Carregando pagina

Carreira e Dinheiro > Vida Profissional

Quatro perguntas contra o estresse

Aprenda maneiras simples de solucionar problemas e ganhe bem-estar

 

Atualmente, com a maioria das pessoas passando tempo demais envolvidas com a carreira, preparar-se para vencer as preocupações profissionais pode "liberar" a mente de muitos aborrecimentos e proporcionar um aumento significativo de qualidade de vida. No capítulo cinco do best seller "Como evitar preocupações e começar a viver", o autor Dale Carnegie destaca a experiência bem-sucedida de Leon Shimkin. Antigo Sócio da editora americana Simon Shuster, Shimkin queixava-se de ter passado quinze anos desperdiçando quase a metade de cada dia de trabalho discutindo problemas: "Quando chegava a noite, sentia-me completamente exausto", dizia.

De tanto se estressar, o empresário criou um plano simples que o fez eliminar três quartos do tempo gasto com problemas da equipe. "Adotei uma nova norma: qualquer pessoa que queira me apresentar um problema deve, antes, preparar e entregar um memorando que responda a quatro perguntas básicas". Segundo Dale, os questionamentos que devem ser respondidos são:

  • 1Qual é o problema?
  • 2Qual a causa do problema?
  • 3Quais são todas as soluções possíveis para o problema?
  • 4Que solução você sugere?

Cada pessoa, quando chegava à sua sala para relatar uma dificuldade, deveria retornar com as quatro perguntas respondidas por escrito, para que então eles pudessem discutir os fatos e não somente opiniões. A partir disso, algo inesperado ocorreu: "Agora raramente os meus companheiros me procuram para discutir os seus problemas. Afinal, eles descobriram que, a fim de poder responder a essas quatro perguntas, precisam reunir todos os fatos e analisar os seus problemas sob todos os aspectos. Depois que isso é feito, as pessoas vêem que, em três quartos dos casos, não precisam me consultar para nada, pois a solução adequada salta à vista como uma fatia de pão de uma torradeira elétrica. Mesmo nos casos em que a consulta é necessária, a discussão exige apenas um terço do tempo gasto anteriormente", afirma.

Chega de apagar incêndios

Com essa nova tática, toda a equipe passou a adotar uma atitude mais voltada para as ações, deixando de lado a tendência para as discussões. Sair do debate em direção à ação é o primeiro passo para atingir novos resultados nos negócios. Um dos maiores obstáculos, no entanto, para chefes que precisam reduzir o tempo gasto "apagando incêndios" é a necessidade de ser a "Pessoa-Resposta".

Muitos acreditam que precisam estar diretamente envolvidos em tudo, revelando tanto a dificuldade em delegar quanto a de confiar nas pessoas, em sua preparação e nas responsabilidades atribuídas. Se você como líder passa a maior parte dos seus dias "apagando incêndios", muitos dos quais repetidos, fique atento! Não ser capaz de delegar e fazer com que as pessoas cheguem às suas próprias soluções pode drenar toda sua energia, aumentando o estresse e colocando sua saúde em risco, sem contar os danos à sua imagem e ao seu exemplo como líder.

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Carla Panisset

É Coach e Instrutora de Treinamentos pela Scala Coach. Já orientou mais de 400 pessoas para aperfeiçoamento de liderança pessoal, apresentações profissionais, comunicação e relacionamento na empresa. Saiba mais »

contato: carla@scalacoach.com.br
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS

Holis é uma empresa do Grupo Personare