Equipe Personare
Por Equipe PersonareLeia em 3 min.27/08/2015 

Tatuagens e seus significados

Desenhos podem ter influência energética no corpo. Entenda melhor

Todo mundo, em algum momento da vida, sente vontade de expressar seus gostos e desejos. E para muita gente a tatuagem funciona como uma forma de expressão, seja por meio de símbolos, imagens ou frases que significam algo para seu dono.

No entanto, uma tatuagem pode ser muito mais do que apenas um desenho na pele.

Pensando nisso, a Equipe Personare entrevistou especialistas em diversas áreas, que opinaram sobre as possíveis influências energéticas das tatuagens, deram dicas sobre os significados de alguns símbolos e orientaram sobre o que deve ser levado em consideração antes de tatuar a pele. Confira abaixo.

Conhecer simbolismo da imagem ajuda a se decidir

De acordo com o filósofo e simbologista Yubertson Miranda, a tatuagem nada mais é do que um símbolo que, além de ter seus significados universais, também pode carregar as impressões pessoais de quem decide tatuá-lo no corpo.

Para o especialista, quando alguém opta ter um determinado desenho na pele, é sinal de que essa pessoa deseja, ainda que de forma inconsciente, vivenciar o que aquele símbolo significa para ela.

“A imagem de uma espada, por exemplo, pode sugerir agressividade e combate, já que a experiência humana com esse objeto remete o homem a episódios que agregam uma possível violência.

Mas, ao mesmo tempo, o desenho pode representar algum impacto que a figura da espada teve na vida de uma pessoa, como alguém que quando criança viu um filme do Zorro e gostou do símbolo”, explica o simbologista.

Ainda de acordo com o especialista, algo que acontece com frequência é quando um mesmo símbolo tem significados diferentes para duas pessoas. Isso significa que não existem símbolos considerados desaconselháveis para tatuar, já que é a pessoa quem atrela significados a ele.

“Uma caveira tatuada no corpo de alguém pode causar choque ou estranhamento para os outros. Mas o que importa é que o desenho desperte sentimentos positivos na pessoa que a tatuou.

Mas ainda assim é importante lembrar que todo símbolo traz duas polaridades: a negativa e a positiva.

É como a Astrologia, a Numerologia ou o Tarot, já que cada signo, número ou arcano tem atributos negativos e positivos.

Tudo dependerá da pessoa escolher expressar a polaridade que mais sente afinidade, e a mesma coisa acontece com a tatuagem”, pondera Yubertson.

Tatuagens e suas influências energéticas

Já a terapeuta energética Alessandra Navarro acredita que ao se tatuarem, as pessoas trazem a energia do símbolo escolhido para suas vidas.

Ela ainda ensina que é preciso ter cuidado na hora de escolher o local a ser tatuado, já que determinados pontos do corpo são energéticos e podem ficar desequilibrados, caso a pessoa faça um desenho que seja “nocivo”.

Outra possibilidade é quando um local do corpo que já tem algum desequilíbrio é tatuado, podendo afetar ainda mais as energias da pessoa, dependendo do símbolo escolhido.

“Imagine uma pessoa que é predisposta a absorver energias negativas facilmente e que escolhe fazer o símbolo OM na nuca.

Essa região é vulnerável energeticamente, já que pode absorver muita energia externa. E o símbolo, apesar de positivo, caracteriza a abertura e a expansão, potencializando ainda mais a tendência da pessoa absorver energias do ambiente.

Nesse caso, seria mais indicado ela tatuar uma imagem de proteção no local. Por isso é importante considerar a natureza do símbolo e a região do corpo na qual ele será desenhado”, aconselha Alessandra.

A terapeuta energética ensina que, de modo geral, os símbolos do OM (ver imagem acima), do Amor Universal e do Om Mani Padme Hung são considerados benéficos.

Além disso, imagens que têm significado positivo para quem irá fazer a tatuagem também são aconselhadas.

“Mas é importante que seja feita uma consulta com um terapeuta energético ou acupunturista após a finalização da tatuagem, para que os meridianos do corpo e o campo energético da pessoa sejam reequilibrados depois que o desenho for feito”, indica Alessandra.

Dicas para não se arrepender da tatuagem

Se você está inseguro de fazer uma tatuagem, o simbologista Yubertson Miranda aconselha que tente vivenciar o significado do símbolo escolhido, antes de tê-lo de forma definitiva no corpo.

“Durante uma época eu quis muito tatuar um escorpião no braço.

Nesse processo, cheguei até a ir à loja de um tatuador e me informei sobre os detalhes. Mas antes optei por expressar consciente e diariamente as características que aquela imagem trazia para mim, sem que eu precisasse tê-la na pele.

Com isso, a vontade de fazer a tatuagem passou, já que decidi vivenciar os significados daquele símbolo, mesmo que não o tenha tatuado em mim”, conta o especialista.

