Carregando pagina

Saúde > Prevenção e Cuidados

Respiração e qualidade de vida

Exercícios de reeducação respiratória para ganhar mais energia

 

Nascemos respirando plenamente, porém, a vida sedentária, as emoções pesadas e o stress do dia-a-dia, fazem-nos perder esta capacidade de trazer mais vida para o nosso corpo. Pois a forma como respiramos está diretamente ligada às nossas emoções. Você já reparou como respira de forma diferente quando está ansioso ou agitado? Essas tensões emocionais podem causar contrações musculares. Respirando corretamente, no entanto, a oxigenação relaxa os músculos e permite que as emoções sejam mais facilmente administradas.

Para reaprender a respirar corretamente, podemos realizar exercícios de reeducação respiratória, que se incorporados ao nosso cotidiano, nos garantem mais qualidade de vida. Para começar, conscientize-se de como você respira, se é pelo abdômen ou pela parte alta dos pulmões. Estima-se que a maior parte da população utiliza 10% da capacidade pulmonar. Entretanto, respirar de forma correta consiste em utilizar toda a plenitude pulmonar, parte baixa, média e superior. Entenda melhor:

  • Inspire expandindo o abdômen, depois afaste as costelas e por último leve o tórax para o alto.
  • Ao exalar, esvazie primeiro a parte superior dos pulmões. Logo em seguida, aproxime as costelas e finalmente contraia a barriga.
  • Se tiver dificuldade no início, pode utilizar a respiração baixa que compreende 60% da totalidade dos pulmões. Consiste em ao inspirar descontrair o abdômen e ao expirar contraí-lo.

Depois de assimilar a respiração ampla e consciente, podemos explorar outros aspectos mais profundos. Lembre-se: A forma pela qual respiramos está diretamente relacionada a maneira que interagimos com o mundo ao nosso redor. "A forma pela qual respiramos está diretamente relacionada a maneira que interagimos com o mundo ao nosso redor. " A respiração ampla e lenta está ligada a estados de felicidade, plenitude e realização pessoal. Por outro lado, se é caótica e curta, está correlacionada a estados de tensão e ansiedade.

Coloque em prática o que foi visto acima, ganhe mais energia e cultive emoções construtivas. Este é um grande passo para iniciar profundas transformações na sua vida.

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Rafaella Coelho

Instrutora de SwáSthya Yôga, adora compartilhar qualidade de vida e autoconhecimento. Ministra aulas particulares ou em grupos na Uni-Yôga Leblon, no Rio de Janeiro Saiba mais »

contato: rafaella.coelho@uni-yoga.org.br
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS