Logo Personare vertical
Pesquisar
Loading...

Numerologia: previsoes para o Amor em junho de 2021

Veja qual o seu número em junho e as possibilidades no amor para o sexto mês de 2021

Numerologia: previsoes para o Amor em junho de 2021

O Sexto mês do ano chega com a simbologia do número 2 (2+0+2+1+6 = 11 = 1+1 = 2). As previsões para o amor em junho de 2021 indicam que este pode ser um período marcado por vários conflitos, divergências e dificuldades de entendimento no coletivo.

A simbologia do 2 mostra o quanto precisaremos de diplomacia para aparar as arestas das diferenças e dos atritos.

Se não houver essa disponibilidade para ouvir as outras pessoas, entender os pontos de vista, ter espaço para também ter suas opiniões ouvidas, pode ser que haja rompimento, separação, fim de contrato neste mês.

Muitas vezes, essas rupturas em relações, parcerias, alianças, acordos podem vir de um jeito súbito, explosivo, rebelde, tal como quando chutamos o balde por não suportar mais uma relação ou convivência.

Então, a dica é: tenha jogo de cintura para lidar com as crises pela dificuldade de entendimento. Enxergar perspectivas e saídas originais, inventivas, a fim de resolver as tretas e alcançar novo nível de satisfação e união com as outras pessoas.

CALCULE O SEU NÚMERO PARA JUNHO

Para entender as previsões para o amor em junho de 2021 na sua vida, confira seus números pessoais:

O AMOR EM JUNHO DE 2021

Agora que você já calculou seu mês pessoal e sabe qual é o número do seu trimestre pessoal, veja as previsões para o amor em junho de 2021 na sua vida.

MÊS PESSOAL 1 – TRIMESTRE PESSOAL 3

  • É grande a probabilidade de você sentir mais iniciativa e coragem para expor mais seus sentimentos, desejos e vontade.
  • Isso ajuda quem quer conquistar alguém que tenha interesse ou para começar uma fase renovada de prazer e novidades na vida a dois.
  • Tenha atenção especial para não dar vazão ao sincericídio e acabar ferindo a pessoa parceira. Tenha assertividade sincera e empática com responsabilidade.
  • Uma competição saudável com seu par poderá ser interessante.
  • Com estímulo de ambas as partes para se expressarem com mais naturalidade no relacionamento, estar junto e, ao mesmo tempo, tocando seus próprios projetos pessoais.

MÊS PESSOAL 2 – TRIMESTRE PESSOAL 5

  • Um lado seu pode desejar maior companheirismo e pode estar mais carente de afeto, colo e atenção; enquanto outra faceta pode ter mais disposição em buscar manter ou buscar maior liberdade, não se prender a ninguém, em junho deste ano.
  • O ideal é que você dê vazão a ambas as tendências: esteja junto e, ao mesmo tempo, preserve seu espaço individual e seu tempo para estudar, se divertir e se dedicar a algum hobby.
  • Pode ser também um período em que há maior dificuldade de se entender com a pessoa parceira. Isso pode gerar impaciência e até mesmo o impulso de subitamente dar um basta, chutar o balde e terminar a relação.
  • Tenha calma, reflita e busque lidar com as crises que são geradas pelas diferenças e divergências de maneira diplomática e inventiva.
  • Combine com o que vocês podem fazer para haver mais estímulo, prazer e renovação na relação, caso você esteja em um relacionamento.

MÊS PESSOAL 3 – TRIMESTRE PESSOAL 7

  • Neste mês, o romantismo pode estar mais atuante em você. O desejo de uma relação intensa, prazerosa e repleta de intimidade e companheirismo.
  • Vale a pena você vencer o medo da entrega e construir um nível mais seguro de confiança entre você e a pessoa parceira.
  • Dica: revele seus medos e seus desejos, exponha sua vontade e crie um clima propício para essa intensificação do amor serão ótimas estratégias.
  • Apenas não deixe que a dificuldade de entendimento crie distanciamento entre você e alguém que você gosta. Persista e aprimore a maneira de se comunicar para que haja aprofundamento no laço afetivo com seu par.
  • Por meio de conversas mais reveladoras, abrindo um segredo para quem ama, ouvindo e acolhendo algum receio que a pessoa amada tem, vocês poderão se entender melhor.

MÊS PESSOAL 4 – TRIMESTRE PESSOAL 9

  • Eis um período que você poderá estar emocionalmente e afetivamente com um pouco de limitação, travamento. Pode ser em termos internos, como adotando uma atitude mais reservada e desconfiada, ou externamente mesmo, mais distante ou não querendo se envolver com ninguém.
  • O momento é apropriado para fazer uma baita reflexão sobre relacionamentos amorosos, sobre alguma história de amor.
  • Tente telembrar, sentir saudades, perceber mágoas que ainda podem existir, feridas a curar. Mas não se cobre tanto.
  • Se precisar, peça ajuda a algum profissional para aprofundar na terapia, a fim de compreender melhor o que vale a pena ser feito diferente numa próxima história de amor.
  • E caso esteja numa relação, tenha momentos de maior isolamento, especialmente para estudar ou para concluir alguma tarefa.