Outro conselho dado por Yubertson é buscar saber exatamente o que será tatuado, já que cada imagem está ligada a experiências, sentimentos e reações emocionais e comportamentais.

A dica do simbologista é comprar um quadro com o símbolo desejado e colocá-lo no quarto, ou fazer da imagem o plano de fundo do computador, para se familiarizar com o que ela representa.

“Se gostar de todas as vivências neste período considerado de teste, as chances de se arrepender com a tatuagem serão bem menores”, garante o especialista.

Para a psicoterapeuta Celia Lima, as razões que levam alguém a tatuar o corpo são muitas, como o desejo de pertencer a um grupo, uma homenagem a uma pessoa especial e, em alguns casos, até uma rebeldia momentânea.

Mas como a tatuagem é um procedimento difícil de ser revertido, é aconselhável que a pessoa reflita bastante antes de tomar uma decisão.

“Ter certeza se está disposto a marcar o corpo para sempre e se aquele símbolo, desenho ou palavra é realmente importante, são perguntas fundamentais que devem ser feitas antes de marcar a pele.

Além disso, a pessoa precisa avaliar se será capaz de conviver com a marca, mesmo que suas próprias convicções acabem mudando ao longo do tempo.

Às vezes há uma necessidade tão grande de deixar explícito um romance, por exemplo, que a pessoa tatua o nome do ser amado, sem se dar conta de que essa paixão pode acabar.

Nesses casos, o desejo fala mais alto e a possibilidade do arrependimento não costuma ser considerada”, atenta a psicoterapeuta.

Outro fator importante é refletir sobre como a tatuagem será recebida por pessoas próximas, tanto na família quanto no trabalho.

Como a tatuagem, até anos atrás, era uma característica de pessoas marginalizadas pela sociedade, o preconceito ainda pode existir.

Para Celia, caso a pessoa sofra uma abordagem preconceituosa com base em seus desenhos na pele, a melhor saída é deixar claro que a tatuagem não resume quem você é.

“A tatuagem deve ser vista como uma opção, assim como um corte de cabelo ou uma cor de esmalte. A tatuagem não faz de ninguém melhor ou pior”, opina a psicoterapeuta.

Tatuagens, símbolos e suas possíveis interpretações

Se depois de tudo isso você decidiu fazer uma tatuagem, veja abaixo o significado de alguns grupos de tatuagens, do ponto de vista simbólico:

Tatuagem tribal ou cultural
Símbolos ligados a países e mitologias estão nesta categoria, como a cruz egípcia Ankh, também conhecida como “cruz ansata”, ligada à história egípcia antiga.

Além dos significados universais do símbolo em questão, ainda estarão atrelados à tatuagem algumas peculiaridades associadas a uma cultura ou grupo específico que faz uso do desenho na pele.

“A pessoa que faz uma tatuagem dessa natureza tende a ter uma forte ligação emocional com a respectiva cultura”, analisa Yubertson.

Tatuagem de animal ou planta

Segundo o simbologista, neste caso a interpretação dependerá do animal ou do tipo de planta que será tatuado, e a escolha do desenho deve levar mais em conta os gostos pessoais do que um simbolismo universal.

“No caso da rosa, por exemplo, há uma predisposição a associá-la com o amor e o romantismo. E muita gente gosta de dizer que, por mais frágil e bela, a flor também possui seus espinhos, ou seja, sabe se defender e ferir quando preciso”, compara o simbologista.

Tatuagem religiosa
Segundo Yubertson, um símbolo religioso tatuado no corpo pode reforçar a ligação emocional da pessoa com suas crenças, por meio da imagem religiosa ou mística.

“Além disso, funciona como um estímulo para a pessoa ter sempre em mente os princípios que segue, de modo a vivenciá-los constantemente”, reforça o simbologista.

Tatuagem de alguém conhecido ou admirado
Nesse caso, o simbologista acredita que a maioria dos significados gira em torno do desejo de uma pessoa de mostrar seu amor a quem ama.

“Esse tipo de tatuagem reforça os laços emocionais com as pessoas e evidencia a ligação que é sentida com o outro”, explica Yubertson.

Tatuagens com frases, palavras ou nomes
De acordo com o simbologista, o significado dependerá da palavra ou frase tatuada, já que elas também são símbolos.

“A palavra amor, por exemplo, representa uma diversidade de interpretações, como entrega, confiança e compreensão, que vão além das letras A-M-O-R. Então, quando uma pessoa tatua um trecho de música ou frase motivacional, o significado das palavras tende a ser uma espécie de lema para ela”, sugere Yubertson.

Equipe Personare

Equipe Personare

Nós, da equipe Personare, também estamos em um processo constante de conhecimento sobre nós mesmos, sobre o mundo e sobre as relações humanas.