Carregando pagina

Você > Desenvolvimento Pessoal

A paz que reside em você

Aprenda técnica usando cristais para lhe ajudar a buscar serenidade

 

"Em cada um de nós há um segredo, uma paisagem interior com planícies invioláveis, vales de silêncio e paraísos secretos".

Você conhece essa frase de Antoine de Saint-Exupéry? Esse lugar chama-se paz. A paz é entendida, ou melhor, sentida como um estado de ser, é equilíbrio e entendimento com você mesmo e com os outros. Podemos incluir neste conceito o respeito, a aceitação das diferenças, a tolerância. Começando por você mesmo.

A paz é ausência de conflito. Mas muito se engana quem pensa em paz como uma não-ação. É necessário bastante trabalho e muita ação para ter a paz como resultado. Antes de tudo, a paz é uma conquista, uma postura tomada e mantida.

Recompensa e evolução

Paz não é viver num mundo de conto de fadas, sem desequilíbrio. É viver no nosso mundo fazendo o nosso melhor, buscando melhorar a nós e a tudo ao nosso redor, evoluindo."Paz não é viver num mundo de conto de fadas, sem desequilíbrio. É viver no nosso mundo fazendo o nosso melhor, buscando melhorar a nós e a tudo ao nosso redor, evoluindo."

Parece um caminho longo, mas a paz conquistada a cada um dos pequenos passos dados é recompensadora.

Enquanto a felicidade é sentida no chakra cardíaco, a paz é sentida no chakra coronário, é lá que trocamos e nos conectamos energeticamente com o Alto, não importando o nome do Alto que você utiliza: Energia Universal, Deus, etc.

A palavra "chakra" vem do Sânscrito e significa "roda de luz". Os chakras são nossos centros de energia, onde troca-se energias interna com o externo e vice-versa. Eles estão localizados ao longo do corpo humano e seguem as cores do arco-íris segundo a Tradição Milenar Hindu.

A paz é sentida quando estamos conectados com nossa evolução como seres humanos. É por isso que sentimos paz quando fazemos uma boa ação, temos uma reunião prazerosa com amigos ou familiares, fazemos meditação ou rezamos. Vivemos a plenitude do ser humano. Fazer o bem faz bem! Evoluir e melhorar também.

Para lhe ajudar a buscar a paz, escolha um cristal pessoal

O cristal pessoal é um companheiro de viagem e um mestre. Não necessariamente é um cristal de quartzo, uma ponta ou translúcido, pode ser qualquer pedra, pois a maioria delas tem cristais em seu interior e todas são igualmente importantes.

Depois que você foi devidamente "escolhido" pelo seu cristal pessoal, limpe-o física e energeticamente (como explicado mais abaixo) e conecte-se a ele seguindo estes passos:

  • 1Em um lugar calmo, mantenha a mente tranquila e aberta às sensações. Comece olhando todos os detalhes do seu cristal pessoal, forma, cor, textura, reentrâncias, sinta-o na sua mão.
  • 2Depois que você tiver uma imagem mental perfeita de seu cristal pessoal, feche os olhos e o "veja" com sua mente. Converse com ele, agradeça sua presença e conte suas expectativas dessa união.
  • 3Depois de falar bastante, fique ainda alguns momentos para perceber "insights". Normalmente sente-se uma sensação de paz e bem-estar. Faça isso sempre que precisar.Lembre que a função dele é ajudá-lo no seu caminho em busca de paz.

Carregue seu cristal pessoal com você, sempre protegido. Use-o na meditação ou quando estiver em dúvida sobre alguma questão e precisar de "um toque a mais". Não se esqueça de cuidar dele, limpando-o física e energeticamente de tempos em tempos.

O cristal pessoal você não empresta, não dá, não vende e não troca, ele é pessoal. Mas se ele sumir, cair ou quebrar é porque o tempo dele com você terminou, e com isso a necessidade de tê-lo por perto.

Como limpar seu cristal pessoal

Limpeza do Cristal Pessoal: fFaça uma limpeza física com bastante água (de preferência de fonte, mina, poço, lago, rio, chuva ou mar), escova de cerdas macias (de preferência naturais) para retirar os materiais presos e um pano de algodão.
Passe para a limpeza energética: a limpeza energética pode ser feita de várias maneiras: colocando as pedras em cima de uma druza, lavando-as em água corrente, ou mesmo, água com sal grosso.
A energização das pedras e cristais pode ser feita também deixando-as na luz do sol ou da lua por algumas horas, passando pelo fogo, deixando na terra ou na tempestade, na chuva, ou ainda lavá-las na cachoeira ou mar.

"Concedei-me a serenidade necessária para aceitar as coisas que não posso modificar, coragem para modificar aquelas que posso e sabedoria para distinguir umas das outras"

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Simone Kobayashi

É terapeuta holística e autora do livro "Pedras e Cristais - Em Busca do Equilíbrio". Ministra cursos de Geoterapia (em SP e via internet) e de todos os níveis de Reiki. Saiba mais »

contato: sk@simonekobayashi.com
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS