Carregando pagina

Você > Desenvolvimento Pessoal

4 exercícios para mudar pensamentos e comportamentos repetitivos

Simples de fazer, sugestões ajudam a se livrar do sofrimento. Aprenda como

 
Imagem: Dollar Photo Club

Neste momento, no qual o planeta e o Brasil passam por situações tão difíceis, se faz necessário ter cada vez mais consciência de uma postura pacífica, centrada e firme. Ficar preso na mente que só nos traz a repetição de sentimentos e nas conclusões calcadas no passado pode ser limitador e nos proporcionar ainda mais sofrimento. A conquista da paz interna e externa pede a flexibilidade de olhar tudo por outros ângulos e ao menos questionar os que nos são mais familiares.

A física quântica fala que a nossa realidade só existe no instante em que olhamos para ela e significamos aquele momento. Sendo assim, vale dizer que as possibilidades para este colapsar da visão positiva ou negativa dependerão da forma e do significado que determinado momento tem para nós. Mesmo assim, temos sempre a oportunidade oculta de ressignificar as situações e, através de uma escolha consciente, acessar uma nova experiência que não estará ligada a nenhuma outra do passado, seja em memórias e emoções.

Uma única situação pode ter diferentes significados

Sendo ainda mais clara: podemos colocar outro significado em qualquer coisa em nossa vida, pois existem sempre milhares de possibilidades diferentes de encararmos uma situação ou pessoa. É preciso lembrar que em tudo que olhamos colocamos em ação a nossa história, fazendo a reedição da mesma. Se olharmos para um objeto que nunca vimos antes, na maior parte das vezes tentaremos achar dentro de nossas memórias um possível significado para ele. E, assim, teremos infinitas descrições e possibilidades de significado para um único elemento desconhecido, dependendo de quem estiver o observando. Uma ou outra ideia poderá até ser parecida, mas apenas isso, pois os sentimentos gerados para cada pessoa serão sempre diferentes.

 
Foto mostra a imagem de uma donzela e a de uma velha, qual você vê primeiro? (Imagem: Prints and Photographs Online Catalog. Library of Congress)

Digerido isso, podemos ir mais adiante em nossa determinação de mudar as formas repetitivas e indesejadas de lidar com a vida em geral. Neste caso, não temos outra alternativa a não ser flexibilizar o nosso olhar e ao menos tentar aceitar que existem outra maneiras de ver o que estamos vendo. Essa nova postura no dia a dia trará o potencial que estamos precisando para efetivamente mudar o que não queremos mais em nossos pensamentos. Lembrando também que o que está dentro de nós está fora nas situações e relacionamentos.

4 exercícios fáceis para seu dia a dia

Explicado e relembrado esse aspecto tão importante para um posicionamento mais saudável em relação à vida, principalmente quando ela está nos desafiando, vou sugerir alguns exercícios que devem ser experimentados e repetidos todos os dias, se possível várias vezes, focando na intenção correta. Todos são bem simples e de fácil execução, exatamente para que façam parte automaticamente de seu dia a dia, lhe ajudando a ser mais feliz. Não será nenhum milagre se não for realizado com intenção positiva e continuidade.

Leia com muita atenção, várias vezes, e escolha qual vai trazer para seu cotidiano. Se quiser realizar todos, tudo bem, mas se certifique que não vai se dispersar com tantas opções e acabar não realizando nenhuma delas.

1 - Desarme sua programação neural sorrindo

Este exercício é realmente muito simples e, por esta razão, é possível que venha a achá-lo uma bobagem. Mas não é! Você perceberá, ao longo do treino, que ele causará uma leveza significativa em sua vida.

Para que saiba onde utilizá-lo, é necessário observar seus pensamentos e emoções com frequência. Feito isso, sempre que perceber que está sofrendo com algum pensamento, comportamento ou sentimento, comece a sorrir imediatamente."sempre que perceber que está sofrendo com algum pensamento, comportamento ou sentimento, comece a sorrir imediatamente."

Mesmo que seja algo forçado inicialmente, se esforce para sorrir - e até gargalhar - e trazer a emoção positiva para aquela situação. Não precisa fazer sentido. Simplesmente ria.

Ao ir para o extremo oposto de sua emoção negativa - por meio de uma simples risada - você interromperá a sinapse da ramificação neural que alimenta e reforça em seu sistema o sofrimento já registrado anteriormente. Com esta quebra de padrão, ficará cada vez mais fácil seguir em frente em direções novas e criativas.

Quanto mais se esforçar em perceber seus pensamentos e ações, maiores os resultados positivos neste exercício.

2 - Relaxe com a técnica da respiração cruzada

Técnica desenvolvida por George Pratt, Ph.D., e Peter Lambrou, Ph.D - "Um programa natural de quatro passos para ativar a alegria natural que existe em você".

Com este exercício de respiração você terá a oportunidade de reequilibrar seu sistema neuromuscular. Experimente! Ele pode ser usado sempre que se sentir afetado com a agitação mental e utilizado junto com qualquer outro exercício ensinado neste artigo ou que você já conheça, pois causa uma sensação de relaxamento físico e mental.

  • 1Sentado, cruze o tornozelo esquerdo sobre o direito.
  • 2Apoie a mão esquerda sobre o peito, de forma que os dedos fiquem sobre o lado direito da clavícula. Depois, cruze a mão direita sobre a esquerda, de forma que os dedos desta mão fiquem apoiados sobre o lado esquerdo da clavícula.
  • 3Inspire pelo nariz e expire pela boca. Ao inspirar, deixe a língua tocar o céu da boca, bem atrás dos dentes superiores. Ao expirar novamente, toque os dentes inferiores com a língua.
  • 4Continue respirando de forma suave, durante 2 minutos.
  • 5Terminado o exercício, continue seus afazeres normalmente.
  • 6Vale lembrar que este exercício pode ser utilizado em qualquer lugar ou circunstância.

3 - Mexa o corpo para aliviar tensões

Você já deve ter ouvido falar que colocar o corpo em movimento - seja caminhar, dançar ou até socar - alivia tensões. Mas este resultado pode ser potencializado se você associar estes exercícios com a intenção correta.

Se estamos sob a Lei de Causa e Efeito, "ficar de bobeira" enquanto exercitamos nosso corpo é uma tolice. Os exercícios físicos produzem muitos benefícios, dentre esses a produção de endorfina, chamada de hormônio do bem-estar. Ela é uma substância química utilizada pelos neurônios na comunicação do sistema nervoso, que, ao ser transportada pelo sangue, faz comunicação entre células. Além do seu efeito analgésico, acredita-se que as endorfinas controlam a reação do corpo à tensão, regulando algumas funções do sistema nervoso, que determinam o humor. Elas também podem regular a liberação de outros hormônios e ajudar na memória, imunidade, dores, concentração, vida sexual e muito mais.

Com este aliado natural, devemos aproveitar os momentos em que nos exercitamos para liberar os sentimentos negativos e conscientemente escolher pensar em toda a alegria que gostaríamos de sentir. Produza a causa para o efeito que quer colher. Alimente pensamentos de alegria e paz. Use a atividade que mais lhe agrada e tenha total consciência de seu corpo e atenção aos sentimentos que está produzindo, pois eles estão sendo registrados e é isso que vai gerar o efeito para sua vida.

4 - Pratique a simplicidade da observação

Este hábito é um dos mais saudáveis e difíceis que devemos desenvolver no nosso dia a dia. Observar a natureza é sempre muito agradável, mas observar o ser humano pode ser bem difícil. Observar a si mesmo é ainda mais desafiador. E observar sem julgamento, então, é uma coisa que para a maioria é inconcebível e inatingível. Mas eu digo que é onde devemos colocar nossos maiores esforços, minuto a minuto. Este exercício pode mudar para melhor toda uma historia de vida. Experimente!

  • Comece percebendo onde você está. Qual luminosidade, sons e temperatura do local. Observe as pessoas ao seu lado, como falam e como se portam. Só observe-as, sem julgamentos. Apenas constate. Enquanto o julgamento gera emoções, a constatação não, são apenas fatos. Se você consegue constatar, sem julgar, terá com certeza menos da metade de problemas que a maioria cria.
  • Talvez seja bem difícil, mas não desista nunca. Vai valer cada minuto.

Muito importante - Estes exercícios, aos poucos, vão fazer você ver como está seu conhecimento sobre seus pensamentos e sentimentos, que devem ser corajosamente olhados para serem integrados. Assim, o próprio exercício de se abrir para o novo terá ainda mais força dentro de você.

Quero reforçar aqui a necessidade de fazer o exercício que escolher, todos os dias, no período de pelo menos 1 mês, e mantê-lo se assim achar adequado. Não se conquista nada sem determinação e vontade! Escolha viver com mais leveza e melhor. Bom treino mental!

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Regina Restelli

Criadora da Terapia dos Chakras, que promove autoconhecimento e expansão da consciência amorosa. Suas consultas limpam as crenças no campo energético, trazendo bem-estar e energia para autotransformação. Saiba mais »

contato: sanatkumara.tera@gmail.com
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS