Carregando pagina

Você > Desenvolvimento Pessoal

Uma pausa para recuperar energias

Cinco minutos de prazer e relaxamento fazem muito por você

 

Levante a mão quem não se sente diariamente tragado pelo excesso de tarefas, de informação e pela velocidade com que tudo gira à nossa volta. O turbilhão com que as vidas vão sendo conduzidas hoje em dia invariavelmente leva ao estresse. E que tal, ao invés de seguir em ritmo frenético e tentar terminar todas as tarefas exaustivamente, fazer uma pausa no meio da correria para recuperar a energia necessária e chegar melhor ao fim do dia? Cinco minutos ouvindo uma música, meia hora com seu filho ou um café com uma amiga podem trazer muito mais disposição do que se imagina.

Desacelerar um pouco tem um poder incrível no organismo humano, pois a pessoa é capaz de driblar a tensão e o excesso alimentando a alma com algo que lhe proporcione prazer. E esta simples e rápida atitude faz a mente sossegar, o sistema nervoso acalmar e o corpo relaxar. Para isto é importante procurar momentos que nutram nossas almas e tragam de volta a paz interna necessária para seguir adiante. Feliz e preenchido por boas emoções, qualquer um se sente mais capaz, mais energizado.

Mas como desacelerar?

Autora do livro "A magia do cotidiano: como melhorar a sua qualidade de vida" (Editora Girafa), a escritora Clotilde Tavares acredita que esta correria quase intrínseca na vida das pessoas é falta de planejamento para lidar com o tempo. "É gerada pela desorganização e pelo não estabelecimento de prioridades. A prática da felicidade inclui saber lidar com isso", diz a escritora. E esta prática da felicidade pode ser conquistada através de pequenos rituais diários que fazem muito pela saúde física, emocional e espiritual, reconectando-nos com situações geradoras de satisfação. Esta pausa temporária em nome do prazer evita que a tensão aumente, acalma e traz a atenção e o foco de volta. A partir do momento em que a pessoa toma consciência de que ela mesma está contribuindo para seu estresse ou fazendo algo errado, pode reajustar a situação estabelecendo novas metas mais satisfatórias.

O estresse eleva os níveis de cortisona e adrenalina no organismo, fazendo o batimento cardíaco aumentar e tensionando os músculos. O acúmulo disto cobra um preço alto do corpo, que começa a padecer com esta sobrecarga. Dor de cabeça, explosões de raiva, irritação, dentes trincados, sistema imunológico fragilizado, fatiga, insônia. Desacelerar um pouco é a solução para balancear, diminuir a tensão e trazer, de dentro para fora, mais energia para o resto do dia."Desacelerar um pouco é a solução para balancear, diminuir a tensão e trazer, de dentro para fora, mais energia para o resto do dia."

Algumas situações não podem ser evitadas, como, por exemplo, horários a cumprir, mas os instantes de contentamento passíveis de serem aproveitados ao menos uma vez no dia permitem que as emoções se reequilibrem. Se você aprende a intercalar a correria com alguma pausa que lhe dê satisfação, você diminui o impacto do estresse no organismo. Não pode tirar uma folga no escritório? Opte por uma caminhada de cinco minutos, que fará uma boa diferença ao seu humor. Um momento de quietude, de silêncio, ajuda a mente a desacelerar e o corpo a relaxar.

Diferentes formas de renovar energias

O DJ carioca Marcelo Janot, recentemente eleito o melhor do Rio pela revista Época, tem uma agenda puxada e acumula várias funções, de segunda a segunda. Crítico de cinema do canal Telecine, do jornal O Globo, editor do site Criticos.com.br, colunista da Revista Noivas, ainda encontra tempo para participar de comissões de seleções de projetos culturais e preparar cursos. E, pelo excesso de atividades, define sua rotina como quase caótica. "Não tenho hora pra começar e terminar de trabalhar", conta. Como forma de recarregar as baterias, Janot não abre mão das aulas de pilates duas vezes por semana. "E sempre que consigo algum tempinho, vou para a piscina do prédio ler um livro". Jantares com a mulher é outra maneira que ele encontra para se energizar. "Se não, eu já teria estafado", reconhece.

