Carregando pagina

Beleza > Estética

Mais vida aos cabelos com química

Recupere a saúde de fios submetidos a alisamentos, relaxamentos e mais

 

Muitas mulheres no Brasil fazem uso de procedimentos químicos nos cabelos, como escovas, alisamentos ou relaxamentos. Apesar das pessoas buscarem esses métodos para ficar com um visual mais bonito, a química pode provocar danos na fibra capilar, deixando os fios enfraquecidos, quebradiços e pobres em proteínas e nutrientes.

De acordo com a dermatologista Denise Barcelos, o alisamento e o relaxamento alteram permanentemente a estrutura do fio, enquanto a escova progressiva com formol sela a fibra capilar, dificultando a penetração de tratamentos de hidratação nos cabelos. "Esses processos são extremamente agressivos e muitas vezes causam prejuízos irreversíveis, comprometendo a saúde capilar", alerta.

O cabeleireiro Paulo Schettini acredita que cabelos finos e porosos, além das madeixas que já receberam algum tipo de química, têm mais facilidade de ficarem danificados. "Fios que naturalmente apresentam pontas mais claras e duplas merecem o dobro de cuidado. Mas isso não significa que donos de cabelos cacheados, ondulados e lisos podem descuidar da aparência. A partir do momento que você faz uso de alguma química, deve ter em mente que seus cabelos precisarão de cuidados constantes", avalia o especialista, que trabalha no MG Hair, em São Paulo

Seu cabelo tem química? Veja como tratar:

Atualmente, a melhor forma de recuperar a saúde dos fios depois de um processo químico é por meio da hidratação. De acordo o visagista Robson Trindade, esta técnica deve ser feita a cada 15 dias. A ideia é devolver maciez aos cabelos e repor as proteínas da fibra capilar.

"O mercado já disponibiliza inúmeros cremes de qualidade para tratamento domiciliar. O sal, por exemplo, é inimigo mortal do cabelo, pois remove a água dos fios, deixando-os desidratados. Por isso, é fundamental usar shampoos e condicionadores sem esse componente. Já as máscaras capilares funcionam como uma espécie de camuflagem, impedindo que agentes externos, como sol e vento, penetrem na fibra", pontua o profissional do Red Door Saloon e Spa, em São Paulo.

Além disso, quem possui cabelos quimicamente tratados precisa usar cremes sem enxágue, como o leave-in, nas pontas dos fios para impedir o ressecamento. O ideal é aplicar esse tipo de produto com o cabelo ainda úmido, e começar a passá-lo em movimentos do meio para as pontas dos fios.

"Cabelos que ficaram muito secos ou danificados depois da química merecem tratamentos com cremes noturnos ou reparadores, que devem ser usados pelo menos uma vez por semana. Em média, depois de um mês já é possível perceber melhora no aspecto dos fios", garante Paulo.

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Equipe Personare

Nós, da equipe Personare, também estamos em um processo constante de conhecimento sobre nós mesmos, sobre o mundo e sobre as relações humanas. Saiba mais »

contato: conteudo@personare.com.br
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS