Vitor Avanti
Por Vitor AvantiLeia em 2 min.13/07/2015 

6 cortes de cabelos curtos

Conheça os tipos mais pedidos nos salões e inspire-se para cortar

Se você sempre teve vontade de cortar o cabelo curto, mas falta coragem para isso, ou já tem os fios curtinhos, mas pensa em mudar de novo, a época não poderia ser melhor! Os cortes curtos estão com tudo, fazendo a cabeça de celebridades e moças mais modernas por aí afora. Além de versáteis, já que ficam ótimos em qualquer idade, os curtos são muito práticos, pois precisam de uma quantidade bem menor de produtos e podem ser arrumados em pouquíssimo tempo. A elegância não fica atrás – é impossível não atrair olhares ao desfilar um corte curto!


O pixie da atriz norte-americana Michelle Williams (Imagem: Divulgação)

Ainda que um cabelo curto combine com a maioria dos formatos de rosto – triangular, redondo, oval e quadrado -, o cabeleireiro precisará ter sensibilidade para disfarçar ou acentuar áreas do rosto, se for preciso. Para quem tem pouco cabelo, o corte não pode ser muito desfiado, pois diminui demais o volume. Já os fios ondulados e mais armados podem ser cortados a seco, para que o profissional tenha uma visão de como o cabelo ficará ao natural. Essa técnica de corte vale para os crespos também, já que vai revelando a moldura do cabelo.

O corte da atriz Ginnifer Goodwin é um exemplo de alfaiataria, com acabamento impecável na nuca (Imagem: Divulgação)

Entre cortes curtos e médios, existem seis que são mais pedidos nos salões: pixie, bob assimétrico, alfaiataria, chanel desfiado, chanel clássico e long bob. Todos eles podem ter franja, apenas com cuidado em relação ao tamanho da testa e ao redemoinho que os fios podem formar – ao cortar, o profissional pode não perceber, mas depois de seco, o cabelo tende a encurtar. Um alerta: madeixas curtas requerem um pouco mais de manutenção, pois saem mais rápido do corte. O ideal é ir ao salão uma vez por mês.


A modelo Karlie Kloss optou por um chanel desfiado (Imagem: Divulgação)

Quanto à cor, os reflexos ou mechas nos fios muito curtos podem ficar com um aspecto “zebrado”, pois ficam mais evidentes. Uma cor monocromática deixa a aparência mais bonita, mas se os fios forem um pouco mais longos, pode haver exceção na parte do topo – um exemplo é o ombré hair em cortes pouco acima dos ombros, com reflexos da metade para cima e um só tom da metade para baixo.

Esse penteado transformou o corte da atriz Sheron Menezzes em um bob assimétrico (Imagem: Divulgação)

Um dos aproveitamentos mais divertidos do cabelo curto é o uso de produtos. Se for bem curtinho, é legal usar cera para modelar o corte, indo do mais arrumado, próprio para o dia, ao mais fashion, bagunçado, melhor para a noite. Com o corte chanel ou mesmo o long bob é possível brincar mais um pouco, usando cera e spray para fazer um penteado assimétrico – basta prender só um dos lados.

O chanel clássico é ideal para mulheres mais maduras (Imagem: Dollar Photo Club)

Além disso, como o corte curto destaca mais o rosto, a mulher pode se enfeitar mais, seja com maquiagem ou com assessórios. A mulher hoje em dia está mais independente do que nunca, portanto ficará linda com cabelos curtos. O que fará diferença é o estilo desse curto: mais moderno ou mais tradicional.

O long bob de Elizabeth Olsen é indicado para todos os tipos de cabelo. A atriz ainda optou pela tintura ombré hair, com raiz escura e pontas claras (Imagem: Divulgação)
Vitor Avanti

Vitor Avanti

Vitor Avanti é especializado em tendências de corte e cor, pelas academias europeias Toni&Guy e Vidal Sassoon, e viaja de duas a quatro vezes por ano para se atualizar sobre tendências na área.