Qual o significado dos planetas no mapa astral?

Descubra as principais forças e lições de cada um no Mapa Astral

Na Astrologia, os planetas têm muito a nos ensinar. Mas para trazer esse conhecimento para nossas vidas, precisamos entender quais qualidades dos seres humanos são simbolizadas por cada planeta. Você conhece os significados dos planetas no Mapa Astral?

Maria Eugência de Castro, uma das maiores astrólogas do Brasil, explica no vídeo a seguir as principais forças e lições de cada um. Mas você também encontra a explicação de cada significado dos planetas no Mapa Astral no texto abaixo.

O significado dos planetas no Mapa Astral

SOL NO MAPA ASTRAL

O Sol no Mapa Astral Representa a nobreza de caráter, sendo talvez uma das maiores qualidades do ser humano. Quem usa bem o Sol e tem bastante da qualidade solar é uma pessoa nobre. É alguém que nunca põe o outro para baixo, respeita o outro do jeito que ele. Assim, trata todos da mesma forma.

LUA NO MAPA ASTRAL

No Mapa Astral, a Lua é o planeta da emoção e da sensibilidade, que chamamos de “inteligência da alma”. É um tipo de inteligência que está muito requisitada nas empresas. Uma pessoa que tem esse tipo de inteligência é criativo, prestativo e participativo, sente o ambiente e vê o que aquilo vai dar.

MERCÚRIO NO MAPA ASTRAL

Mercúrio é o planeta número 1 da mutação. No Mapa Astral, representa a nossa “mente concreta”. Essa é a mente do aprendiz, daquele que nós somos eternamente. Cada vez que aprendemos algo, nós mudamos, pois temos que achar espaço para guardar isso. 

Por exemplo, às vezes a pessoa chega e diz que está com um problema com a mãe ou com a prima. O mercuriano, então, responde: “experimente tratá-la diferente, experimente partir para um elogio”. Não podemos mudar o mundo, mas podemos nos transformar.

VÊNUS NO MAPA ASTRAL

Dinheiro é uma energia contraditória. E isso está ligado a posição de Vênus no Mapa Astral. Alguns acham que o sonho da vida é ter muito dinheiro para poder comprar tudo. Porém, não se dão conta de que os objetos exteriores poderão não trazer a felicidade que esperam. Muitas há uma contradição pois aquele prazer é ilimitado e não satisfaz já que o dinheiro compra o símbolo, mas não a felicidade.

Vênus também revela como expressamos a afetividade, gostos e tudo aquilo que nos dá prazer.

MARTE NO MAPA ASTRAL

Vontade de evoluir é uma qualidade de Marte. É alguém que possui consciência de que o seu desejo não pode ir contra o dos outros. Não estamos aqui para entrar em briga, mas sim para lutar. É uma luta constante, inclusive de superação e aperfeiçoamento próprios. Então, nos pede para usar nossa energia em um sentido de nos colocar acima e talvez melhorar esse mundo.

JÚPITER NO MAPA ASTRAL

Júpiter rege um dos degraus da inteligência. E é como se fosse uma equação: vontade de aprender, capacidade de assimilar o que aprendeu e sensibilidade para poder usar aquilo. 

SATURNO NO MAPA ASTRAL

No Mapa Astral, Saturno desperta em nós a busca por um nível de excelência. Sabe aquele mestre que dá no máximo nota 7? Então, é Saturno. Ele é muito exigente, mas é ótimo porque faz com que evolua sempre, sendo, assim, uma ambição de melhoria.

Quem tem sucesso em qualquer área tem que ter um grande Saturno. Todos possuem essa capacidade, é uma questão de desenvolver.

URANO NO MAPA ASTRAL

Urano no Mapa Astral é o planeta do impossível que acontece. E ocorre muito mais do que se imagina. O impossível tem data. Então, tudo que nos causa surpresa e espanto é Urano.

NETUNO NO MAPA ASTRAL

Netuno no Mapa Astral rege a sensibilidade superior. Como é o último mestre do zodíaco, indica aquela coisa de perceber o que não apareceu, sentir no ar o que vai vir. É, assim, um sentimento que precisa de muita delicadeza para você perceber um dado que não é mostrado.

Netuno é o mestre do silêncio. Praticando isso, você poderá começar a pensar e chegar a compreensão de muitas coisas. Aprecie, então, tudo o que houve naquele dia e veja sua postura, a postura do outro, o que falhou e o que faltou.

PLUTÃO NO MAPA ASTRAL

Plutão é o despertar interior. É o mestre que rege a passagem, os pontos finais, a vida e a morte. Logo, toda vez que você deixa de ser alguma coisa, Plutão diz: “acabou. Fim!”. O final de tudo representa, assim, não só uma realidade que a gente não gosta de olhar, como também o valor das pessoas. Nos dá, então, a dimensão que todos os que amamos são insubstituíveis. Além disso, provoca outros sentimentos.

 

 

Maria Eugênia de Castro

Maria Eugênia de Castro

É consultora, professora e pesquisadora de Astrologia. Autora de cinco livros, entre eles o best-seller "O Livro dos Signos" e "Astrologia: Uma Novidade de 6000 anos".