Simone Rosa de Moraes

Como presentear neste Natal?

Ato de oferecer um presente deve ser cheio de significado e afeto

Ato de oferecer um presente deve ser cheio de significado e afeto

Como presentear neste Natal?

Talvez o que a gente entende por presente esteja perdendo um pouco o sentido do que a palavra realmente representa. Quase um decreto ansioso de que o Natal já chegou, já vemos nas ruas lojas lotadas, todos envolvidos e pré-ocupados com os presentes desta época do ano. Somos tragados pela agitação urbana, que nos conduz ao automatismo das ações e das emoções. Tudo é tão corrido e muito passa despercebido, assim entramos no consumismo desenfreado, sem consciência, levando muitos às dívidas que se prolongam pelo novo ano. E aquilo que em um momento de ansiedade pode ter trazido prazer, também pode se transformar em algo pesado e levar ao arrependimento, fazendo perder o sentido do ato de presentear.

Presentear é, aliás, o ato de dar algo que agrade alguém. Presente representa alegria – dou alegria e a recebo de volta, ao sentir que o outro se agradou com aquilo.

Presentear é, aliás, o ato de dar algo que agrade alguém. Presente representa alegria – dou alegria e a recebo de volta, ao sentir que o outro se agradou com aquilo.

Então, vale refletir: como você tem escolhido os presentes que dá? Como você tem recebido os presentes que ganha? Há um equilíbrio entre o dar e o receber, construímos nossas relações baseadas nele. Dou ao outro aquilo que ele necessita, não mais do que ele pede ou do que eu possa oferecer. Assim, dou a ele a oportunidade de em outro momento também me agradar.

Quando ofereço muito ou além das minhas posses, sejam elas materiais ou não, crio um desequilíbrio, tanto nas minhas emoções, quanto nas de quem está recebendo, gerando a sensação de não existir retribuição para o que recebeu. Desta forma, perdemos as trocas saudáveis que geram os relacionamentos.

A maneira que oferecemos ou recebemos algo está ligada as nossas emoções, à forma como as expressamos. Somos criadores de expectativas e queremos correspondê-las. Para isso, não medimos esforços e acabamos perdendo a simplicidade da vida ou a capacidade de apreciar o simples que acaba se tornando banal.

Por muitas vezes a vida nos traz presentes especiais que não notamos, pois estamos envolvidos com nossos desprazeres. Em um final de tarde posso estar sendo presenteado no meio do trânsito caótico com um belíssimo pôr do sol, o sorriso inocente dos meus filhos, o abraço da pessoa amada ao chegar em casa depois de um dia no qual nada saiu como planejei em meu trabalho ou simplesmente com a possibilidade de comprar um panetone e apreciá-lo com um bom café quente no bate-papo sem pressa com os amigos em uma tarde de domingo.

Neste período de festa, lembre-se que o presente representa a importância, a atenção e o afeto que você tem por quem está presenteando, isto lhe ajuda a escolher algo que não esteja na expectativa consumista que somos conduzidos no dia a dia e proporciona grande prazer, tanto no ato de escolher algo para presentear, quanto no de receber.

Qual foi o melhor presente que você se deu esse ano? Pense também em você, no que tem dado a si mesmo para proporcionar prazer e trazer alegria a sua vida, afinal, só podemos dar ao outro se temos algo para oferecer. Aprecie as pequenas dádivas que a vida oferece todos dias. Que possamos apreciar o “presente” da vida para que as boas surpresas não passem despercebidas!

Para continuar refletindo sobre o tema

Numerologia ajuda a escolher presente ideal

É obrigatório dar presentes de natal?

Numerologia sugere presentes para seu amor

Olá, essa matéria foi útil para você?
Simone Rosa de Moraes

Simone Rosa de Moraes

Psicóloga Clínica e Facilitadora de Constelação Familiar. Trabalha com atendimentos individuais, de casais e em grupo, ministra palestras e workshop, entre eles o "Encontrando a Prosperidade Financeira". Email sirodemoraes@gmail.com Saiba mais