PUBLICIDADE

Casa e Família > Relações Familiares

Animais de estimação deixam rotina divertida

Convívio com bichos pode trazer benefícios para saúde física e mental

Por: Karin Fromm

 

Digamos que você decida caminhar todos os dias pela manhã. Na primeira semana você vai bem, na segunda mais ou menos e provavelmente na terceira semana você começa a desanimar e arranjar desculpas para si mesmo para não ir. Isso é normal, pode acontecer com todo mundo. Mesmo se você arranjasse um amigo muito animado para lhe acompanhar, isso também poderia acontecer.

Agora imagine outra situação: você está preocupado, chega em casa levemente irritado e cheio de problemas, encontra um familiar e tudo que você quer é alguém com paciência infinita para lhe ouvir ou simplesmente compreender você nos seus piores dias. Mas quando encontra essa pessoa, percebe que ela também não está bem, na verdade sem a menor condição de ser gentil com você. Isso também é normal. Você também pode morar sozinho e sentir falta de uma companhia ponta firme, sempre disposta e sem cobranças... Mas sabemos que nenhuma relação humana é assim.

Mas imagine encontrar uma companhia na qual você sempre poderá fazer carinho - e ser acarinhado - com uma superfície macia e quentinha, que não terá pressa alguma de sair de lá, nenhum compromisso marcado, nenhum tédio ao ficar apenas na sua companhia. São muitas, incontáveis as vantagens de conviver com um animal de estimação. Os bichos costumam ser vivos, afetivos e inteligentes, mas muito diferentes de nós, humanos, e é aí que está a graça: na diferença.

Meu amigo de todas as horas

A relação com os animais não substitui as relações humanas e o crescimento pessoal que elas nos proporcionam, mas nos completam através de um outro tipo de relação. Aprender as sutilezas e a linguagem dos animais abre nossos horizontes, porque aprendemos a conviver com outra espécie, que generosamente aceita ser cuidado pela nossa. Diferente de nós, o animal não muda, mas se organiza, se orienta da mesma forma que a gente e necessita basicamente sempre das mesmas coisas para viver. Os animais vivem sempre no presente e isso empresta a eles essa aura de pureza e inocência que sempre nos cativa. Não premeditam, não guardam rancor, não nutrem expectativas... E isso é muito libertador para nós que temos uma imensa dificuldade de viver no aqui e agora.

Pesquisas científicas, como o estudo feito pela Associação Psicológica dos Estados Unidos, comprovam os efeitos positivos na saúde física e mental dos humanos expostos à convivência com animais. Alguns bichos até se tornam "terapeutas" em hospitais, ajudando na recuperação de doentes, por meio do contato com essas pessoas.

Todos os aspectos da nossa vida podem se tornar mais intensos e divertidos na presença de um bichinho de estimação, mas sem dúvida a maior de todas as conquistas é a possibilidade do amor que se desenvolve nessa relação. Por que quando assumimos o compromisso de cuidar de um animal - assim como alimentá-lo, limpá-lo, levá-lo para passear e prover abrigo todos os dias a ele ? recebemos em troca, como resposta, a certa confirmação do quão importante nos tornamos para eles. E, assim, inevitavelmente passaremos a amá-los e nos sentirmos cada vez mais amados.

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Karin Fromm

Fisioterapeuta e psicoterapeuta, atualmente estuda medicina ayurvédica. Atende em consultório particular em São Paulo e mantém um blog sobre saúde e prazer. Saiba mais »

contato: karinffromm@hotmail.com
  • e-mail
  • Imprimir

MATÉRIAS RELACIONADAS

E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS

NEWSLETTER

GRATIS
minimize close
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA A NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS