Equipe Personare
  • Por Equipe Personare
  • Leia em 5 min.
  • 26/11/2017
  • Atualizado em 06/08/2018 às 14:26

Curitiba se torna a Capital da Felicidade nos dias 25 e 26 de dezembro

Acompanhe a cobertura dos eventos nas redes sociais do Personare

Curitiba se torna a Capital da Felicidade nos dias 25 e 26 de dezembro

Voltados às pessoas que buscam autoconhecimento e o desenvolvimento pessoal e espiritual para uma vida mais harmoniosa, dois eventos vão transformar Curitiba na Capital da Felicidade nos dias 25 e 26 de novembro. O II Congresso Internacional de Felicidade reunirá na Ópera de Arame grandes estudiosos brasileiros e internacionais para abordar a felicidade sob os pontos de vista científico, artístico, filosófico, educacional, profissional e espiritual.

grandes estudiosos brasileiros e internacionais para abordar a felicidade sob os pontos de vista científico, artístico, filosófico, educacional, profissional e espiritual.

Já o I Festival da Felicidade ocupará simultaneamente o Boulevard da Pedreira Paulo Leminski e terá apresentações gratuitas de música, teatro, dança, Yoga e toda forma de expressão corporal e artística.

Acompanhe a cobertura dos eventos pelo Facebook e o Instagram (@personareoficial) do Personare

Sucesso na primeira edição, em 2016, este ano o Congresso já está com os ingressos esgotados. Dentre as atrações do evento está o líder humanitário e espiritual Sri Prem Baba, fundador do movimento Awaken Love e do Instituto Awaken Love Action. Sua palestra, que abordará “A Felicidade Plena”, marca a abertura do evento e será gratuita – todo o excedente ao espaço da Ópera de Arame poderá assistir em um telão no espaço do Festival, na entrada da Pedreira.

Escritor brasileiro mais lido da década, o psiquiatra, psicoterapeuta e pesquisador Augusto Cury também estará presente e falará sobre “Gestão da emoção – Qualidade de vida no século XXI”. Seus livros são publicados em mais de 70 países e já venderam mais de 25 milhões de exemplares no Brasil. Recebeu o prêmio de melhor ficção do ano de 2009 da Academia Chinesa de Literatura, pela obra O Vendedor de Sonhos– que será lançado também, em breve, como filme.

Outras atrações são Monja Coen, missionária oficial da tradição Soto Shu, com sede no Japão, e primaz fundadora da Comunidade Zen Budista do Brasil; o português José Pacheco, mestre em Ciências da Educação e fundador da “Escola da Ponte”; o diretor do filme Eu Maior, Fernando Schultz; o filósofo holandês Robert Happé; a psicoterapêutica quântica Elainne Ourives; o fundador da Grande Escola, Ricardo Dória; o idealizador do Medida Certa do Fantástico, Marcio Atalla; e Eduardo Nicz, da Escola dos Anjos, dentro outras.

FESTIVAL

Pelo segundo ano consecutivo, o Congresso Internacional da Felicidade terá um evento paralelo com uma série de atividades gratuitas para a população. Chamado de “Parada Zen” em 2016, agora ganha o nome de Festival da Felicidade e ocupará o Boulevard da Pedreira Paulo Leminski.

Criado com a missão de promover a reflexão, a elevação de consciência e a paz, o festival visa envolver a arte em suas diversas formas: música, teatro, dança, Yoga e toda forma de expressão corporal e artística. Serão diversas atrações desde a manhã até a noite, tanto no sábado quanto no domingo.

Além disso, haverá ainda uma feira gastronômica e a II Feira Holística, com comercialização de livros, produtos e serviços que visam uma vida mais saudável. E também lançamentos de diversas obras e sessões de autógrafos com os autores – o primeiro deles será Sri Prem Baba, que autografará suas obras das 11h15 às 12h15 de sábado. No mesmo dia, às 16 horas, haverá o lançamento oficial do livro “Eu maior” e sessão de autógrafos com Fernando Schultz (diretor do filme de mesmo nome) e alguns dos entrevistados no documentário.

O local será coberto e terá espaços com mesas e cadeiras. A entrada é gratuita.

SHOWS GRATUITOS

Conheça alguns dos artistas que se apresentarão gratuitamente no Festival da Felicidade:

Bananeira Brass Band e Raissa Fayet

A Bananeira é uma pesadíssima banda de metais de Curitiba que vem construindo um belo caminho musical. Com uma formação com cinco metais e bateria, transmitem uma intensa energia de cima do palco. Lançaram este ano seu primeiro single, “Fúria”.

Estarão acompanhados de Raissa Fayet, talentosa compositora curitibana que desponta como uma das grandes revelações da nova MPB. Versatilidade é sua marca: faz trompete de boca, beatbox e toca violão, além de compor maior parte das músicas que interpreta. Sua veia teatral é parte integrante da sua personalidade e performance no palco, além de um enorme carisma aliado a um timbre forte e doce, que agrada diversos públicos e ouvidos exigentes. Seu primeiro disco foi produzido e arranjado pelo conceituado produtor Tom Sabóia e por Alexandre Menezes, O Xandão, da banda O Rappa.

Carlos Simas

Utiliza em seus shows vários instrumentos exóticos e apresenta músicas célticas tradicionais, de autores contemporâneos e também músicas de sua autoria.

Angelo Esmanhotto

Músico multi-instrumentista curitibano, graduado em Musicoterapia pela Faculdade de Artes do Paraná (hoje UNESPAR) e dono de um dos mais vastos currículos na área musical. Pesquisador e professor de violão, também realiza estudos com Sarod (instrumento musical indiano), além de compor e produzir trilhas sonoras para as mais cinema, teatro, dança e rádio.

Madayati

Com uma carreira musical iniciada há 8 anos , o músico Madayati cantou em seus shows composições ?músicas que honram o divino?, como ele mesmo define. São canções devocionais e todas autorais.

Serviço

II Congresso Internacional de Felicidade – 25 e 26 de novembro – “Ópera de Arame, Curitiba”. Informações no site do Congresso (INGRESSOS ESGOTADOS)

I Festival de Felicidade – 25 e 26 de novembro – Pedreira Paulo Leminski, Curitiba. Entrada gratuita. Confira a programação completa no site do Festival

Olá, essa matéria foi útil para você?
Equipe Personare

Equipe Personare

Nós, da equipe Personare, também estamos em um processo constante de conhecimento sobre nós mesmos, sobre o mundo e sobre as relações humanas. Saiba mais