Carregando pagina

Família > Filhos

Dificuldade ou transtorno de aprendizagem?

Entenda possíveis causas do baixo desempenho escolar

Por: Bianca Marques

 
Imagem: Dollar Photo Club

O que todos os pais que têm filhos no colégio mais esperam no começo de um ano letivo é que os pequenos apresentem um bom desenvolvimento escolar. Mas quando percebem que a criança não consegue entender e executar tarefas e instruções, o que fazer? Antes de considerar a existência de algum distúrbio, vale saber como diferenciar uma dificuldade de aprendizagem de um quadro de transtorno de aprendizagem.

Entendemos como dificuldade de aprendizagem qualquer obstáculo encontrado nesse processo de ensino-aprendizagem causado por fatores externos, como metodologia de ensino inapropriada, conflitos familiares, mudanças frequentes de escola ou diferenças culturais. Ou seja, o ambiente é que acaba provocando essa dificuldade.

Já o transtorno de aprendizagem tem motivos intrínsecos, ou seja, é parte da criança."o transtorno de aprendizagem tem motivos intrínsecos, ou seja, é parte da criança."

Ela recebe adequadamente a informação do meio externo, porém tem uma falha na integração, no processamento e no armazenamento, resultando em um problema na "saída" das informações - seja pela leitura, escrita ou cálculo. Há uma discrepância entre grau de inteligência, escolaridade e idade e o desempenho escolar.

Dentro desses transtornos, podemos encontrar a Dislexia (dificuldade de leitura e por vezes de escrita, que pode afetar também a percepção dos sons da fala, e se manifesta inicialmente durante a fase de alfabetização), Disortografia (trocas de letras na escrita), Discalculia (dificuldades com as habilidades matemáticas) e até mesmo o TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade).

Conheça alguns sinais de que a criança possua um transtorno de aprendizagem:

  • Baixo desempenho na escola, mesmo demonstrando ser bem esperta em outras atividades;
  • Dificuldade em entender e cumprir tarefas e instruções;
  • Dificuldade em entender o conceito de tempo, confundindo o ontem com o hoje ou o amanhã;
  • Dificuldade em aprender as cores;
  • Dificuldade na alfabetização;
  • Escreve palavras com sílabas faltando ou inverte a posição das letras;
  • Faz lições com pressa, deixando-as incompletas;
  • Dificuldades de concentração e atenção;
  • Dificuldade em realizar operações matemáticas, entre outras.

É importante que pais e professores percebam e sinalizem qualquer diferença no processo ensino-aprendizagem em relação aos demais alunos da mesma idade."É importante que pais e professores percebam e sinalizem qualquer diferença no processo ensino-aprendizagem em relação aos demais alunos da mesma idade."

Tanto a dificuldade quanto o transtorno de aprendizagem precisam ser investigados. Nesses casos, o diagnóstico precoce é fundamental para o sucesso do tratamento.

Procure uma avaliação fonoaudiológica caso perceba alguns desses sinais. O fonoaudiólogo tem um papel fundamental nas questões educacionais; não só em relação ao diagnóstico e ao tratamento, mas também na orientação de professores e equipe pedagógica, facilitando o aprendizado.

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR
Bianca Marques

Bianca Marques

Bianca Marques é fonoaudióloga, pós graduada em audiologia. Atua em consultório particular, clínicas, escolas e em consultoria a empresas. E-mail: bmsfono@gmail.com

  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS