Carregando pagina

Amor > Relacionamento

Relacionamentos e o céu do momento

Estado celeste atual pode refletir na forma como nos relacionamos

 

Quando compreendemos que fazemos parte de um coletivo, de uma época, e que somos produtos desse momento, fica mais fácil nos situarmos em nossos caminhos de vida e decisões pessoais. Ao olharmos para o céu, encontramos uma simbologia que retrata as circunstâncias atuais e nos ajuda a nos preparar melhor para o que vem por aí.

Atualmente, o céu encontra-se bastante tenso, em um momento que assinala um novo ciclo nas constantes transformações das relações humanas. Hoje conversaremos, especificamente, sobre os relacionamentos íntimos e amorosos.

Para começar, que contexto celeste é esse?

Plutão, o senhor da transformação, depuração, controle e desapego, encontra-se no signo de Capricórnio, que representa a nossa atuação no mundo, a ambição, o status e as convenções. Ele vem recebendo um aspecto tenso (não exato) de Saturno, localizado hoje no signo de Libra. Saturno fala de limitação, conservação, estruturação e restrição, e Libra é o signo das relações interpessoais, equilíbrio, harmonização, consideração, mas também está ligado à superficialidade e ao mundo das aparências.

Urano entra agora nesse contexto formando aspectos tensos com Plutão e Saturno. Urano é um planeta que traz como características o libertar, romper, despertar, buscar no novo, a imprevisibilidade e a rebeldia, e o signo de Áries no qual ele se encontra fala do impulso, do eu, da vontade própria, do egoísmo e da auto-afirmação da vontade.

No que isso resulta?

Para começar, Urano em Áries desperta o individualismo. Se reprimir, explode, quebra, some. Já o Saturno em Libra simboliza a necessidade pessoal de preservação e manutenção das relações existentes, muitas vezes simplesmente motivadas por manter as aparências.

  • Rompantes X Paz: a irritação com as ações do outro, falta de tolerância, sensação de "não aguentar mais" versus a paz muitas vezes a qualquer preço, colocando panos quentes em questões importantes e evitando discussões necessárias para melhorar a relação. Também pode se manifestar como um dos parceiros constantemente explodindo por qualquer coisa, e o outro se submetendo e aceitando apenas para evitar um conflito maior.
  • Expressão da Verdade Pessoal X Superficialidade: onde irrompe a necessidade de autoexpressão, de agir conforme manda seu coração e não apenas de acordo com as convenções. Tudo o que está estabelecido apenas como modo de vida, sem uma verdade pessoal como base, estará ameaçado.
  • Aumento do Individualismo X Necessidade de Relacionamento e Colaboração: muitas pessoas podem ser impulsionadas a fazer só o que quiserem e seguir seus impulsos, desconsiderando totalmente (e muitas vezes desrespeitando) os desejos e necessidades emocionais do outro. A ânsia de liberdade estará alta em alguns, ao mesmo tempo em que "o outro lado" cobrará o comprometimento na relação, exigindo parceria e espírito de equipe.

Qual o ensinamento do momento?

É necessário buscar a essência, os valores internos e não os externos, impostos pelo meio social. O posicionamento de Plutão mostra que os valores sociais estão sendo lentamente depurados. Muito do que conhecemos hoje como socialmente adequado ou aceito estará ultrapassado daqui a poucos anos. Estamos naqueles momentos de "gatilho" de mudanças sociais intensas no comportamento da população, onde hábitos estão sendo reavaliados e tabus estão sendo derrubados. Assim, é necessário sempre buscar os valores essenciais. Só encontrará ressonância e apoio aquilo que não estiver ancorado no preconceito, dogma e medo.

Quais os desafios?

  • Aprender a conciliar a vontade do "eu" com a vontade do "outro" (a minha liberdade termina onde começa a alheia - fim da convivência com dois pesos e duas medidas).
  • No quesito ceder: aprender a discernir do que é essencial para você daquilo que representa crescimento.

Os relacionamentos são grandes mestres, pois eles sempre mostram, através de espelhos, aquilo que precisamos resolver em nós mesmos. Cada um deve buscar descobrir onde está o tênue limite entre evoluir através de uma relação ou descaracterizar-se através dela. Esta é uma verdade muito pessoal e íntima, a medida está em cada um. É necessário conhecer-se bem e ter um bom senso de auto-crítica para poder fazer esse tipo de avaliação nas situações em que nossos desejos e vontades são confrontados. Você deve se perguntar: O que em mim é essencial? O que penso que é essencial, mas é apenas um apego a um modelo do eu? O que deve ser trabalhado para que eu evolua como ser humano? Apenas você pode responder isso, olhando para si.

Em resumo, temos as seguintes situações conflitantes:

  • Individualidade e rompantes exacerbados.
  • Tentativa a todo custo de evitar um embate - resultando em paz e estabilidade impostas.
  • Estruturas sociais vigentes caminhando para um nível máximo de petrificação, antes de finalmente ruírem, serem descascadas e sua estrutura profundamente modificada.

Quais as tendências?

Antes que o essencial se revele, provavelmente haverá uma tentativa de volta aos modelos rígidos e antigos - porém quem ficar só no mundo das aparências sociais e não aceitar a individualidade alheia irá quebrar-se. Quanto aos casamentos e namoros de aparência ou conveniência, será feito um grande esforço para serem preservados, antes de acabarem.

A necessidade de preservação e controle versus o impulso de renovação resultará em rompimentos nas relações, seja pela incapacidade de conciliação ou pela própria percepção do desgaste no relacionamento. Em casos de pressão social, o relacionamento até poderá se manter, mas não resistirá por muito tempo.

Entretanto, as relações que passarem por uma verdadeira depuração e lapidação, tiverem seus conflitos expostos e esclarecidos, e estiverem baseadas em um sentimento verdadeiro, não apenas se manterão, mas passarão a operar em um nível muito superior e gratificante.

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Giane Portal

Estuda Astrologia e Tarot há 16 anos e desde 2006 ministra cursos e palestras. Foi diretora social da Central Nacional de Astrologia e atualmente faz parte do Conselho Deliberativo desta organização. Saiba mais »

contato: gianeportal@gmail.com
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS

Holis é uma empresa do Grupo Personare