Carregando pagina

Família > Filhos

Brincando com a música

Crie momentos estimulantes e de qualidade para os pequenos

 

O brincar faz parte do desenvolvimento humano. É brincando que se aprende a viver. O mundo sonoro que rodeia a criança e a todos que fazem parte dele tem um potencial infinito neste desenvolvimento. Na atualidade há uma supervalorização do ter, consumir, como se fosse a única forma de se estimular adequadamente as crianças. Mas será que é preciso adquirir brinquedos caros, sofisticados para ver seu filho mais inteligente ou até mesmo mais feliz?

Lembrando uma história contada e cantada sobre um macaquinho e o pai (Bia Bedran-Canta e conta) tenho certeza que não:

"Todo dia o macaquinho ia para a cama do pai e dava uma desculpa : mamadeira, frio, ir ao banheiro e não deixava o pai dormir. Até que um dia ele falou a verdade:

-Ah pai, é porque eu fico com saudades de você.

Aí o pai entendeu e passou a brincar um pouquinho com seu filho ao chegar do trabalho. Ao invés de só ver televisão. E o macaquinho além de ficar muito feliz, nunca mais foi para a cama do seu pai."

Quantas brincadeiras simples e mágicas podem marcar este crescimento tão precioso que modela uma pessoa em sua personalidade, humor, inteligência e confiança em si mesmo... Quando a música e a presença dos pais fazem parte destes momentos, este aprendizado é potencializado e ainda fica marcado em sua memória infantil, podendo ser resgatado em sua vida adulta. E como estes conteúdos são associados a momentos bons, serão transmitidos a seus filhos, sobrinhos e outros.

Acompanhando a evolução da criança

Ainda com bebês é a voz alterada para um som mais agudo e acentuado que é utilizada para fazer um melhor contato e brincar. Estalos de língua, palmas, estalos, assobios, cavalinhos com o corpo, esconde-achou, cantigas de ninar e brincar, objetos sonoros, caixas, latas, garrafinhas, tampas que viram tambor e maracás, ritmos e palavras repetitivas.

Acompanhando a evolução e o desenvolvimento neuropsicomotor são necessárias as brincadeiras cantadas, que estimulam a movimentação e a compreensão dos comandos e das palavras. Cabras-cega, gato-mia, galinha choca, brincadeiras de rodas, água, sementes variadas em recipientes de diversos tamanhos estimulam a qualidade de audição.

Diálogos repetidos, palavras simples e rotineiras podem estimular a aprendizagem e a aquisição da linguagem muito cedo. Mas sobretudo a utilização de músicas infantis cantadas, gravadas e também contadas em forma de história e utilizando material concreto (bonecos, bichos, objetos) com vozes modificadas em andamento (velocidade), intensidade (volume), timbre ( voz anasalada, mais ou menos grave ou aguda. Utilize também livros infantis com ilustrações atrativas e a sonorização sendo estimulada ao longo da narrativa (exemplos: sons de bichos, natureza, palavras repetidas, pequenas canções).

Não perca a chance de tornar, mesmo que breves, momentos estimulantes amorosos e de qualidade para você e seu filho. Dessa forma ele brincará, crescerá e aprenderá com a música.

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Nydia Monteiro

Educadora Musical e musicoterapeuta.Pós-graduada em musicoterapia, atende em Teresina e é pioneira nesta especialidade no Piauí. Saiba mais »

contato: nydiadoregomonteiro@yahoo.com.br
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS