Logo Personare vertical
Pesquisar
Loading...
Criança interior: o que é e como funciona na Constelação Familiar

Criança interior: o que é e como funciona na Constelação Familiar

Saiba o que a criança interior representa na visão da constelação familiar, o que é uma criança interior ferida e como utilizar a técnica para curá-la e reativar a abundância

Já ouviu falar sobre cura da sua criança interior? Talvez este conceito ainda seja abstrato e não te ajude realmente a resolver as questões que emergem na sua vida cotidiana.

Vou trazer a visão da Constelação Familiar sobre o assunto para que você entenda como acessá-la e também propondo uma meditação no final do texto.

Criança interior: a visão da Constelação Familiar

Todos nós um dia já fomos crianças, mas muitas vezes não lembramos das experiências que passamos quando éramos bebês ou até de experiências mais profundas que passamos no útero da nossa mãe.

O fato é que todas as experiências que temos quando criança ficam guardadas no nosso inconsciente, e este inconsciente acaba governando a nossa vida sem que a gente perceba.

A nossa criança interior é essa parte nossa que guarda estas memórias antigas, a guardiã do inconsciente. “Ela” somos nós também, congelados nos traumas.

criança interiorQuando somos crianças sentimos o que acontece no nosso sistema familiar e, por uma lealdade sistêmica, “fazemos pactos” com os membros da nossa família tentando resolver as questões deles.

A nossa criança interior, por amor cego ao sistema familiar, muitas vezes se identificará ou assumirá problemas para si para que as pessoas que ama na família não sofram.

O que acontece é que nós crescemos como pessoas, só que não aprendemos a crescer esta parte que ficou identificada. Daí resulta o que chamamos da criança interior ferida.

Criança interna ferida

Você é adulta, tem idade de adulto, muitos comportamentos de adulto para várias questões, mas em outras ainda está congelada esperando que alguém tire você da situação traumática que viveu. Só que isto não irá acontecer porque quando crescemos, nós precisamos nos autorresponsabilizar e buscar na vida a solução daquilo que nos faltou.

Você pode ter passado por traumas com pai, mãe, com separações, mortes, e ainda estar buscando nas mesmas pessoas que te traumatizaram a solução ou até mesmo projetando isto em futuros parceiros e no trabalho. Infelizmente, este não é o caminho saudável da transformação.

O que transforma é o seu EU adulto — que faz escolhas conscientes — concordar, dizer SIM para tudo que foi na sua vida. Assim, você poderá liberar os congelamentos, pactos, identificações com problemas dos seus familiares para que você possa escolher uma vida diferente.

Como curar a criança interior

Curar a criança interior ferida nada mais é do que olhar para sua história e revisitar memórias de dor e emoções que foram abafadas, para que você as integre e seja uma adulta mais completa em si mesma.

Quando abrimos uma constelação familiar, podemos acessar onde está nosso “Eu adulto” e onde está nosso “Eu criança”. Conseguimos assim descobrir quando ficamos com uma parte nossa paralisada na nossa história de vida e liberá-la.

Nossa criança normalmente viola as ordens do amor (Pertencimento, Hierarquia e Equilíbrio), isto é, as leis sistêmicas, porque se coloca em um lugar de autoimportância. Ela pensa que se sacrificando, sendo um herói cego, irá resolver os problemas. Na verdade, esta postura não mudará os resultados da família e ainda faz com que você carregue problemas que não são seus.

A questão é que a criança não tem capacidade de julgamento na hora em que isto acontece. Ela realmente é tomada por este amor. Cabe a cada um de nós, ao crescermos, buscarmos solucionar a nossa criança interior que tomou decisões por uma lealdade sistêmica.

Meditação

Se coloque em uma posição confortável, feche os olhos e comece a respirar lentamente somente pelo nariz, sentindo o fluxo de ar entrar e sair. Faça um escaneamento pelo seu corpo para que você se conecte ao momento presente, onde você está em segurança e pode começar agora a meditação para a criança interior através da constelação familiar.

Aprofunde a sua respiração, perceba o movimento que o ar faz ao entrar no seus pulmões, enchendo e esvaziando, contraindo e relaxando.

A partir deste momento, quero que você pense: “a quem eu sou mais leal na minha família? E quem, por esta lealdade, está excluído?” Deixe a imagem de quem tiver que vir à sua mente vir. Você vai se conectar a esta pessoa ou a estas pessoas que apareceram.

O importante agora é deixar as imagens de lealdade sistêmica virem à tona. Nossa criança sempre irá se identificar com quem precisa mais de nós.

Agora de um lugar de paz e respeito a tudo que vê, olhe para esta pessoa e diga: “eu olho para você com amor. Você faz parte”. Ainda que seja difícil sustentar, repita mentalmente: “Eu olho para você com amor. Você faz parte”.

A sua criança agora olha para o que quer que seja rejeitado, porque os outros membros da família se envergonham e rejeitam. Olhe com amor, através do amor do espírito, sem distinção ou julgamento.

E diga novamente: “Eu olho para você com amor. Você faz parte. Eu deixo você com as suas questões e eu fico com as minhas. A partir de agora, tomo somente o amor”.

Você agradece este contato, com uma reverência.

Respirando profundamente, se conectando com seu corpo, com o momento presente.

Vai voltando, até abrir os olhos.

Repita esta meditação sempre que for necessário.

Saiba mais sobre a Constelação Familiar

A constelação familiar é uma intervenção terapêutica breve, não um processo terapêutico, ou seja, você não faz uma constelação semanalmente.

É preciso dar um intervalo entre uma constelação e outra. Eu gosto de 2 a 3 meses pelo menos entre cada tema trabalhado e complementar com outras terapias, seja recomendando ao cliente que vá a um psicólogo quanto a utilização de outras técnicas holísticas como floral ou Thetahealing.

Ela pode ser feita individualmente online com bonecos ou presencialmente em grupos. Podemos utilizá-la para trabalhar qualquer assunto, família, amor, trabalho, saúde. Saiba mais:

Olá, essa matéria foi útil para você?
Natália Torchio

Natália Torchio

Terapeuta holística. Atua com constelação Familiar, Thetahealing, Terapia Floral e Reiki presencialmente em Pinheiros, São Paulo, e online, via Skype. Em parceria com outra terapeuta ministra vivências de cura em grupo utilizando a técnica havaiana do Ho’oponopono. Saiba mais