Nydia Monteiro
Por Nydia MonteiroLeia em 9 min.21/06/2010 Atualizado em 07/05/2018

Sua voz, uma ponte para a harmonia

Entenda como a voz pode demonstrar seu humor, maturidade e equilíbrio

Entenda como a voz pode demonstrar seu humor, maturidade e equilíbrio

Sua voz, uma ponte para a harmonia

Voz é energia. São as vibrações de alguém que atingem o outro e provocam uma resposta, seja positiva, neutra ou negativa. Pode-se conhecer o universo de uma pessoa pela sua voz. Faço a diferenciação aqui de fala, que é o som articulado e demonstra o exercício intelectual que fazemos para atingir uma comunicação. A voz demonstra exatamente as emoções embutidas nas palavras. Através dela demonstramos o nosso bem-estar, disposição, humor, educação, tranquilidade ou nervosismo, maturidade, caráter, desejos, verdade e evolução. Ou seja, nosso equilíbrio biopsicosocioespiritual.

Uma boa voz conserva seu tom natural (timbre), intensidade adequada ao ambiente (volume compatível), andamento (velocidade) apropriado ao ouvinte, variações de inflexões, ritmo, acentuações, pausas. E objetivando, sempre, impactar o outro, para isso necessitando a escuta, a observação, a adequação imediata para a melhoria da interação. Para se ter uma voz que desperte a vontade nos outros de ouvi-la, é necessário desenvolver a capacidade de ouvir outras vozes, observá-las e respeitá-las. É vital também a auto-escuta, ou seja, ouvir-se, mergulhar nas vibrações de sua voz e o que ela pode transmitir.

Exemplos

Vozes fracas ou roucas

Indicam geralmente uma pessoa doente ou com alteração emocional (medo, depressão, timidez, insegurança). Ou falta de vontade de interagir com o outro.

Vozes fortes ou claras ou vibrantes

Indicam pessoas saudáveis, alegres, bem humoradas, disponíveis à interação e evolução.

Vozes suaves, agradáveis ? Indicam pessoas tranqüilas, equilibradas, pacientes, educadas e saudáveis.

Vozes ríspidas, autoritárias

Indicam pessoas que lideram, são corajosas e gostam de decidir situações. Nem sempre agradáveis.

A voz que é mais usualmente empregada em nosso dia-a-dia demonstra nossa personalidade. Mas podemos e devemos adequá-la conforme a situação vivenciada. Para isso, o exercício para o autoconhecimento é muito importante.

Dicas

  1. Ler, em voz alta, textos com conteúdos variados. Empregar diferentes andamentos, acentuações, intensidades. Ou seja, interpretar de formas diferentes.
  2. Cantar em ambientes diferentes de sua casa, testando espaços físicos diferentes. Utilize volumes diversos, desde o mais baixo ao mais alto. Experimente crescer e decrescer o volume.
  3. Conversar olhando mais seu ouvinte, percebendo o ritmo atual do mesmo e adequando o seu ritmo ao dele. Caso ele esteja desanimado, experimente utilizar sua voz para animá-lo. Acelerando-a, acentuando-a e causando alteração benéfica. Se, ao contrário, estiver agitado, aja inversamente.
  4. O sorriso costuma suavizar uma voz e torná-la agradável.
  5. Gravar sua voz e se ouvir é muito bom para sua própria análise.
  6. Ouvir e analisar as vozes de outras pessoas em relação ao impacto que lhe causam é uma boa forma de se ter referências. Positivas ou negativas.

Buscar a harmonia neste mundo tão conturbado é essencial a uma melhor qualidade de vida. Sua voz, tão pessoal e única, pode ser uma ponte para esta almejada harmonia. Passe a usá-la de forma mais consciente no seu dia-a-dia e confira o poder de transformar aos coisas ao seu redor. Você pode!

Nydia Monteiro

Nydia Monteiro

Educadora Musical e musicoterapeuta.Pós-graduada em musicoterapia, atende em Teresina e é pioneira nesta especialidade no Piauí.