Carregando
PUBLICIDADE

Você > Autoconhecimento

Touro e os prazeres sensoriais

Entenda características do signo analisando dois taurinos típicos

Por: Alexey Dodsworth

 

"Um velho calção de banho, um dia pra vadiar

Um mar que não tem tamanho e um arco-íris no ar

Depois na praça Caymmi sentir preguiça no corpo

E numa esteira de vime beber uma água de côco..."

Quando Toquinho e Vinicius escreveram esta que é uma das mais famosas canções brasileiras, talvez não soubessem, mas estavam escrevendo uma perfeita síntese do que é ser um taurino típico: alguém profundamente mergulhado nos aspectos sensoriais da vida, um apreciador do prazer corporal.

Notem que esta letra também é uma singela homenagem ao grande compositor Dorival Caymmi, ele mesmo um taurino clássico. No livro "O Mar e O Tempo", a escritora Stela Caymmi expõe os dados de nascimento de seu avô: 30 de abril de 1914, às 22h50, em Salvador, Bahia. Caymmi, além de taurino, tinha Vênus - clássico regente deste signo - no próprio signo de Touro, o que reforça suas características. Afinado com o lado artístico da existência, o taurino típico é um indivíduo capaz de se sintonizar com tudo de bom que a vida tem pra oferecer, num sentido sensorial. Aprecia os prazeres e tudo aquilo que os cinco sentidos podem captar: a beleza da natureza, boa música, boa comida... Sensual ao extremo, o nativo típico do signo de Touro explora esta sensualidade em diversas vertentes. No caso de Caymmi, isso se evidencia em suas músicas, que demonstram grande influência da cultura africana.

Touro rege a garganta e a voz, e não é de se estranhar que os nativos típicos deste signo (assim como pessoas com Ascendente ou Lua em Touro) possuam uma bela voz. Caymmi cantou desde menino, começando num coral da igreja. E, assim, foi crescendo a sua vontade de cantar. Com Ascendente em Capricórnio, que aumenta os traços de Elemento Terra em seu mapa, assim como com a Lua no signo de Câncer, Caymmi podia ser caracterizado como um tipo introvertido, predominantemente sensorial, que apreciava compor sobre o amor que sentia por sua terra, compor sobre a saudade, evocando imagens, sensações e os prazeres de uma vida tranquila. Só os nomes de suas músicas já revelam os poderosos traços taurinos (e cancerianos) em Caymmi: o grande sucesso "O que é que a baiana tem?", cantado por Carmem Miranda; a forte ligação com as qualidades do Elemento Terra se revelam em suas canções "Samba da minha terra", "Saudade da Bahia", entre outras.

Caymmi recorrentemente demonstrava seu interesse por comida e pelos prazeres terrenos em canções que falavam sobre as delicias dos temperos da Bahia, sobre a ginga das mulatas. A regência de Vênus lhe concedeu um bom gosto tão intenso e uma afinidade artística tão poderosa que mesmo Caetano Veloso chegou a declarar: "tenho 400 composições, Caymmi tem 70. Mas Caymmi fez 70 composições perfeitas, e eu não!".

Amor pela arte e afinidade com a beleza

Touro é um signo tão presente em pessoas que trabalham a arte, que não é de surpreender que Barbara Streisand tenha nascido no dia 24 de abril de 1942, às 5h10m, em Nova Iorque. Também ela uma taurina típica, tem Sol, Mercúrio e Saturno em Touro, e Vênus regente em posição de exaltação no signo de Peixes. Mais "elétrica" do que Caymmi por conta da presença de Elemento Fogo em seu mapa (Ascendente em Áries e Lua em Leão), mas, ainda assim, uma taurina intensa, de voz poderosa, carismática e fortemente ligada aos aspectos sensoriais e sensuais da vida. Dotada de enorme presença de palco por conta da Lua leonina, Barbara também se revelou ao longo da vida como uma atriz fabulosa (chegando a ganhar 2 Oscar), alguém que se sente perfeitamente à vontade como uma das rainhas no mundo das artes.

A afinidade de Barbara Streisand com o mundo das artes é, como já foi dito, clássica naqueles que são regidos por Vênus. A diferença em relação a Caymmi, em termos astrológicos, deriva do fato de Barbara ser mais "fogosa" e, portanto, inquieta. Já Caymmi, mais "terroso", apreciava a calma e a tranquilidade.

Barbara é uma das poucas mulheres do meio artístico internacional a conquistar várias premiações em vertentes diferentes da arte, revelando-se assim uma filha de Vênus, deusa das artes. Trazendo consigo o pioneirismo e a extrema independência de Áries Ascendente, Barbara foi também a primeira mulher na história a, ao mesmo tempo, escrever, interpretar, dirigir e produzir uma obra: o filme "Yentl", em 1983.

Sejam mais calmos (como Caymmi) ou mais ativos (como Barbara Streisand), o fato é que os taurinos típicos possuem grande afinidade com a beleza da vida e do mundo. E mesmo aqueles taurinos cujos mapas astrais possuem características que os tornam mais extrovertidos, o que a maioria quer é, como diz a música de Toquinho e Vinicius:

"Depois sentir o arrepio do vento que a noite traz

E o diz-que-diz-que macio que brota dos coqueirais

E nos espaços serenos, sem ontem nem amanhã

Dormir nos braços morenos da lua de Itapoã"

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Alexey Dodsworth

Consultor da UNESCO no Brasil e mestre em Filosofia e Ética pela USP. Astrólogo há mais de 20 anos, autor de livros do gênero e também das análises de Astrologia, Tarô e Runas do Personare. Saiba mais »

contato: alexey-revista@personare.com.br
  • e-mail
  • Imprimir

MATÉRIAS RELACIONADAS

E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS

NEWSLETTER

GRATIS
minimize close
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA A NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS