Carregando pagina

Carreira e Dinheiro > Aperfeiçoamento Profissional

Minha profissão me realiza?

O trabalho não é apenas um meio de ganhar dinheiro ou admiração

 

Com uma carga horária de oito horas diárias, que normalmente costuma se estender, dedicamos pelo menos metade de nossas vidas ao nosso trabalho. Através dele temos a oportunidade de nos realizarmos, de darmos nossa contribuição para fazer um mundo melhor, não importando o tipo ou amplitude de nossa função. Ainda que aparentemente certas ocupações possam parecer pequenas ou de baixo valor, o sentimento e intenção com os quais as realizamos sempre fazem diferença.

Em um mundo onde os padrões de sucesso são tão estereotipados, e em que poder e dinheiro são tão valorizados, gostar de servir aos outros, por exemplo, pode ser considerado algo de menor valor para muitos. Mas o que realmente faz um trabalho ter pouco valor é a baixa satisfação e realização que ele proporciona a quem o realiza. Pois o real valor do trabalho é a energia que colocamos nele.

Reflita:

  • Qual a verdadeira motivação de suas escolhas profissionais?
  • O seu trabalho representa apenas uma maneira de ganhar dinheiro?
  • Você se apega ao status e ao glamour do seu cargo, da sua empresa ou da sua profissão?
  • Você se sente pressionado pelos pais, familiares, amigos e sociedade para escolher e realizar seu trabalho?

Pressão x realização

Se para você o reconhecimento dos outros pesa muito, é interessante repensar seus valores, pois bem provavelmente você vem deixando de lado os seus verdadeiros desejos para buscar a aceitação dos outros. Se está em uma profissão e trabalho simplesmente porque acha que é preciso ocupar-se, ou pelo salário, pela imagem, ainda que faça um bom trabalho, se não sente satisfação, como pode ser feliz e contribuir para o mundo com todo o seu potencial? Porque se deixa limitar-se?

Colocamos muitos empecilhos, influenciados por pressões externas. Mas essa pressão só existe se nos deixamos levar por ela. É normal sentirmos medo de sair daquilo que já conhecemos e parece mais seguro, da ilusão de fazer o que dizem ser o melhor, e assumir o risco por conta própria de buscarmos nossa felicidade. Ir contra a maioria pode exigir uma coragem e força, que de início pode nos desanimar. Mas o poder pessoal e a realização que adquirimos quando vivemos a nossa verdade compensam qualquer sentimento desagradável que de início possa haver.

Trabalho não é apenas um meio de ganhar dinheiro ou de ser aceito e admirado. Muito mais do que isso, pode ser um meio de ser feliz, de se realizar, de fazer um mundo melhor. É sua escolha!

Reflexões que podem ajudar:

  • Qual sentimento aflora quando penso em minha escolha profissional e meu trabalho? Força, bem-estar, motivação? Ou frustração, angústia, aprisionamento?
  • Acho meu trabalho bonito, gosto do que ele representa. Mas ele realmente me satisfaz?
  • Quando penso em meu trabalho me identifico e fico satisfeito com ele, mas no dia-a-dia não sinto prazer realizando-o.
  • Estou realizando um verdadeiro desejo ou estou atendendo aos anseios de meus pais, familiares, amigos?

Muitas vezes ao abrir mão de nossa vontade durante muito tempo, esquecemos quem somos e o que queremos."Muitas vezes ao abrir mão de nossa vontade durante muito tempo, esquecemos quem somos e o que queremos." E quando olhamos novamente para nós, já não sabemos mais quais são nossos reais desejos.

Como saber o que realmente quero?

  • É preciso entrar em contato com você mesmo para descobrir. O primeiro passo é aprender a acalmar a mente, para poder acessar os seus desejos sem a interferência dos seus pensamentos. A meditação é uma ótima maneira para conseguir acalmar a mente .
  • Quando conseguir manter-se em estado meditativo, entrar em contato com aquela parte sua mais pura, mais verdadeira e se coloque na intenção de perceber qual o seu direcionamento profissional. Permita-se sentir, perceber quais impressões vêm para você na forma de sentimentos, ideias, sonhos, percepções. Deixe fluir e tente não racionalizar, apenas perceba o que vem para você.
  • Anote suas percepções, elas podem lhe indicar quais são os seus verdadeiros anseios e desejos.

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Ceci Akamatsu

Terapeuta acquântica, faz atendimentos presenciais no Rio de Janeiro, em São Paulo e à distância. É a autora do livro Para que o Amor Aconteça, da Coleção Personare.  Saiba mais »

contato: ceciakamatsu@gmail.com
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS