Carregando pagina

Saúde > Prevenção e Cuidados

TPM e as alterações do humor feminino

Entenda melhor o distúrbio e veja como tratá-lo de forma natural

 

Quase todo mundo sabe que a famosa Tensão Pré-Menstural (TPM) afeta o estado de humor da mulher. E alguns estudos, como a pesquisa científica realizada pelo bioquímico Mikiya Muramatsu, da Universidade de São Paulo (USP), reforçam essa tese. O que poucos sabem é que esta alteração de humor não ocorre somente no período que antecede a menstruação, mas também durante o período menstrual e até mesmo alguns dias depois, pela alteração abrupta dos níveis hormonais da mulher.

Por isso, muito mais do que "frescurinha" ou forma de chamar atenção, como algumas pessoas adoram contestar, as alterações de humor são o reflexo fisiológico do corpo da mulher pelo aumento da progesterona (hormônio que prepara o útero para a gestação) e da testosterona (hormônio constante nos homens e cíclico na mulher).

Além disso, fatores externos como preocupação, problemas no trabalho e na família, excesso de responsabilidades ou ansiedade - nos primeiros quatorze dias do ciclo, ou seja, os primeiros quatorze dias após o término da menstruação - irão refletir no agravamento da TPM e também na continuidade dessas alterações no período da menstruação e pós-menstruação. Portanto, uma das formas de amenizar esses sintomas é procurar manter o humor mais estabilizado possível nos primeiros quatorze dias do ciclo.

Nesta fase, a mulher deve procurar fazer as coisas que lhe deem prazer, evitar compromissos desnecessários e excessos que lhe causem sensação de extrema responsabilidade. Uma terapia comportamental pode auxiliar no autoconhecimento, fazendo com que cada uma escolha da melhor forma qual tipo de atividade será mais útil para alcançar seu objetivo.

O que há por trás dos sintomas da TPM

Os sintomas da TPM variam de mulher para mulher, mas normalmente tendem a dar origem ao mau humor, irritação, sintomas depressivos e diminuição da libido, assim como maior facilidade para o surgimento de dor de cabeça, crises de choro e agressividade verbal ou até mesmo física. No corpo, pode apresentar inchaço e celulite, novamente por motivo puramente hormonal: o aumento da progesterona.

Segundo o terapeuta transpessoal Diego Pedroso, existem também aspectos psicológicos, derivados do desconforto da menstruação, que acabam por intensificar todos os sintomas fisiológicos, deixando as mulheres incomodadas, com receio de que um fluxo alto suje sua roupa, por exemplo. Outro sintoma comum é que as roupas não caibam, por conta do inchaço causado nesse período. Tudo isso poderá causar ainda mais raiva, agravando os sintomas naturais de desordem do humor.

TPM pode ser tratada por métodos naturais

Existem alternativas naturais que podem ser uma boa saída para mulheres adeptas do mundo alternativo, assim como para aquelas que têm um organismo mais sensível.

Plantas medicinais podem ser utilizadas nas terapias naturais. Confira abaixo alguma delas e aprenda a consumi-las:

  • Agoniada (himatanthuslancifolius), cujas cascas são usadas em forma de chá. O nome "agoniada" vem justamente da ideia de agonia, associada ao desconforto nesse período. É ótima para reduzir cólicas, pois as alcaloides da planta relaxam os músculos lisos, como o útero, diminuindo as contrações.
  • Modo de usar: utilize duas colheres da casca de Agoniada para cada um litro de água. Ferva a mistura durante dez minutos e então tome de duas a três xícaras por dia, durante 28 dias consecutivos, para que possam surgir os efeitos.
  • Angélica (AngelicaSinensis), que normaliza o sangramento para quem tem fluxo intenso e também possui ação analgésica para diminuir cólicas e desconfortos físicos.
  • Modo de usar: utilize duas colheres do extrato de Angélica para cada um litro de água. Ferva a mistura durante dez minutos e então tome de três a cinco xícaras por dia, durante 28 dias consecutivos, para que possam surgir os efeitos.

O extrato de Angélica e a casca de Agoniada - também conhecida como jasmim-manga ou quina mole - podem ser encontrados em farmácias de manipulação. Como ambos trabalham a ação muscular do útero, é importante evitar seu uso durante a gravidez.

Outra forma de combater a TPM é por meio de atividade física. Os exercícios físicos - sejam eles aeróbicos (de baixa ou média intensidade, e longa duração), ou anaeróbicos (de alta intensidade e pouca duração) - reduzem sintomas da TPM, como a alteração constante de humor, a irritabilidade, a retenção de líquido e a instabilidade emocional. Isso ocorre porque a atividade física libera endorfina no corpo, que provoca a sensação de bem-estar. Para potencializar ainda mais este efeito, o ideal é optar por uma atividade física que lhe dê prazer.

Consciência feminina

As alterações de humor que ocorrem antes, durante ou depois da menstruação não são um distúrbio, mas sim um efeito normal. Isso ocorre pelas alterações hormonais que estão intimamente relacionadas com nossos comportamentos e o estresse que antecede este período.

Apesar dos sintomas serem respostas naturais do corpo, a maioria das mulheres sabe que eles não são nada agradáveis. Então, experimente colocar em prática as dicas que aprendeu para amenizar essas reações, por meio de tratamentos fáceis e naturais.

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Roberta Struzani

Especialista em sexualidade feminina, autoconhecimento e autoestima. Fisioterapeuta pós-graduada em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia. Saiba mais »

contato: contato@odespertardofeminino.com.br
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS

Holis é uma empresa do Grupo Personare