Carregando
PUBLICIDADE

Amor > Relacionamento

Química em relacionamentos amorosos

Como a Astrologia explica as mudanças que vivemos ao nos apaixonar

Por: Alexey Dodsworth

 

Uma das mais fascinantes utilidades do estudo da Astrologia reside exatamente na possibilidade de entendermos melhor as pessoas através do estudo de suas cartas astrológicas de nascimento. Descortina-se à nossa percepção a oportunidade de compreendermos diferenças individuais que, de outro modo, seriam mal interpretadas.

A Astrologia classifica os temperamentos em quatro tipos, de acordo com os elementos: Fogo, Terra, Ar e Água. Os tipos de Fogo e Ar são mais parecidos entre si e se comunicam melhor, assim como os tipos de Terra e Água manifestam similaridades que tornam a relação mais confortável. Nada impede, contudo, que um tipo do elemento Fogo se relacione com o tipo do elemento Água. Muito embora ocorram atritos, tais diferenças podem ser substancialmente positivas não apenas para o relacionamento, como também para o crescimento individual.

Quando namoramos, um processo "químico" se processa, e não apenas transformamos o outro, como somos por ele transformados."Quando namoramos, um processo "químico" se processa, e não apenas transformamos o outro, como somos por ele transformados."

Os elementos astrológicos interagem, gerando pessoas inteiramente novas.

Para a Astrologia, a análise simbólica do posicionamento de Vênus numa carta astrológica é muito importante. Vênus diz respeito aos nossos gostos, à nossa busca por prazer e satisfação. E a melhor forma de compreender os tipos diferentes de Vênus é fazendo um contraste entre elementos que são psicologicamente opostos que, mesmo se estranhando no início, causam grande mudança na vida um do outro.

Quando Vênus se encontra nos elementos Fogo e Ar (Áries, Gêmeos, Leão, Libra, Sagitário e Aquário), nos vemos diante de um tipo que aprecia a sensação de conquista, de aventura e novidade. Se você deseja conquistar o coração de alguém assim, valem algumas dicas importantes, portanto preste atenção: nunca, de forma alguma, pareça fácil ou demonstre que seu coração foi conquistado. Os tipos de Áries, Leão e Sagitário, por exemplo, gostam de desafios, da sensação de conquista, da adrenalina do primeiro beijo, daquele momento em que não sabemos se o outro irá nos corresponder ou não. Se você oferecer segurança demais, a pessoa pode simplesmente enjoar e partir pra outra. Além disso, não cometa a loucura de propor programas domésticos ou rotineiros para um tipo de Vênus em Fogo ou Ar, a não ser que você saiba ser original e fazer algo de bem diferente no âmbito da própria casa (algo como um jantar com aqueles amigos tailandeses, ou uma noite de queijos e vinhos com um grupo que toca harpa, por exemplo). Evite fazer cobranças, incorporando o modelo "mãe/pai chato(a)". Os tipos de Vênus em Fogo e Ar reagem bem a lembranças sutis, mas reagem muito mal a cobranças agressivas.

E se você quer mesmo conquistar o coração de alguém com esta configuração astrológica, preste atenção para este detalhe fundamental: neste caso, o ciúme pode acabar com tudo. Gente com Vênus em Ar e Fogo costuma ter uma coleção muito substancial de troféus amorosos que pode irritar. Gêmeos, Libra e Aquário, por exemplo, são cortejadores natos, e parecem estar dando em cima dos outros o tempo todo. A pessoa astuta lidará com isso de uma forma relativamente tranqüila, evitando demonstrar ciúmes, principalmente em relação a coisas que já passaram. Por ser vaidoso, o tipo de Vênus em Fogo pode irritar um pouco com sua tendência de chamar atenção a todo custo, se colocando sempre numa posição de ?objeto de desejo? dos outros. Do mesmo modo, o tipo de Vênus em Ar costuma ser tão bem relacionado que causa insegurança em seus parceiros. Com o tempo, entretanto, o Fogo se toca da necessidade de maior estabilidade e termina se aquietando com uma parceria mais firme. E o Ar aprende a ser menos "sociável" e mais seletivo em seus relacionamentos.

