Pesquisar
Loading...

Como escolher o melhor chocolate para a saúde

Saiba do que é feito o chocolate, quais são os seus benefícios e diferenças entre os tipos do doce

Que eles são irresistíveis, todo mundo sabe… Mas sua composição não é de conhecimento geral. Afinal, como posso escolher o melhor chocolate para a saúde?

Em primeiro lugar, é preciso saber do que é feito o chocolate. Os principais ingredientes do chocolate são: cacau, manteiga do cacau (fonte de gordura), açúcar ou similar (adoçantes, açúcares diferentes) e leite (leite em pó ou leite condensado). Fuja de chocolates que tenham aditivos e corantes em sua composição!

Em segundo lugar, para distinguir um chocolate de boa qualidade de um ruim, é preciso ler o rótulo do chocolate. E o rótulo sempre começa do maior ingrediente ao menor. Ali, você vai saber mais sobre o produto e, principalmente, sobre a medida indicada para o consumo.

A seguir, falaremos mais sobre os benefícios do chocolate, os tipos de chocolate e suas diferenças e, por fim, dou dicas da quantidade ideal para se manter saudável.

Já ouviu falar sobre fome emocional? Aprenda mais aqui!

Como escolher o melhor chocolate para a saúde

O ingrediente do chocolate com mais benefícios para a saúde é o cacau (veja aqui 5 benefícios do cacau já comprovados pela ciência). Portanto, quanto maior o teor de cacau num chocolate, melhor.

O cacau estimula a liberação de endorfina, contribuindo para a produção de serotonina, que é o hormônio do bem-estar, ajudando a relaxar, diminuir o estresse e também a amenizar os sintomas da TPM.

Também tem ação preventiva na saúde cardiovascular, por conta do alto índice de antioxidantes, combatendo o colesterol e reduzindo a pressão arterial.

Portanto, dê preferência aos chocolates com alto teor de cacau, como o amargo ou o meio amargo, ou que contenha ao menos 60% de cacau em sua composição.

Aqui, você aprende o que levar em conta na hora de comer chocolate segundo o Ayurveda.

Curiosidade: acredita-se que o cacau se originou na cabeceira do Rio Amazonas, se expandindo de lá para o mundo. Quando os colonizadores chegaram à América, os índios já cultivavam o fruto.

Na época, era chamado de “comida dos deuses” e utilizado em uma bebida especial para rituais sagrados. Ainda diziam naquela época que ele poderia transmitir imortalidade.

Conheça os tipos de chocolate

Para escolher o melhor chocolate para a saúde, é importante conhecer os tipos de chocolate. Veja a seguir um resumo:

Chocolate meio amargo: tem menos açúcar em sua composição, e o cacau tem proporção entre 40% a 60%.

Chocolate amargo: tem, ao menos, 60% de cacau em sua composição, podendo chegar a até 95%! Por isso, são mais escuros e considerados um “alimento funcional”.

Chocolate ao leite: como o próprio nome indica, ele tem leite em sua composição, podendo ser preparado com leite em pó ou leite condensado. Podem ter teores de cacau bem variados. Existem marcas com menos de 25% de cacau em sua composição e, assim, podem ter bem mais açúcar ou gordura. Cuidado!

Chocolate branco: os chocolates brancos não têm cacau em sua composição! Portanto, não trazem os benefícios que mencionamos anteriormente. O chocolate branco é feito somente com a manteiga do cacau, que é a gordura extraída da sua semente e acrescida de leite e açúcar.

Chocolate diet: é o chocolate em que é retirado o açúcar de sua composição e, para manter a sua consistência, é acrescido de mais gordura do que os outros tipos. Por isso, são indicados apenas para quem não pode consumir açúcar. E devem ser evitados por quem quer emagrecer, já que com a mudança do açúcar para gordura podem ser mais calóricos.

Chocolates com mais de 60% de cacau: são opções excelentes, como já reforçamos, mas não esqueça de observar o rótulo, conferir a proporção dos demais ingredientes e se há adição de aditivos e corantes, que não é recomendada.

Qual a quantidade de chocolate indicada

No geral, a porção de chocolate indicada é de até 30 gramas ao dia por pessoa, para serem aproveitados os benefícios do cacau – considerando, claro, aqueles que têm boa dose de cacau em sua composição.

Atenção: mesmo os chocolates com alto teor de cacau, se consumidos em excesso, podem trazer prejuízos à saúde.

Portanto, coma chocolate, sim! Mas coma de forma moderada e aprecie o chocolate! Deixe-o derreter na boca! Aqui, você encontra uma meditação para fazer comendo chocolate.

Dica final: não coloque o chocolate na geladeira — isso separa a gordura do restante do alimento, alterando o sabor e a cremosidade.

No mais, aproveite o seu chocolate e seja feliz!

Amanda Regina

Amanda Regina

Nutricionista Funcional, Personal Diet e ampliada pela Antroposofia. Gosta muito de cozinhar! Atua em consultório e palestras, cuidando principalmente de saúde da mulher; emagrecimento trabalhando comportamentos alimentares, transição para o vegetarianismo ou veganismo, e ajudando a estabelecer uma relação saudável e prazerosa com a comida!

Saiba mais sobre mim