MÊS PESSOAL 5 – TRIMESTRE PESSOAL 2

  • Período de necessidade de mudanças em sua vida.
  • Para algumas pessoas, pode ser a importância de se libertar de uma dependência emocional ou financeira com relação a alguém que se relaciona ou já se relacionou.
  • Para outras pessoas, a busca de novos estímulos para ter companheirismo mais justo, maduro e consistente a longo prazo.
  • É notório também a impaciência em termos afetivos, com tendência a guardar mágoas, ressentimentos e acabar jogando isso de um jeito explosivo e súbito na cara do outro.
  • Para não chegar nesse ponto e nem chutar o balde imprudentemente, vale a pena buscar saídas e soluções junto com o outro, dialogando e reestruturando sua vida afetiva.

MÊS PESSOAL 6 – TRIMESTRE PESSOAL 4

  • O desejo de um vida afetiva segura, tanto em termos emocionais quanto materiais, pode estar em alta em você.
  • Isso pode representar necessidade de dialogar bastante sobre os detalhes que precisam ser ajustados, mudados e reciclados para construir – ou reconstruir – bases mais sólidas de companheirismo e romantismo.
  • Também pode ser um período em que você precisará fazer maiores sacrifícios na vida a dois, tal como cuidando mais da família e não tendo tempo para o amor. Ou mesmo se dedicando mais para oferecer seu apoio físico e emocional à pessoa parceira.
  • Também existe a possibilidade de receber esse amparo de seu par.

MÊS PESSOAL 7 – TRIMESTRE PESSOAL 6

  • Período de muitas expectativas, especialmente em termos afetivos, seja para começar uma nova história de amor ou para iniciar uma fase de mais romantismo e intimidade.
  • Vale a pena não esperar a perfeição da outra pessoa e nem do próprio relacionamento e diminuir idealismos utópicos e nada realizáveis.
  • Tente se concentrar em propor ideias, projetos e mudar hábitos que vão tornar a convivência amorosa mais satisfatória e profunda.
  • Nesse processo, vai ser importante vencer a impaciência e as reações mais agressivas caso você se decepcione com alguém ou alguma relação por não ser do jeito idealizado.
  • Procure ter tempo tanto para o amor quanto para seus objetivos pessoais. E, quem sabe, contar com o apoio da pessoa parceira para alcançar alguma meta ou desenvolver um projeto. Nem ficando dependente e nem olhando exclusivamente para seu próprio umbigo, você vai encontrando o tom de estar junto.

MÊS PESSOAL 8 – TRIMESTRE PESSOAL 8

  • A volta ao passado poderá ser marcante, tal como relembrando uma história de amor ou mesmo o retorno de alguém com quem se relacionou.
  • Pode ser uma ótima fase para resolver alguma pendência que ficou dessa vivência, seja dialogando e entrando com acordo, seja internamente, superando mágoas, saudades ou ressentimentos.
  • Também pode ser um mês com algum conflito com a pessoa parceira, especialmente financeiro ou na dificuldade de combinarem quem se responsabilizará por quais tarefas na vida a dois ou mesmo na família.
  • Outro ponto delicado é uma tendência a se impor ditatorialmente ou se submeter pacatamente à vontade da pessoa com a qual se relaciona.
  • Saber respeitar os desejos, os valores e o querer da outra pessoa, bem como ter esse mesmo respeito será fundamental para reestruturar a relação em bases mais justas e com  companheirismo mais maduro.

MÊS PESSOAL 9 – TRIMESTRE PESSOAL 1

  • Pode haver maior dramaticidade emocional em sua vida afetiva em junho deste ano.
  • Isso pode tanto representar uma tendência a querer se envolver em aventuras românticas e sexuais bem intensas, quanto se comportar de um jeito bem ciumento com a pessoa parceira.
  • Não vai dar para ficar na mesmice. A busca será por novidades na área amorosa, tal como conhecendo alguém ou propondo programas mais românticos e excitantes com seu par.
  • Você também pode estar com desejo maior por atenção, elogios e presentes. No fundo, quer mais paixão e intensidade.
  • Em vez de ficar passivamente esperando tudo isso acontecer, ouse e tome decisões de forma confiante para obter estes objetivos.
Olá, essa matéria foi útil para você?
Yub Miranda

Yub Miranda

Yubertson Miranda é numerólogo, astrólogo e tarólogo e é graduado em Filosofia. Ama encontrar significado nos eventos do dia a dia. É autor das análises numerológicas do Personare. Saiba mais