Carregando pagina

Você > Espiritualidade

Que tal seguir a sua intuição?

Como tomar decisões a partir do poder pessoal dentro de cada um

 

A intuição tem sido associada frequentemente ao universo feminino. Difícil ouvir dizer que um homem é bastante intuitivo em suas escolhas. Essa habilidade mental de perceber quais são as melhores atitudes e quais serão as possíveis consequências delas tem sido relacionada à mulher desde a Antiguidade, quando as cidades tomavam decisões com base nas advertências do oráculo, isto é, de uma determinada jovem que recebia orientações divinas. Ou então a sábias senhoras que aconselhavam os mais novos a agir de modo prudente evitando problemas maiores. O interessante é perceber que todo mundo tem intuição. Mas para constatar esse fato depende do quanto cada pessoa treina e respeita seu lado intuitivo ao longo da vida.

Imagine-se diante de uma situação bastante complicada. Agora imagine que você toma uma atitude repentina por conta de uma mensagem que parece ter vindo do nada. Essa mensagem acaba por mudar todo o conflito, gerando soluções que ninguém antes havia pensado. Pois bem, esse é um exemplo clássico de como resolver as situações por meio da intuição. Do latim "in tueri" (ver, contemplar), a intuição pode ser definida como um conhecimento das qualidades sensíveis e essenciais dos objetos e das suas relações, sem que haja o raciocínio discursivo para estabelecer uma conexão. É sinônimo de sintonia com os seus desejos e também com o fluxo da vida.

Devido à correria diária do mundo de hoje, você aprendeu desde cedo a respeitar e a venerar o aspecto racional e lógico de si mesma e a rejeitar, por consequência, sua capacidade de intuir sobre o que é melhor para a sua vida. O curioso é que é chamada de "instinto" a capacidade dos animais de compreender o que é melhor para eles, de seguir seus próprios passos de maneira sempre impecável à manutenção da vida. Mas o seu instinto de perceber que a tendência da vida é dar certo acaba sendo soterrado por receios vindos da infância e mesmo do ambiente familiar ou profissional. Esse comportamento retarda a possibilidade de olhar para suas próprias carências e tomar uma atitude positiva frente a isso. Toda decisão que envolve mudança interna deve ser firme. Fique atenta aos seus desejos a partir de agora!

Intuição através dos pensamentos e palavras

Um bastante eficaz é a formulação e a aplicação constante de frases que possuem um propósito específico, geralmente chamadas de afirmações positivas. Por meio delas você acaba proferindo aquilo que instintivamente necessita trazer à sua realidade neste momento, deixando claras as suas intenções e os seus desejos mais profundos. Mãos à obra!

  • Escreva num papel aquilo que você acha que é intuição. Descreva como ela é. Você tem medo dela? Ela funciona? Deixe as ideias fluírem, não coloque sentido. Permita que as palavras saiam livremente.
  • Caso você não confie na sua intuição, escreva também os principais motivos dessa impossibilidade. Qual é o problema?
  • Relate alguma ocorrência em que você optou por determinada atitude e obteve êxito ou se livrou de algum problema maior. Qual foi a sensação?
  • Escreva frases curtas respeitando o tempo verbal presente, como se você já tivesse aquilo que deseja, por exemplo: "a minha intuição é forte e me ajuda a tomar as melhores decisões para minha felicidade e meu sucesso".

Tenha cuidado para não perpetuar palavras negativas como "os problemas não são nada perto do meu poder intuitivo". O correto seria "eu tenho todas as soluções porque ouço claramente a minha voz interior". Pode parecer estranho, mas evitar palavras pesadas e escolher apenas frases fortes, de efeito nítido, é uma maneira de reeducar a sua capacidade de verbalizar suas vontades e desenvolver conscientemente suas percepções intuitivas. Deixar de lado termos negativos não é fugir dos problemas, mas estabelecer um contato cordial com a sua voz interior.

Pronunciar em voz alta as afirmações construídas intuitivamente ao longo do tempo é uma maneira de reconhecer o quanto você se empenha para que haja resultados promissores. Exercitar a capacidade intuitiva de tomar decisões depende da confiança nas orientações que surgem em sua mente diante de determinadas circunstâncias."Exercitar a capacidade intuitiva de tomar decisões depende da confiança nas orientações que surgem em sua mente diante de determinadas circunstâncias."

É possível se tornar um canal intuitivo, pois assim você acaba tendo a consciência de que suas palavras são um veículo para expressar a criatividade e garantir o melhor que vida pode lhe oferecer. À medida que você aprende a agir segundo os seus mais profundos sentimentos, todos os bloqueios acabam desaparecendo com o passar do tempo. As crenças e os padrões emocionais do passado são trazidos à luz para que você os administre com plena consciência.

Administrando a intuição daqui pra frente

Aprender a ouvir e a seguir sua própria intuição começa praticando uma verificação interna com certa regularidade. Isso significa tomar um minuto do dia, sempre que possível, e relaxar. Sim, relaxar o corpo e a mente é uma medida de acesso aos seus sentimentos e sensações mais profundos. Cultive o hábito de conversar com você como se estivesse na frente de um espelho. Vença a vergonha! O que realmente importa agora é habituar-se a pedir orientação quando for preciso.

Um diálogo interno, exigindo que a vida lhe coloque no melhor caminho de toda e cada situação, pode surtir efeitos imediatos: as respostas aparecem na forma de imagens, palavras, sentimentos ou situações diferentes que levam você exatamente ao que precisa saber. A intuição nada mais é do que aperfeiçoar as suas decisões com base também nas emoções e nas sensações. Não é tornar-se emotiva ou dramática frente às atitudes que a vida lhe cobra. Pelo contrário, é uma medida séria que ajuda a tonificar seu equilíbrio pessoal.

É percebendo que há a necessidade de cultivar a serenidade diante de tantas adversidades cotidianas que você acaba aguçando o modo de perceber a sua voz interior, que nada mais é do que a mulher dentro de você, sábia forte e imbatível, que sempre lhe leva pelo melhor caminho. Respeite esse contato e mantenha a intuição em dia. A vida pode ser ainda mais prazerosa e organizada se você mantiver uma relação cada vez mais firme com você mesma. Experimente!

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Leo Chioda

É escritor e tarólogo. Dedica-se a palestras sobre Tarot, pesquisas históricas e prática da leitura das cartas. É também autor da análise de Tarot Mensal do Personare. Saiba mais »

contato: chiodatarot@gmail.com
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS