Joanita Molina
Por Joanita MolinaLeia em 4 min.10/05/2016 

Páscoa e lua cheia de Áries: época de despertar

Momento pode ser celebrado por pessoas de todas as crenças e caminhos espirituais

Desde os primórdios a lua desperta um grande fascínio sobre as pessoas. Em muitas culturas da antiguidade era considerada a personificação da divindade e suas fases foram a base de calendários e tradições religiosas. Até hoje é estudada pelas mais diversas correntes científicas, filosóficas e espirituais.

Se considerarmos mais especificamente a lua cheia, podemos entender e aproveitar melhor as oportunidades que este grande astro nos traz. Cada lua cheia do ano possui uma força energética especial, que tem correspondência direta com o signo do zodíaco atuante na época. Esses são momentos específicos, que podem ser aproveitados para práticas de interiorização, aprofundamento espiritual e crescimento pessoal.

Cada lua cheia do ano possui uma força energética especial, que tem correspondência direta com o signo do zodíaco atuante na época. Esses são momentos específicos, que podem ser aproveitados para práticas de interiorização, aprofundamento espiritual e crescimento pessoal.

Durante cada ano ocorrem 12 ou 13 plenilúnios – ou luas cheias – que indicam esses momentos de luz.

Mas, de todas as luas cheias do ano, existem três mais importantes. São as épocas nas quais as energias de espiritualidade, transmutação e iluminação estão mais potentes. Estes momentos trazem a oportunidade para cada pessoa viver um verdadeiro despertar em alguma área ou aspecto da sua vida. E nessas ocasiões podem ser realizados os chamados “Festivais de Luz”, eventos que integram diversas técnicas energéticas e meditativas, para direcionar o despertar espiritual das pessoas.

Conheça as principais luas do ano

Os três festivais espirituais mais importantes do ano são:

Festival da Páscoa – lua cheia de Áries

A primeira lua cheia logo após o equinócio de março é utilizada para determinar a data da Páscoa, que acontece logo no domingo seguinte, geralmente entre os dias 21 de março e 25 de abril. Fortemente associado ao signo zodiacal de Áries, este momento trabalha características como: fé, coragem, firme propósito, vitória, vontade e determinação. Além de trazer os simbolismos da Páscoa voltados para as energias do Pai – na Santíssima Trindade do Cristianismo – e da morte e da ressureição.

Festival do Wesak – lua cheia de Touro

Ocorre sempre na primeira lua cheia sob o signo de Touro. Este momento é marcado pelas energias de sabedoria, amor e consciência, trazendo oportunidades de ascensão e iluminação. Também está associada ao simbolismo do Filho, na Santíssima Trindade do Cristianismo, e à iluminação de Buda, na tradição oriental.

Festival da Humanidade – lua cheia de Gêmeos

Ocorre sempre na primeira lua cheia sob o signo de Gêmeos. Trabalha a integração das energias de inteligência divina, consciência plena, conexão com o fluxo e fonte do universo. Está associada ao Espírito Santo, na Santíssima Trindade do Cristianismo, e à St. Germain, Mestre Ascenso segundo a tradição esotérica da Sociedade Teosófica, fundada por Helena Blavatsky.

Nesse ano de 2016, duas datas estão trazendo para a humanidade uma configuração energética que viabiliza um profundo despertar espiritual: a lua cheia de Áries e a de Touro.

Festivais são eventos de síntese

Uma das coisas mais impressionantes sobre essas Celebrações é que são “Eventos de Síntese”, ou seja, reúnem conhecimentos de diversas tradições ocidentais e orientais. Isto significa que podem ser frequentadas por pessoas de todas as crenças e caminhos espirituais. Todos estão incluídos, pois é um festival de energia divina que manifesta o amor, a sabedoria e a unidade do todo. São cerimônias que despertam os sentimentos de irmandade espiritual e de reunião da família espiritual, na qual estamos todos envolvidos.

Cada pessoa que participa de um dos festivais é espiritualmente ativada no seu potencial mais elevado.

Cada pessoa que participa de um dos festivais é espiritualmente ativada no seu potencial mais elevado.

Nestes eventos, devido a sua natureza única, as energias integradas por cada um continuam atuando por um ano inteiro, ativando o potencial do ser em todas as áreas de sua vida. A participação nos Festivais de Luz desperta o indivíduo para um profundo processo de desenvolvimento espiritual.

O despertar espiritual propiciado pela Páscoa

A Lua Cheia de Áries abre o ciclo zodiacal do ano em vigência e deveria ser o verdadeiro início do nosso ano, pois é quando entra em atividade o 1o signo do zodíaco. Em 2016, o plenilúnio de Áries ainda ocorrerá juntamente com o eclipse lunar – momento em que a Lua será ocultada totalmente ou parcialmente pela sombra da Terra. É uma oportunidade do despertar espiritual de massa da humanidade.

Neste momento energético podemos desenvolver nossa capacidade de proteção, coragem, fé, força e impulso de luz, devido ao intenso fluxo de energia e à profunda conexão espiritual que a data propicia. Para aproveitar a ocasião, procure se sintonizar a essas qualidades, por meio de trabalhos espirituais:

  1. Em casa, procure acender velas vermelhas e azuis, indicadas para o momento.
  2. Faça práticas meditativas para elevar-se a propósitos superiores (confira aqui algumas dicas para meditar).
  3. Procure perceber de que forma você pode sair da consciência individual e buscar uma consciência mais ampla de serviço em prol do coletivo e do planeta. Faça uma reflexão sobre quais atividades, ações ou comportamentos você pode incluir na sua vida, que contribuam de forma humanitária ou sustentável ao meio em que você vive.

Aproveite esta grande oportunidade de despertar espiritual!

Joanita Molina

Joanita Molina

Mestra ascensa, líder espiritual e sacerdotisa de magia ascensional. Realiza os 8 rituais de luz do ano e 9 festivais de luz de gaya.