Equipe Personare

A felicidade que vem da consciência

Aprendizado pode ser ferramenta para encarar a vida de modo diferente

Aprendizado pode ser ferramenta para encarar a vida de modo diferente

A felicidade que vem da consciência

Em um mundo onde a pressa é encontrada na maioria das atividades que as pessoas realizam, a busca pela consciência pode modificar a forma como você lida com a rotina e trazer mais felicidade para sua vida. De acordo com a filósofa e especialista em planejamento de carreira, Dulce Magalhães, aprender algo novo afeta e altera as memórias de cada um ou a forma de arquivá-las. Dessa forma, o aprendizado é uma importante ferramenta que pode mudar a maneira de ver e perceber os acontecimentos.

Ao buscar o autoconhecimento, é importante levar em consideração a forma como você interage com o ambiente em que vive, seu histórico de vida e a capacidade de saber lidar com o imprevisto. Nesse processo, a intuição deve ser aproveitada e expandida em cada etapa. “A maturidade da consciência é um processo contínuo e as etapas se repetem como círculos de uma espiral: vivemos a experiência, aprendemos com o processo, vivemos novas experiências através dessas aprendizagens e aprendemos mais coisas novas. Isso nos permite entender cada vez mais nossa realidade, até conseguir chegar aos aspectos transcendentes, como o bom uso da intuição, por exemplo”, explica a filósofa.

Já para a especialista em Biosinergia, Janete Duprat, a consciência de que todos são manifestações divinas permite que as pessoas entrem em contato com o sagrado dentro de si mesmas e utilizem seu poder pessoal. Para isso, é preciso estabelecer uma rotina saudável de vida e incorporar hábitos sadios. “Para buscar o sagrado, podemos utilizar ferramentas que nos convoquem a uma dimensão maior, como contemplação e meditação. A rigor tudo é sagrado, mas o silêncio ainda é a maior manifestação”, compara Jane.

Vale lembrar que o fluxo de energia no organismo também pode ajudar desenvolver a consciência e gerar felicidade. Assim, é interessante deixar as boas vibrações fluirem através de atividades físicas, relacionamentos afetivos, relação positiva com pessoas próximas, aprendizagem e experiência. “Por meio de perguntas e reflexões sobre um determinado aspecto podemos compreender quais desafios estamos vivendo naquele momento de nossas vidas e como fazer para superá-lo. E as boas energias podem ajudar nesse processo,já que são estimulantes e revitalizantes, trazendo um senso especial de bem-estar”, ensina Dulce Magalhães.

Dulce Magalhães e Janete Duprat foram palestrantes no VII Congresso Transpessoal Internacional Alubrat de Felicidade Autêntica e falaram sobre os temas “Cartografia da Consciência e a Felicidade” e “Uma Hermenêutica para o Cotidiano”, respectivamente. O evento foi realizado de 4 a 7 de setembro, em Águas de Lindoia (SP).

Olá, essa matéria foi útil para você?
Equipe Personare

Equipe Personare

Nós, da equipe Personare, também estamos em um processo constante de conhecimento sobre nós mesmos, sobre o mundo e sobre as relações humanas. Saiba mais