Juliana Garcia
Por Juliana GarciaLeia em 12 min.29/02/2012 

Equilibrando prós e contras da vida

Ferramenta ajuda a organizar o tempo e a curtir mais o dia-a-dia

Ferramenta ajuda a organizar o tempo e a curtir mais o dia-a-dia

Equilibrando prós e contras da vida

Apresento a vocês uma ferramenta de autoconhecimento: o Curtigrama. Ele consiste num diagrama relativo aos nossos gostos e ações, àquilo que “curtimos”. Em geral, o Curtigrama é utilizado com a finalidade de entender aquilo que nos agrada ou não, sendo um dos recursos investigativos em processos de orientação profissional. Assim, ele apoia que o orientando compreenda melhor que tipo de ocupações mais se aproximam do seu jeito de ser.

No entanto, o Curtigrama pode ser também uma ferramenta interessante para avaliar como está o nosso aproveitamento do tempo: estou me dedicando mais ao que gosto ou estou mais preso a coisas que não me agradam? Por outro lado, estou conseguindo priorizar as ações que me levarão aonde quero chegar, ou estou me perdendo pelo caminho? Estou conseguindo equilibrar o relógio da vida?

A ferramenta é bem simples de fazer. Às vezes pensamos que para algo nos proporcionar reflexões profundas precisa ser complexo, mas isso não é verdade. Coisas simples podem nos oferecer ideias e inspirações muito interessantes, abrindo nossa mente para perceber mais além. Como mostra a tabela acima, divida uma folha de papel em quatro quadrantes.

Gosto e Faço

No campo “Gosto e Faço”, você escreverá todas as coisas que você gosta e faz no cotidiano. Inclua seus hobbies, as atividades de trabalho que lhe dão prazer, enfim, aquilo que você se sente bem fazendo e que costuma incluir no dia-a-dia. Espero que essa lista tenha um tamanho considerável e esteja recheada com coisas bem agradáveis para você.

Não gosto e Faço

Dentro deste campo podem estar alguns deveres que precisamos continuar cumprindo. Porém, podemos lançar um olhar de avaliação também. Você anda cercado pelo sentimento de sempre se sentir obrigado a algo? Avalie profundamente e entenda como isso ocorre, a que isso serve, vá se aproximando mais e mais da compreensão do “para quê” de suas tarefas cotidianas.

Para uma boa organização do seu tempo, classifique suas atuais atividades:

  1. Atividades indelegáveis: são prioritárias, essenciais e importantes. E estão alinhadas com os seus valores, seus objetivos, suas metas. Ou seja, aquilo que não se pode e nem se deve delegar, porque são atividades que cabem a você e que fazem sentido para o seu caminho.
  2. Atividades delegáveis: não, você não vai conseguir abraçar o mundo! Faça uma lista de atividades que você pode passar adiante, dividir, pedir apoio. Aí podem entrar até mecanismos como: será que você precisa perder horas no banco ou pode colocar algumas contas no débito automático?
  3. Atividades de segundo plano: será que você precisa mesmo acessar seu Facebook agora? Pense naquelas atividades que não são essenciais, que podem ficar em standby para que você realize primeiro o que é realmente importante.
  4. Atividades a serem descartadas: essas definitivamente só roubam seu precioso tempo, não servindo para muita coisa ou até sendo prejudiciais. O tempo que você perde pensando no passado ou com medo do futuro, aquelas conversas infrutíferas, os vícios secretos que só lhe fazem mal, enfim, ouça seu coração com sinceridade e você saberá quais itens entram nessa lista!

Gosto e Não faço

Este campo pode dar uma boa ideia daquilo que não tem mesmo nada a ver com você. Ou até quem sabe, se você quiser ser um pouco mais ousado(a), encontrará uma dimensão de habilidades a desenvolver.

Então, que tal se conhecer melhor através do Curtigrama? Espero que faça bom proveito dessa ferramenta e curta mais a vida.

Juliana Garcia

Juliana Garcia

Escritora, consultora, coach, psicóloga e psicodramatista. Atua apoiando as pessoas a pensarem criativamente para dar vida às suas ideias, paixões e projetos. Contato: contato@julianaggarcia.com.br