Não abrir mão da felicidade é fundamental para se recuperar das demandas. Como a escritora Clotilde costuma fazer. "Ficar sem energia para mim é, felizmente, cada vez mais raro, pois vivo atenta à construção da minha felicidade cotidiana. Mas quando isso acontece, paro e penso: "Onde foi que perdi minha energia?" e começo a fazer uma retrospectiva do que me aconteceu, até descobrir qual foi o episódio que me desviou da trilha", conta ela. Pode ter sido uma palavra que alguém disse, uma coisa que não deu certo. Nestes momentos, Clotilde faz uma pausa para reflexão e, se for possível, acertar o que foi feito errado. "Se não der, relaxo e incorporo aquilo como uma experiência a mais. E pronto. Sempre dá certo". Palavra de quem entende do assunto.

E não se deixe levar pela ideia de que criar estas brechas para a alegria e a satisfação nutrirem suas emoções é irresponsabilidade ou, muito menos, egoísmo. O livro "A Ciência da Felicidade", escrito por uma pesquisadora da Universidade da Califórnia, revela que pessoas felizes são mais produtivas e saudáveis. E quem não quer ter um companheiro de trabalho assim?

Achar alegria e felicidade são processos individuais. Cada um deve saber o que, de fato, traz mais satisfação para o dia-a-dia. Mas caso esteja sem ideias, aproveite uma das dicas abaixo:

  • Se não é possível sair do seu ambiente de trabalho, reserve alguns minutos para massagear as mãos. Este curto momento de relaxamento alivia o estresse, pois as mãos costumam acumular tensões. Basta aplicar uma camada de creme em uma das palmas e com os dedos da outra mão fazer movimentos circulares. Comece pelo músculo que fica abaixo do polegar. Eis o truque: massageie o polegar da base até o topo. Este movimento relaxa pontos de tensão nos ombros, pescoço e couro cabeludo.
  • Sentado em sua cadeira de trabalho, mantenha os olhos fechados, relaxe a coluna e inspire e expire profundamente dez vezes para relaxar os músculos e acalmar.
  • Aspirar aroma de lavanda ajuda a diminuir o estresse, pois ele tem efeito calmante. Tenha sempre às mãos um vidrinho de óleo essencial. Pingue uma gotinha na palma das mãos, esfregue-as, coloque-as próxima ao rosto e inale por alguns segundos.
  • Uma caminhada de cinco minutos ajuda a desacelerar a atividade mental. Algumas pesquisas sugerem que a luz estimula reações no cérebro que melhoram o humor. Para quem vive num país iluminado e solar como o Brasil, isto é um incentivo e tanto. Aproveite este momento também para agradecer pelo o que tem de bom em sua vida. Focar nas bençãos pelas quais é grato faz com que as coisas boas estejam no centro da sua atenção e, então, os assuntos estressantes perdem espaço.
  • Faça algo bom por alguém. Ser gentil ajuda na liberação de endorfinas responsáveis pela sensação de alegria que, mais tarde, se transforma em calma e bem-estar. Além disto, estender a mão a alguém faz você esquecer de seus próprios problemas. A compaixão traz enorme satisfação ao ser humano.
  • Seja gentil com você mesmo. Manifestar amor e cuidado por você, seja respirando calmamente, repetindo um mantra, ouvindo uma música suave ou tomando um café tranquilamente é a melhor maneira de ganhar energia!

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Carolina Arêas

Iniciou sua formação como terapeuta floral através do Healing Herbs, da Inglaterra, estudando as essências de Bach. Também trabalha com Reiki nível II e massoterapia ayurvédica, e é co-criadora do projeto "Word Rocks". Saiba mais »

contato: carolinaareas@yahoo.com.br
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS