Equipe Personare
Por Equipe PersonareLeia em 12 min.07/05/2016 

Ser filho é…

Manifesto de Dia das Mães faz refletir sobre a data

Manifesto de Dia das Mães faz refletir sobre a data

Já pensou como o Dia das Mães também é o Dia dos Filhos?

Afinal, para você ser filho, teve alguém que – um dia – tomou a decisão de viver uma gravidez e todo o pacote que vem junto. Mesmo não sendo planejada. Pois é. Não é qualquer um que merece uma entrega tão grande.

Controverso, frustrante, encorajador e fascinante. Ser filho é uma grande descoberta diária.

Ser filho é ter uma heroína particular. É ir contra tudo o que ela te aconselha na adolescência e entender o motivo das atitudes dela na fase adulta.

Ser filho é carregar consigo uma responsabilidade. A de representar a vida para uma pessoa.

Ser filho é carregar consigo uma responsabilidade. A de representar a vida para uma pessoa.

Ser o símbolo de todas as abdicações. Dos quilos a mais e cabelos a menos. E, mesmo assim, ser amado de forma incondicional.

É viver um eterno exercício de gratidão. Por quem te deu uma vida para crescer, sonhar e VIVER. E que, mesmo errando, foi a melhor versão que poderia dentro de suas possibilidades. Ela só queria acertar.

Só sendo filho é possível conhecer uma médica-faxineira-advogada-professora-estilista e todas as profissões do mundo em 1 mesma pessoa.

Ser filho é ter uma estrela própria, quando a figura do amor materno não é mais física. É conviver com uma presença que pode ser sentida nos seus próprios atos. Na sua ética. Na sua MORAL.

SER FILHO É CONTINUAR. É ter a capacidade de aprender, filtrar e seguir para formar a própria família.

SER FILHO É CONTINUAR. É ter a capacidade de aprender, filtrar e seguir para formar a própria família.

E não importa a distância, o contato, o afeto ou o carinho. Ser filho é um eterno movimento de aceitação. De entender que você pode não ter a mãe que sonhou, mas que aceitar as imperfeições dela é o primeiro passo para SE ACEITAR.

E é também desapego. Se libertar das expectativas e dos quereres alheios. E ser livre para fazer A SUA história.

Ser filho é sonhar sem medo. É tentar colocar em prática os ensinamentos de uma vida inteira. E saber que, independente dos erros, ela estará ali. Para te apoiar.

É ficar à vontade para ser o seu EU verdadeiro. Ser filho é ter um lar para o coração.

E no avançar da vida, ser filho é ver que os limites rígidos que lhe foram dados se transformam. Derretendo como calda de caramelo com os netos.

E no avançar da vida, ser filho é ver que os limites rígidos que lhe foram dados se transformam. Derretendo como calda de caramelo com os netos.

Enquanto o mundo impõe regras de como as pessoas devem ser, ela só pede que você seja assim, exatamente como é.

E isso é suficiente para você saber que, para ela, mesmo do avesso você estará sempre do lado certo.

Nesse dia das mães, olhe para sua mãe e dedique a ela o que significa ser filho. Perceba que essa reciprocidade é o ponto em comum que resistirá até o fim. Afinal, ser filho equivale ser mãe. Ambos são entendimento, superação e oportunidade de crescer através do amor.

Então, nesse mês das mães, seja filho! Porque só assim ela se sente mãe. E quem tem esse poder? Me diga. Só sendo filho para saber.

Feliz dia das Mães! E dos filhos!

Equipe Personare

Equipe Personare

Nós, da equipe Personare, também estamos em um processo constante de conhecimento sobre nós mesmos, sobre o mundo e sobre as relações humanas.