Carregando
PUBLICIDADE

Amor > Relacionamento

Veja quem é observando quem você ama

Descubra mais sobre você pelo tipo de pessoa que costuma atrair

Por: Yubertson Miranda

 

Costumo brincar com meus clientes ao propor-lhes um desafio. Digo que, se querem realmente se conhecer, então, procurem uma pessoa parceira para se relacionar. Se já namoram, eu lhes incentivo a aproveitar melhor a função "espelho" que o cônjuge possui. Esse reflexo que o outro nos apresenta de nós mesmos costuma ser chamado de projeção na Psicologia Analítica.

Daryl Sharp, em seu livro "Conhecendo a si mesmo: o avesso do relacionamento", escreve: "Jung acreditava que tudo a respeito de nós mesmos de que não temos consciência é projetado em outra pessoa. (...) Vemos portanto nos outros tanto nossas piores características quanto nosso potencial não desenvolvido."

Por mais que o que cada Número de nosso Mapa do Amor represente características que podem ser projetadas na pessoa parceira, isso ocorre de maneira bem evidente com o nosso Número de Impressão. Tanto é que quando interpreto os possíveis significados da simbologia numérica que surge da soma das consoantes de nosso nome, alguns clientes têm dificuldade de se enxergarem desse jeito. Embora digam que as pessoas os percebam exatamente como interpretei e, o mais revelador, o quanto a pessoa parceira tem aquele perfil.

Portanto, o Número de Impressão vai representar justamente o tipo de perfil que atrairemos em termos de pessoa parceira para nos relacionar. Através desse relacionamento amoroso, ao observarmos as características negativas e positivas que mais nos chamam a atenção no nosso par, teremos pistas das qualidades que merecem ser desenvolvidas por nós. É como se deixássemos a pessoa parceira viver um lado de nossa natureza que ainda não nos sentimos confortáveis em expressar.

E quais são os perigos de permitirmos - mesmo que inconscientemente - nosso cônjuge viver quase que integralmente esse jeito de ser simbolizado pelo nosso Número de Impressão? Corremos o risco de não desenvolver esses dons. E quanto mais evitamos vivenciar essas características, mais a pessoa parceira poderá vivê-las de maneira muito negativa. Desse modo, é como se ela nos alertasse: "olha, você precisa aceitar e reconhecer os desejos que tem de viver esses atributos."

Exemplificando: uma pessoa com o Número de Impressão 1, anseia (mesmo que secretamente) ser mais independente, dinâmica e corajosa para apostar em seus projetos pessoais. Quer ser vista como original, genial e criativa. Talvez tenha o forte desejo de exercer liderança e trilhar um caminho diferente, inovador. Se tal pessoa não aceita, reconhece e procura viver esses anseios, muito provavelmente atrairá uma pessoa parceira que tenha esse perfil. E quanto mais não desenvolver esse jeito de ser, ou seja, demonstrando exteriormente muita insegurança e falta de iniciativa, mais ela corre o risco de atrair uma companhia afetiva que, de tão independente, chega a ser excessivamente egoísta, impulsiva e autoritária.

Com isso, é muito proveitoso observarmo-nos naqueles momentos em que taxamos veementemente a pessoa parceira com adjetivos que correspondam - positiva ou negativamente - aos atributos do nosso Número de Impressão. É uma forma instintiva que usamos, ao projetar tais características na pessoa parceira, para nos conscientizar dos dons e talentos que temos e precisamos desenvolver para nos proporcionar muita satisfação.

Então, com quais termos você tem fortemente descrito a pessoa parceira ou alguma pessoa com a qual tem uma certa intimidade?

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Yubertson Miranda

Yubertson Miranda é numerólogo, astrólogo e tarólogo. Formado em Filosofia. Ama encontrar significado nos eventos do dia-a-dia. É autor das análises numerológicas do Personare. Saiba mais »

contato: yubertson-revista@personare.com.br
  • e-mail
  • Imprimir

MATÉRIAS RELACIONADAS

E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS

NEWSLETTER

GRATIS
minimize close
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA A NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS