Equipe Personare
Por Equipe PersonareLeia em 3 min.11/09/2015 

O que é Ayurveda?

Conhecimento alia cura e educação para melhorar qualidade de vida. Conheça origem, benefícios e mais

O Ayurveda (ayur = vida / veda = conhecimento), também conhecido como “Ciência da Vida Longa” ou “Medicina Indiana”, é muito comum na Índia e Ásia e existe há cerca de cinco mil anos, destacando-se por ser, ao mesmo tempo, uma ciência curativa e educativa. Além de tratar doenças, concentra-se ainda na prevenção e manutenção da saúde para garantir maior qualidade de vida às pessoas.

Ou seja, não adianta apenas curar; o Ayurveda educa o indivíduo para lidar com a própria saúde. A pessoa aprende a se alimentar corretamente, fazer Yoga, praticar exercícios (inclusive respiratórios), assim como meditar, usar ervas, temperos e condimentos, entre outras terapias que equilibrem o seu campo energético.

Como funciona?

O Ayurveda se constitui como um sistema interativo. Nele, o paciente aprende, pratica, questiona e usa os métodos terapêuticos, interagindo com eles. O paciente é parte fundamental e atuante do processo curativo, já que se torna um aluno que aprende a cuidar de si mesmo. Desse modo, o Ayurveda ensina a pessoa a viver de acordo com sua natureza mais profunda, ou sua constituição pessoal.

Segundo o Ayurveda, essa constituição pode ser avaliada de acordo com os princípios ayurvédicos: a Teoria dos 5 Elementos e dos 3 Doshas. De acordo com esse conhecimento, tudo no Universo, inclusive o nosso corpo físico, é formado por 5 elementos principais: Água, Terra, Fogo, Ar e Éter (ou espaço). Estes, por sua vez, se unem dois a dois para formar o que chamamos de Doshas – fatores desencadeantes de doenças físicas e psicológicas, desordens emocionais, desequilíbrio mental e disfunções fisiológicas – mais popularmente conhecidos como “humores biológicos”. São eles:

Dosha Pitta (fogo e água) – é quente, moderado e oleoso (úmido). Atua sobre as funções metabólica e digestiva;

Dosha Vata (éter e ar) – é frio, leve, seco, móvel e rápido, atua principalmente nas funções excretória e nervosa. No tubo digestivo localiza-se no intestino grosso.

Dosha Kapha (água e terra) – é pesado, oleoso (úmido), frio e lento. Age na função estrutural e de lubrificação dos nossos tecidos.

Logo, o Ayurveda tem como objetivo harmonizar os Doshas, ou seja, equilibrar os humores biológicos para neutralizar o processo de formação das doenças.

Aplicações

Nesse sentido, o processo curativo do Ayurveda ocorre a partir de uma reeducação do indivíduo através de várias práticas, entre elas:

  • Alimentação;
  • Fitoterapia (uso de plantas medicinais);
  • Massagem;
  • Rotina diária (Dinacharya);
  • Yoga;
  • Meditação
  • Nossos especialistas

– Laura Pires é terapeuta ayurvédica formada pelo Ganga SPA e com especialização em herbologia, nutrição e culinária ayurvédica pela International Academy of Ayurved, Pune, Índia.

– Andrea Alves, terapeuta ayurvédica, é formada pelo Instituto Naradeva Shala, com especialização em Saúde da Mulher. É professora de Yoga e yogaterapeuta, atuando nas áreas de bem-estar e reabilitação, membro da Associação Brasileira de Ayurveda (ABRA) e diretora do Jaya Spa.

– Gustavo Cunha ensina Yoga, estuda Sânscrito e Vedanta e dirige Centro de Yoga Vaidika, em Portugal.

– Karin Fromm é graduada em Fisioterapia pela USP. Estudou medicina natural, anatomia emocional e cadeias musculares, entre outras técnicas. Atualmente estuda medicina ayurvédica.

Bibliografia:

Clínica de Ayurveda / Medicina Oriental – “A medicina ayurvédica ou Ayurveda”;

Associação Brasileira de Ayurveda (ABRA) – “Origem e evolução do Ayurveda”;

Caminho Índia / Em busca da essência – “Teste: descubra o seu Dosha”

Posturas de Yoga combatem alergias de inverno – Aprenda exercício de respiração para viver os dias frios com saúde

Fitoterápicos são aliados contra ansiedade – Descubra 5 plantas medicinais que combatem o problema

Consuma chocolate na medida certa – Saiba o que levar em conta na hora de comer, considerando seu dosha

Equipe Personare

Equipe Personare

Nós, da equipe Personare, também estamos em um processo constante de conhecimento sobre nós mesmos, sobre o mundo e sobre as relações humanas.