Carregando pagina

Beleza > Estética

Vivendo o intervalo entre químicas

Dicas ajudam a cuidar dos cabelos entre uma sessão e outra

 

Diversos especialistas afirmam que os cabelos nunca mais serão os mesmos depois de um processo químico. Apesar da informação assustar, é possível prevenir os efeitos maléficos que alisamentos, escovas e tinturas podem causar nas estruturas dos fios. Como estes procedimentos precisam ser repetidos periodicamente, adotar alguns cuidados nos intervalos entre as químicas pode fazer diferença na saúde das madeixas.

"Todo processo químico altera a estrutura natural da fibra capilar, de forma mais ou menos intensa. Por isso que o tratamento de cabelos quimicamente tratados deve ser feito com produtos voltados para este fim. O importante é reconstruir os fios, deixando-os preparados para procedimentos futuros. Além disso, consulte um especialista antes de uma nova aplicação. Com base na textura, elasticidade, porosidade, resistência e densidade dos fios, esse profissional definirá o intervalo necessário para a próxima química", explica o hair designer Mauricio Morelli.

Como a química age nos fios

Para dar resultado, qualquer química precisa penetrar na fibra capilar. Por este motivo, o procedimento abre as camadas de cutícula - responsáveis por proteger a parte interna da fibra - para que o produto aja nos fios. Esta ação danifica os cabelos, que precisam repor a umidade e os nutrientes o processo químico retirou, selando as cutículas novamente.

"Sempre que reconstruímos o que foi danificado nas madeixas, conseguimos manter os cabelos quimicamente tratados com aparência de fios saudáveis, como os naturais. Reconstruções capilares e tratamentos pós-química, feitos com produtos para este fim, são essenciais para manutenção", ensina Morelli.

Manutenção capilar

  • Cabelos descoloridos: após aplicação de cada tintura é importante fazer tratamentos semanais, com produtos de reconstrução capilar. Este tipo de creme repõe os nutrientes e dá mais nutrição, força e umidade aos cabelos. Se você descoloriu os cabelos e não gostou do resultado, evite usar outro tonalizante em seguida. "O tonalizante é mais suave que a coloração e pode escurecer o tom já aplicado, gerando mais insatisfação e dificultando a reversão do processo", explica Morelli.
  • Cabelos alisados: depois de fazer o procedimento, é importante cauterizar a fibra capilar e fazer hidratações semanais para reposição de umidade e nutrientes nos fios. Podem ser usados produtos para cabelos quimicamente tratados, que oferecem mais resistência e elasticidade aos cabelos.
  • Cabelos com escova: antes de expor seus fios ao calor do secador ou da chapinha, aposte nos cremes termoprotetores, que impedem a ação maléfica dos aparelhos nos cabelos.

Vale lembrar que quando não recebe cuidados pós tratamento químico, o fio perde nutrientes e afina a cada procedimento. Com o tempo, isso pode acarretar em queda e ressecamento excessivos, além da perda de brilho, elasticidade e resistência.

"Toda reconstrução capilar possui uma durabilidade e deve ser feita com frequência. Conforme os fios são lavados, o resultado do tratamento também é retirado. Abusar das químicas sem investir nesses cuidados é o caminho mais rápido para uma fibra danificada de maneira irreversível", alerta o especialista.

Lavagem

A maneira de lavar pode favorecer a saúde dos fios com química. Segundo o especialista, cabelo e couro cabeludo devem ser higienizados de uma maneira suave. "Na aplicação do shampoo, tenha cuidado ao esfregar a cabeça para que as unhas não criem ferimentos na pele. Esse hábito também ajuda a não embaraçar muito os fios, que podem quebrar na hora de pentear", ensina o hair designer.

Disfarce nos intervalos entre químicas

Enquanto ainda não chegou a hora de refazer a escova ou o alisamento, é possível disfarçar o crescimento da raiz com alguns penteados. "Tranças e tiaras podem ser uma boa escolha. Os coques também ajudam a disfarçar a textura dos fios", lembra o hair designer.

Quem está com a raiz de uma cor diferente do comprimento dos fios, pode fazer cachos nos fios. O especialista acredita que este disfarça as imperfeições e suaviza as diferenças de nuances.

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Equipe Personare

Nós, da equipe Personare, também estamos em um processo constante de conhecimento sobre nós mesmos, sobre o mundo e sobre as relações humanas. Saiba mais »

contato: conteudo@personare.com.br
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS