Carregando pagina

Saúde > Exercício Físico

Depoimento: Yoga despertou meus verdadeiros potenciais

Prática deixou corpo saudável, relacionamentos melhores e carreira bem-sucedida

Por: Tiago Monteleone

 
Imagem: acervo pessoal

Sou engenheiro químico de formação e trabalho na área ambiental desde que formei. Com os anos e a vida diária de rotina em meio a processos industriais ou empresariais, a minha válvula de escape era encontrada nos finais de semana e, até mesmo, aos finais do dia, em que me reunia com amigos para beber e fugir um pouco da realidade e do estresse impostos pelos padrões atuais de trabalho - salário - contas.

Sempre gostei de exercícios físicos, mas também tinha muita preguiça de ir para a atividade."Sempre gostei de exercícios físicos, mas também tinha muita preguiça de ir para a atividade."

Por várias vezes me inscrevi em academias, começava e com alguns meses desistia. O máximo que consegui foi permanecer por 6 meses praticando. E mesmo assim sem muito prazer, pois o ambiente para mim sempre foi desagradável e muito egocentrado.

Sou de família católica, mas meus pais nunca me impuseram a religião. Fui batizado com 9 anos, pois eles imaginaram que com essa idade eu teria condições de tomar minha própria decisão neste sentido. Claro que não. Mas fui assim mesmo. Quando pude tomar minha própria decisão sobre minha espiritualidade, acabei me convertendo ao Budismo de Nitiren Daishonin, no qual iniciei meu contato com a Meditação.

Yoga e respiração despertaram meus potenciais

Dessa "salada de fruta", certo dia eu me vi participante de um curso de respiração, dentro de uma instituição internacional chamada Arte de Viver, por indicação de uma colega de trabalho que viu em mim um potencial admirador do que era ensinado por lá. Fui sem criar muita expectativa, pois nem sabia o que me esperava.

Acontece que a prática dos pranayamas, exercícios de respiração utilizados no Yoga e ensinados no curso, me trouxe uma experiência inimaginável. Colocou-me em contato com algo em mim que estava adormecido e me fez enxergar pela primeira vez o meu potencial.

+ Aprenda aqui uma sequência de exercícios de respiração para silenciar a mente

Eu já havia feito Yoga, a prática física mesmo, com diferentes posturas, em algumas academias. Sempre curti e me senti bem ao final das práticas. Mas o que havia experimentado através da respiração, nunca antes havia acontecido. Fui catapultado a um estado meditativo que trouxe uma sensação de bem-estar e felicidade que eu nem imaginava existir. Nem a cervejinha tinha me deixado tão aliviado e feliz assim algum dia.

Resolvi, então, me dedicar à prática. Isso me trouxe uma disciplina para a vida. Eu mantive por um ano inteiro a rotina de me sentar e fazer os pranayamas e meditar por 20 minutos, todo santo dia.

Descobri em mim a vontade de ajudar pessoas

No final desse ano resolvi ser voluntário em um curso da Arte de Viver em que minha prima se inscreveu. Na minha ânsia por ela ter uma experiência tão boa quanto a minha, fui auxiliá-la no processo. Porém, qual foi minha surpresa ao perceber que a minha experiência mais uma vez foi fenomenal, até mesmo mais que a dela. Pude ir mais fundo ainda e me senti tão energizado que coloquei na minha vida o sentido do serviço voluntário.

Nesta direção, resolvi que queria ser voluntário em projetos sociais de maior impacto e descobri que poderia ajudar nos cursos que são aplicados para presos nos presídios. Pensei comigo: "opa, deve ser bem intenso isso". Como sempre me atirei de cabeça nas coisas, por que não me atirar nisso também?

Porém, para servir em um local com alto nível de estresse, me indicaram primeiramente que eu reforçasse minhas práticas e, para isso, que eu fizesse o curso específico de Sri Sri Yoga. Seria uma imersão de 5 dias na prática, de asanas (posturas), pranayamas (os exercícios de respiração), Meditações e conhecimento. Pronto, me inscrevi.

De cara pude sentir a leveza do curso e a profundidade do que era ensinado. Além disso, tive imensa afinidade com as instrutoras que vieram a se tornar grandes amigas. Uma delas insistiu para que eu fosse fazer o curso avançado de Yoga na Argentina, que aconteceria uns 4 meses depois. Eu fui.

+ O que é Yoga?

Depois do Yoga, minha vida mudou para melhor

Foi a partir daí que minha vida se transformou através do Yoga. Após várias práticas de limpeza e desintoxicação ensinadas no curso de uma semana, voltei da Argentina como se tivesse nascido de novo. Meu corpo estava saudável, minha mente tranquila e eu cheio de energia para servir aos outros.

Tomei a decisão de parar de beber, isso me deixou mais conectado com minha espiritualidade, além de mais centrado e livre, pois estava me sentindo leve e feliz, sem precisar de aditivos. Meus relacionamentos mudaram completamente: com os amigos, namoros e família. Meu trabalho também mudou, arrumei novo emprego e comecei a crescer através da disciplina e da responsabilidade. Tornei-me líder na empresa e na instituição.

Além disso, tornei-me instrutor do curso de respiração da Arte de Viver em 2013 e em 2015 me formei instrutor de Sri Sri Yoga. Um sonho realizado. Hoje sou da Coordenação Nacional de Yoga na Arte de Viver Brasil, pratico Yoga todos os dias e dou aulas de como forma complementar de renda, mas, principalmente, por que a prática deve ser transmitida por todos que tiveram acesso a esta ciência que promove saúde da forma mais natural que existe no mundo.

+ sobre Yoga

Posições de Yoga revelam seus desafios na

vida

Posturas de Yoga para iniciantes
Pratique a saudação ao sol

Entrevista: como despertar suas forças com

Yoga?

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR
Tiago Monteleone

Tiago Monteleone

Engenheiro químico e Instrutor de Yoga. Trabalha com Meio Ambiente e, como voluntário, ensina os cursos Happiness Program e Sri Sri Yoga na Fundação Internacional Arte de Viver. Sobre aulas de yoga regulares, escreva para srisriyoga@artedeviver.org.br

  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS