Medo da crise financeira atrai mais escassez para sua vida

Meditação ativa ajuda a transformar temores em ações bem-sucedidas

Medo da crise financeira atrai mais escassez para sua vida

Crise econômica, falta de dinheiro e desemprego. Esta é a realidade que estamos vivendo atualmente. Então, como podemos nos beneficiar com este desafio? A Meditação Ativa é uma possibilidade de você transformar suas aflições mais profundas em ações bem sucedidas. Para isso, basta estar concentrado e focado em você neste instante, ou seja, viver intensamente o momento presente. Afinal, é só no agora que temos a oportunidade de fazer alguma coisa.

O passado e o futuro na verdade não existem. O que ficou para trás insiste em ficar em nossas mentes, mas isso só nos limita, pois ficamos reeditando cenas e situações que nos impedem de ir de encontro ao novo. O futuro ainda não aconteceu. É no presente que a mente fica focada e um silêncio se estabelece naturalmente, pois nada mais faz sentido a não ser o que estamos realmente vivendo agora. Fora disso não existe silêncio interno. É neste lugar, na mente silenciosa, que a criatividade tem a melhor condição para se manifestar. Então, mais do que nunca, está na hora de assumirmos viver no momento presente. Afinal, os desafios estão intensos e devemos aprender com eles.

Os últimos meses de 2015 apresentaram um cenário financeiro muito grave para nós, brasileiros. Muitos foram demitidos e perderam a segurança financeira ou seus sonhos e projetos. Sem citar outros desequilíbrios importantes que nossa sociedade vem passando, percebo que este é um momento que nos traz a oportunidade de mudar as coisas para melhor. Não vejo este momento como uma crise passageira, mas sim como um tempo que exige grandes mudanças externas e também internas a serem realizadas. A superação de nossos sofrimentos vem assim que olhamos com coragem e disposição para transpô-los.

Acreditar na crise ativa medos profundos

Não esta fácil para ninguém, mas isso não significa que devemos ficar presos na crença da escassez. A maioria de nós acredita em algum grau na escassez e por isso é importante olhar para esse aspecto. Temos o hábito de vitimizar nossas situações de vida e assim ativamos nossos medos mais profundos, que de forma natural e inconsciente nos jogam no medo de perder ainda mais e mais.

Avalie os seus pensamentos e seja honesto. Você sente este medo?

O medo é algo natural e positivo em várias situações de sobrevivência. Mas aquele que nos paralisa e nos cristaliza em pensamentos repetitivos não nos ajuda em nada, pelo contrário, só nos aprisiona em um universo infinito de “nãos” para a vida.

Visto isso com verdade, temos condições de começar a nossa busca sincera pela mudança de comportamento, que vai gerar também uma mudança externa importante e satisfatória. Devo lembrar aqui que vivemos sobre a influência imbatível da Lei de Causa e Efeito: “As forças atuam sempre em pares. Para toda força de ação, existe uma força de reação”, 3ª Lei de Newton – Física Clássica. Então, se mudarmos nossas crenças, pensamentos, sentimentos e ações estaremos perto de concretizar uma nova realidade. Se não fizermos isso, ainda permaneceremos sob a Lei de Causa e Efeito, mas neste caso provavelmente atraindo aquilo que tememos.

Temos o hábito de vitimizar nossas situações de vida e assim ativamos nossos medos mais profundos, que de forma natural e inconsciente nos jogam no medo de perder ainda mais e mais.

E agora o que você escolhe fazer? A escolha é sua e de mais ninguém. Nem mesmo do destino. É a Lei. Costumo dizer que se plantamos abacaxi, não colheremos maçãs. Se pensamos e sentimos medo, colheremos ainda mais tristeza. Tente assimilar essa verdade.

Ferramentas mudam a forma de lidar com problemas

Para você que escolheu mudar ou ao menos questionar o que estou falando, vou sugerir algumas ferramentas simples que podem ajudar neste processo de transformação.

Mantras

Recentemente um amigo querido propôs nas redes sociais um mantra (que nada mais é do que a repetição de uma sílaba, palavra ou versos, com o intuito de pacificar sua mente) para os momentos difíceis. Em um vídeo que produziu, ele falava: “quando você estiver num momento bem difícil, experimente repetir o mantra “Estou nem aí”. Na verdade, a sugestão é trazer mais bom humor ao seu dia a dia”. Eu, particularmente, achei muito boa a sugestão, pois é importante mudar a sensação de perda ou derrota, para algo mais positivo. Com o mantra “Estou nem aí” – ou qualquer outro que prefira usar – você desarma a ramificação neural que estava pronta para despejar em seu sistema celular a química que reforça o vício no sofrimento. Essa nova, positiva e bem humorada postura ativa em seu cérebro o comando de que está tudo bem, apesar das aparências. Eu acrescentaria a esta repetição positiva ainda um desfecho: “Estou nem aí! Sei que no final vai dar tudo certo mesmo”. Experimente!

Foque na alegria

Após olhar com verdade para minha condição emocional e dando sequência a nossa reprogramação mental, trago mais um hábito meu. Adoro pensar que se a situação ainda não está boa para mim, é porque o processo de resolução não terminou. É muito bom sentir como vai ser maravilhoso quando tudo for resolvido positivamente para todos. Foco na sensação de alegria que terei e nunca fico imaginando como serão as soluções, pois não conheço todas as possibilidades além da minha limitada mente. Sempre que uso esses pensamentos nos meus momentos desafiadores, acabo me sentindo mais leve e forte para continuar minha jornada em direção à paz interna e externa. Sei que você pode estar pensando que o seu momento é muito grave e que está sofrendo muito, mas mesmo assim eu insisto que renuncie a estes sentimentos que são a sua verdade neste momento e aceite a possibilidade de olhar para tudo por outro ângulo. Ao menos tente!

Abra-se ao novo

Após ter rompido com a forma mais comum de lidar com seus problemas, proponho mais um exercício. Assim que você sair do lugar de vítima da vida, do chefe, da sociedade ou mesmo da situação negativa em si, comece a se permitir uma ação positiva. Ela lhe levará às mudanças não só na motivação interna, mas efetivamente na sua situação externa atual. O momento de crise pede criatividade. E se não acessarmos o novo, ficamos presos à mesmice e à mercê da covardia da própria vitimização e infelicidade, repetindo as mesmas situações de vida.

Aja! Qual a única coisa que pode fazer agora?

Após a superação de seus maiores receios, siga em frente. Então, para você que realmente quer fazer diferente e está disposto a olhar as dificuldades que se apresentam com coragem e disposição, sugiro ação. Se de alguma forma já está se permitindo desejar a renúncia consciente desta realidade desagradável, crie o hábito de uma postura ativa, que pode vir facilmente com esta indagação: qual é a “única coisa” que posso fazer “agora”? A única coisa. E faça. Não importa o que possa vir em sua mente, faça. E depois se pergunte de novo: qual é a única coisa que posso fazer agora? E continue fazendo e se perguntando: “e agora?”. No fim do dia você provavelmente estará menos ansioso e talvez até mais animado. Com esta nova postura, a de vítima perderá espaço para as novas maneiras de resolver seus problemas.

Experimente estas ferramentas, pois elas podem ser realmente reveladoras neste novo posicionamento que estou sugerindo. Exercite durante um mês ou mais, ou pela vida toda. Vicie seus neurônios em pensamentos e ações positivas. Saia da mente que mente todo o tempo, que cria estórias, novelas e ate filmes inteiros com supostas situações que na maior parte das vezes só nos trazem ainda mais sofrimentos. Já reparou como imaginamos com frequência coisas horríveis em nossas mentes? A verdade é que nunca temos condição de deduzir o que vai nos acontecer quando estamos presos na mente fantasiosa.

Mas se agirmos em direção ao pensamento produtivo, a ausência de medo e a criatividade virão naturalmente e, com isso, as soluções consistentes que podem mudar sua vida para muito melhor também. E quem sabe até para as pessoas à sua volta. Estamos sempre sob a influência da Lei de Causa e Efeito, lembre-se disso. Deseje o melhor para você e para os outros, pois se todos estiverem bem, o seu próprio mundo ficará ainda melhor.

Tendo a acreditar que podemos ir ainda mais longe. Com este movimento de despertar, o criativo encontra espaço para expandir e nos trazer a prosperidade desejada. Com isso, acredito que gradativamente poderemos mudar todo o planeta com a nossa transformação pessoal.

Comece com você a mudança que deseja para seu mundo. Seja honesto, assuma a sua responsabilidade sobre o que lhe acontece no dia a dia. E aja, agora. Pois só o “presente” poderá mudar a sua vida para melhor. Qual é a única coisa que você pode fazer agora a seu favor? Sorria!

Regina Restelli

Regina Restelli

Criadora da Terapia dos Chakras, que promove autoconhecimento e expansão da consciência amorosa. Suas consultas limpam as crenças no campo energético, trazendo bem-estar e energia para autotransformação.