Vanessa Tuleski
  • Por Vanessa Tuleski
  • Leia em 3 min.
  • 23/06/2017
  • Atualizado em 13/08/2018 às 19:03

Lua nova de julho: hora de libertar e curar o que está tóxico

Período de 23/06 a 23/07 é época ideal para prosperidade e resolução de problemas

Lua nova de julho: hora de libertar e curar o que está tóxico

O dia 23 de junho de 2017, às 23h30 do horário de Brasília, é o ponto de partida para uma lunação que ocorre no signo de Câncer. Ela gera um Mapa Astral com inclinações gerais que duram cerca de 30 dias. Conhecê-las nos ajuda a compreender as temáticas que irão predominar durante o espaço de um mês e a lidar com elas da melhor forma!

Ascendente em Peixes: da empatia à administração da sensibilidade

O sensível Peixes ocupa o Ascendente da lunação (Descubra gratuitamente aqui o seu Ascendente). Isto indica um mês em que o mundo interior e o que sentimos terá grande destaque. Este é um signo maleável e flexível, de grande fluidez, e tais características serão importantes neste mês, como ter mais sensibilidade e saber dançar conforme a música.

Do lado positivo de Peixes, poderemos buscar nos conectar mais com o plano espiritual, a imaginação, a criatividade e a intuição! Do negativo, porém, nem tudo será “preto no branco”. Pode ser que nos sintamos confusos em alguns momentos sobre que rumos seguir. Também nos veremos mais sensíveis e afetados por tudo ao nosso redor. Porém, será igualmente importante que sejamos mais doadores e conectemos a outras pessoas. Afinal, este é o signo do cardume, nos dando a consciência de que nunca estamos realmente sós e desligados do mundo ao redor.

Em função de uma maior sensibilidade, fisicamente poderemos ter maior suscetibilidade a alergias e viroses.

Dica: dê vazão à sensibilidade, mas não se perca dos seus objetivos, que também serão importantes neste mês. Se não cuidarmos, Peixes e Câncer em destaque poderão nos deixar desnecessariamente dramáticos.

Julho propiciará trocas produtivas

A questão da conexão com outras pessoas está realçada neste Mapa de lunação, pelo fato de um dos planetas que governa o Ascendente, Júpiter, estar na Casa 7, do outro, no signo de Libra. Este posicionamento dá a dica de que podemos nos expandir (Júpiter) através de nossas relações (Casa 7) e talvez aprender com o outro! Os intercâmbios tendem a ser muito ricos neste mês: poderemos beneficiar pessoas e também sermos auxiliados por trocas, propostas e parcerias!

Os intercâmbios tendem a ser muito ricos neste mês: poderemos beneficiar pessoas e também sermos auxiliados por trocas, propostas e parcerias!

Contudo, alguns desafios também devem surgir, como veremos a seguir no decorrer do texto, especialmente onde estiver ocorrendo comportamentos excessivos, espaçosos e/ou arrogantes, que seria o uso negativo de Júpiter, com chance de grandes brigas e/ou explosões emocionais.

O posicionamento poderá favorecer – para quem souber lançar mão disso! – a possibilidade de entendermos melhor o ponto de vista alheio. Afinal, Júpiter está colocado em um signo que pondera e tenta ver os dois lados e trabalhar conceitos como justiça e equilíbrio. Mas alguns poderão se manter rigidamente em opiniões arraigadas e também na posição de julgamento do outro. Mas quem estiver aberto, poderá compreender e melhorar suas relações, muito embora talvez tenha talvez de lidar de alguma forma com questões familiares, suas ou do outro, em função da quadratura de Júpiter com planetas na Casa 4.

O próspero Júpiter também garante que quem trabalha com público (Casa 7) poderá esperar maior resposta e adesão de seus esforços e iniciativas. Mas terá que saber usar bem o signo de Libra, que é atuar com simpatia e cativar!

Mês de deixar para trás o passado que não servir mais

A ênfase no signo de Câncer (e na Casa 4), que, além da Lua e do Sol, recebe também Mercúrio e Marte, mostra um mês especial para percebermos que padrões e questões do passado, regidas por este signo, ainda estão presentes na nossa vida. Câncer governa o que está enraizado, desde o que há de positivo, até hábitos e situações muito antigos que precisam ser modificados. Assim como Peixes, que está no Ascendente, este é um signo do elemento Água, o mais emotivo de todos. Assim, estamos em um mês para conectar mais com nossas emoções e passado, em que talvez precisemos de uma troca mais carinhosa e afeto. É tempo de dar atenção para pais, avós, filhos e pessoas próximas.

Esta é também a Casa do lar, ninho, privacidade e vida pessoal, temas que terão destaque neste mês. Embora a Lunação abra para trocas e encontros, você também poderá querer curtir sua casa e espaço pessoal! A imaginação e a sensibilidade estarão em alta, favorecendo pintar, escrever, ver filmes e assistir peças. O Mapa fala muito em trabalho (Casa 10 com dois planetas), mas a vida privada será tão importante quanto (Casa 4 enfatizada).

Conflitos, inseguranças e fobias: coragem para mergulhar fundo e curar excessos

Contudo, Marte, na Casa 4, em quadratura com Júpiter e oposto a Plutão, poderá apontar para um mês em que também poderão emergir conflitos e questões não resolvidas, sobretudo com família, parceiros, pessoas próximas. Plutão não nos deixa encobrir nossa intensidade. Com isso, mágoas e ressentimentos acumulados poderão vir à tona. A oposição Marte/Plutão por vezes é como uma erupção na pele que precisa surgir e liberar o que está tóxico.

A oposição Marte/Plutão por vezes é como uma erupção na pele que precisa surgir e liberar o que está tóxico.

Se isto for usado como cura e os excessos forem aparados, teremos um bom uso desta lunação, que é o de tentar resolver assuntos íntimos e relações familiares.

Porém, há também o potencial para que esta Lua Nova dispare, onde houver esta tendência, comportamentos bastante agressivos, invasores, preconceitos e violência doméstica, além de conflitos entre países envolvendo questões territoriais. Quem mora em locais perigosos precisará de atenção redobrada. A ênfase em Câncer também poderá trazer bastante proeminência em questões como imóveis, lar e família. Marte nesta Casa poderá simbolizar decisões importantes, chance de cirurgias para familiares, mas também potencial para perdas e acidentes (como chuvas fortes que levam a desabamentos).

Uma outra questão é que este Mapa poderá fazer emergir inseguranças e fobias, já que a emotividade destacada do Elemento Água colocará em evidência nossa vulnerabilidade. Contudo, a oposição Marte/Plutão também poderá ser usada como força, se assim desejarmos! Força para transformar. A oposição entre as Casas 4 e 10 trata da temática de onde estou (Casa 4) e para onde quero ir (Casa 10), e que transformações (Plutão) são necessárias a fim de alcançar estes objetivos.

Questões profissionais requererão esforço e determinação

Saturno e Plutão na Casa 10, da carreira, falam que nossos objetivos requererão esforço e comprometimento (Saturno), além de determinação (Plutão). Portanto, é mês de semear bastante. O cenário coletivo ainda estará difícil, com desemprego e potencial para medidas restritivas e pouco agradáveis (Saturno/Putão). Contudo, oportunidades poderão vir de parcerias (Júpiter na Casa 7) e do contato com o outro, além de empreendimentos autônomos (Urano na Casa 2).

Figuras de poder poderão ser confrontadas, com a quadratura em T envolvendo Marte/Plutão/Júpiter. Dependendo do que for decidido pelo governo, o povo poderá mostrar fortemente sua insatisfação e pedir o impeachment de governantes, com manifestações que também tendem a ser muito intensas, com risco de depredações e excessos policiais. Este é um momento em que Júpiter na Casa 7 poderá tanto significar ótimos aliados e trocas como também oponentes (regidos por esta Casa) com bastante força e persuasão (e nem sempre éticos). O aspecto, como já foi dito no tópico anterior, poderá acirrar conflitos.

Finanças: novas saídas e maior prosperidade do que em junho

A lunação de junho pode ter indicado menos fluxo financeiro e/ou mais despesas, porque o eixo das Casas financeiras estava com a oposição Marte/Saturno. Contudo, a de julho abrirá mais oportunidades, talvez com o surgimento de novas ideias e possibilidades para ganhos, com Urano ocupando a Casa 2 do Mapa. O trígono deste planeta com Saturno na Casa 10 mostra um mês em que poderemos estar nos esforçando por novos projetos com promessa de renda para o futuro. Além disso, o fluxo financeiro será melhor neste mês, com mais vendas e negócios acontecendo!

Vênus ocupa o final da Casa 2, já entrando na Casa 3. O planeta das finanças está muito bem posicionado em Touro, atraindo mais prosperidade neste mês, favorecendo os negócios, já que faz trígono com Plutão. O posicionamento por Casa mostra um mês em que talvez venhamos a investir em mais conforto e/ou prazer, bem como em saídas e viagens (proximidade com a Casa 3). Para o amor, há mais estabilidade (Touro) e profundidade (Plutão), embora o mês tenha potencial de alguns confrontos ou questões que precisarão ser resolvidas. O excesso de Câncer poderá indicar que a emotividade talvez venha a provocar algumas distorções, como ciúme ou ferir-se por algo que não teria toda aquela proporção. Solteiros: vocês terão uma boa chance de conhecer pessoas interessantes para compromisso ou, no mínimo, para trocas ricas, especialmente se aceitarem convites para sair e circular!

Olá, essa matéria foi útil para você?
Vanessa Tuleski

Vanessa Tuleski

Vanessa Tuleski mora no RJ e dá consultas astrológica-terapêuticas pessoalmente ou à distância, focando no que o céu tem a dizer, mas também no que o livre arbítrio pode fazer. Saiba mais