No outro extremo do espectro astrológico, encontramos os tipos de Vênus em Terra ou Água (Touro, Câncer, Virgem, Escorpião, Capricórnio e Peixes). Para este tipo, a estabilidade afetiva é fundamental e, para conquistá-lo, é preciso conquistar sua confiança, coisa que pode demorar um pouco. Dados à suspeita, os tipos de Terra e Água são fáceis de magoar, e ficam com o pé atrás em relação à maioria das pessoas ou situações. Podem parecer ossos duros de roer, e são sem dúvidas menos afetuosos e "dados" do que os do tipo Fogo/Ar, mas quando sentem que estão pisando em terreno sólido são capazes de uma dedicação e constância dignos de um romance de cinema. Por outro lado, ainda que sejam tão dedicados e fiéis, são conhecidos por serem cobradores, possessivos e controladores, sendo dados a dramáticos ataques de ciúme quando se sentem ameaçados. A melhor forma de evitar tais chiliques é demonstrando, de maneira amorosa, que a pessoa que você diz amar é efetivamente amada e está em primeiro, segundo e terceiro lugar em sua vida.

Se você deseja seduzir um tipo de Terra ou Água, convide-o para programas intimistas, sem muita "ferveção", pelo menos no começo. O tipo de Vênus em Água costuma ser mais afetivo e doce do que o tipo de Vênus em Terra, que costuma demonstrar que ama mais a partir de atitudes práticas do que de palavras. Tanto o tipo de Terra quanto o tipo de Água gosta de demonstrar ciúmes, e gosta mais ainda quando o outro também demonstra. Por isso, se quer fazer a felicidade de alguém com esta configuração, dê um chiliquezinho de ciúmes de vez em quando, nem que seja só uma ceninha. A pessoa vai adorar. É importante também saber que, para este tipo, demonstrações sólidas são importantes. Palavras, apenas, não seduzem. Nunca pense que vai ganhar aquela gatinha ou aquele rapaz simplesmente jogando charme ou dizendo coisas bonitinhas. O tipo Terra/Água é altamente desconfiado do reino das palavras. Eles entendem que qualquer um pode dizer qualquer coisa, mas que poucos são os que demonstram o que dizem. E não perdoam uma mentira, de modo que veja bem o que você faz quando namorar com alguém deste tipo astrológico!

Apesar dos tipos de Fogo geralmente se atraírem pelos tipos de Ar e os tipos de Água se atraírem pelos tipos de Terra, não é nada incomum que relacionamentos maravilhosos envolvendo elementos conflitantes ocorram. Quando os elementos conflitantes se encontram, atritos podem ocorrer, mas conduzem ao crescimento mútuo. Afinal, sem a Água, o Fogo jamais cessaria sua busca incessante por novas aventuras. Sem o Fogo, a Água estagnaria numa morosidade inativa. Sem a Terra, o Ar não aprenderia a ser mais prático. Sem o Ar, a Terra faria as coisas sempre do mesmo jeito. Sem o Fogo, a Terra tenderia à melancolia. Sem a Terra, o Fogo nunca construiria absolutamente nada. Sem o Ar, a Água viveria imersa no passado. E sem a Água, o Ar se perderia em atividades sociais superficiais. Como se vê, o caminho da evolução interior se dá com mais eficiência quando é a dois. Além de ser mais intenso, tal caminho será muito mais prazeroso.

Lançamento do autor

Planeje o seu dia sabendo as tendências gerais da Astrologia. Conheça aqui nosso novo serviço de SMS.

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Alexey Dodsworth

Consultor da UNESCO no Brasil e mestre em Filosofia e Ética pela USP. Astrólogo há mais de 20 anos, autor de livros do gênero e também das análises de Astrologia, Tarô e Runas do Personare. Saiba mais »

contato: alexey-revista@personare.com.br
  • e-mail
  • Imprimir

MATÉRIAS RELACIONADAS

E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS

Holis é uma empresa do Grupo Personare

NEWSLETTER

GRATIS
minimize close
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA A NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS