Carregando pagina

Saúde

Prós e contras do consumo de café

Saiba quanto e quando beber para não prejudicar sua saúde

 

O café é uma bebida produzida a partir dos grãos torrados do fruto do cafeeiro, sendo originário da África, de um local chamado kaffa. Mas o seu nome curiosamente não veio do local de origem, mas sim de qahwa, que significa "vinho" dada a importância que teve no mundo árabe. O Brasil é o maior produtor atualmente.

Símbolo de hospitalidade e cordialidade, nós, brasileiros, sempre convidamos "para um cafezinho". Por isso, vale a pena entender quais os benefícios e malefícios que esse hábito nos traz.

O café é constituído de água, poucas calorias - uma xícara de 50 ml de café contém duas calorias somente - e principalmente potássio e magnésio. A cafeína, tão conhecida, corresponde a 2,5% de sua composição. A bebida é rica em antioxidantes e melhora a taxa de oxigenação do sangue. Ajuda a aumentar o foco e a concentração, sendo uma boa maneira de começar o dia ou ainda antes da prática de atividade física, pois pode aumentar a produtividade. Estudos em andamento tentam comprovar que o consumo do café previna doenças como depressão, diabetes e a diminuição de uso de drogas ilícitas.

A cafeína chega em menos de 20 minutos às células do corpo após a ingestão da bebida, aumentando a influência do neurotrasmissor dopamina, que é o precursor natural da adrenalina e noradrenalina, estimulantes do sistema nervoso. Em falta, a dopamina pode causar depressão. Em excesso, aceleração e manias.

De olho nos excessos

O excesso do café, considerado acima de quatro xícaras de 50 ml, pode provocar:

  • redução da oxigenação de neurônios
  • ação diurética excessiva (levando à perda de minerais e vitaminas)
  • produção de mais ácido clorídrico(agravando gastrites e úlceras)
  • e pode agravar a ansiedade, tão comum atualmente.

Dicas para consumo:

  • Não ultrapasse quatro xícaras no dia. Se for preciso, estabeleça cotas, como: uma pela manhã, uma no meio da manhã, uma após o almoço e uma no meio da tarde, não ultrapassando 50 ml.
  • Curiosidade: o termo é "espresso" e não "expresso", pois deriva do italiano, que significa "sob pressão".
  • Fique atento aos valores do colesterol, pois o café contém uma substância gordurosa que pode elevar os níveis.
  • Pelo café ser diurético, capriche na ingestão de água para compensar e não haver perdas de minerais.
  • Sugiro não ingerir o café à noite, pois pode provocar insônia em algumas pessoas.Principalmente com o passar dos anos, as pessoas mais velhas ficam mais sensíveis a esses efeitos.
  • Não adoce muito o café. Experimente tomar amargo e apreciar o seu real sabor. Se for utilizar adoçante, pingue gota a gota e não esguiche, pois pode estragar a bebida.

Será que você sabe preparar o café corretamente?

Prepare, preferencialmente com água filtrada, sendo um copo (200 ml) de água para 1 colher de sopa média quase cheia de pó de café. Assim, o café fica no ponto - nem muito fraco ou forte.Importante também é não ferver a água, somente em ponto de borbulha para ela conter maior quantidade de oxigênio e a bebida ficar saborosa.

Receitas para o consumo diferenciado

Experimente colocar raspas de limão. Fica delicioso e sofisticado, excelente para beber após as refeições (além disso, diminui a vontade de comer doce, pois o café preenche as papilas gustativas).

Outra ideia é adicionar uma pitada de canela no café para ficar saboroso, principalmente em dias frios.

Para dias quentes, sugiro um frapê de café: bata no liquidificador: um copo de leite desnatado (melhor fresco), uma xícara de 50 ml de café, uma pitada de canela, uma colher de sobremesa de chocolate em pó, uma gota de baunilha, adoçante ou açúcar a gosto, dois cubos de gelo. Fica delicioso e serve para o café da manhã ou um lanche da tarde. Bom proveito!

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Amanda Regina

Nutricionista especialista em "Personal Diet" e Nutrição ampliada pela Antroposofia. Atua em consultório, escolas e ensinando pessoas a cozinhar de uma maneira mais saudável. Saiba mais »

contato: amandasregina@gmail.com
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS