Pesquisar
Loading...

Plutão não é mais planeta?

Significado de planeta é diferente em Astrologia e Astronomia. Entenda

Se Plutão não é mais planeta para a Astronomia, sua interpretação continua válida para a Astrologia? Essa questão vem sendo abordada desde que a União Astronômica Internacional (UAI) anunciou, em 2006, que Plutão teria sido rebaixado à categoria de planeta anão. O astrólogo do Personare, Alexey Dodsworth, esclarece a dúvida no vídeo a seguir.

Plutão: diferença Astronomia x Astrologia

Os termos “planeta” em Astronomia e Astrologia não são sinônimos. Para a Astronomia, tem um significado técnico muito preciso. Tem como enfoque o aspecto físico do Universo, através de observações de corpos celestes e suas reações físicas e químicas.

Considerado até então como um planeta anão, seria incorreto afirmar que esta terminologia é errada. Além disso, ainda que ele fosse denominado de asteroide, continuaria tendo a mesma simbologia de antes na Astrologia.

Para a Astrologia, planeta é qualquer corpo celeste que se move. Sol e Lua não são de fato planetas, mas recebem esta terminologia por astrólogos. A melhor maneira de se referir a eles, inclusive, é como luminares.

Existe impacto da ciência na Astrologia?

A Astronomia é uma ciência preocupada com questões de ordem técnica e não simbólica. Logo, as mudanças feitas por ela não dizem respeito à Astrologia. Suas descobertas não impactam a forma como a Astrologia trabalha.

Então mesmo que os astrônomos digam hipoteticamente que Júpiter não é mais um planeta, ele ainda seria considerado assim pela Astrologia.

 

Alexey Dodsworth

Alexey Dodsworth

Mestre em Filosofia pela USP, atualmente cursando doutorado em Filosofia em regime de dupla titulação pelas Universidades de São Paulo e de Veneza, na Itália. Como pesquisador acadêmico, sua principal linha de investigação envolve os paradigmas decorrentes das diferentes relações estabelecidas entre a humanidade e o espaço cósmico ao longo dos séculos. Sua experiência com temas filosóficos e éticos já o levou a ser consultor da UNESCO e assessor especial no Ministério da Educação. Escritor e roteirista de ficção científica e fantasia, duas vezes ganhador do Prêmio Argos de literatura por seus livros “Dezoito de Escorpião” e “O Esplendor”. Estudioso de Astrologia há mais de 30 anos, autor de livros do gênero e também das análises de Astrologia, Tarot e Runas do Personare. Sua afinidade com temas esotéricos se alinha com sua defesa à liberdade de saberes, sejam eles oficialmente científicos ou não. Alexey Dodsworth também é autor do livro “Os Seis Caminhos do Amor”, da Coleção Personare.

Saiba mais sobre mim