretas que ele fizer.
  • Tome banho com o bebê, eles adoram estar com as mães. Depois, faça uma massagem bem gostosa, que o ajudará a dormir mais relaxado e seguro.

Mamães online - onde buscar e trocar informações sobre maternidade:

Desabafo de mãe - http://blogdodesabafodemae.blogspot.com/
Mãe com Filhos - http://maecomfilhos.com.br/
Revista Crescer - http://revistacrescer.globo.com/

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Denise Gurgel

Fisioterapeuta materno infantil, especialista em Shantala, consultora do sono e de desenvolvimento motor dos pequenos. Atende em São Paulo e no Rio de Janeiro. Saiba mais »

contato: contato@cursoshantala.com.br
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS

Holis é uma empresa do Grupo Personare