Carregando pagina

Futuro > Metas

Por que não consigo realizar meus projetos?

As crenças que você nutre podem impedir ou fortalecer suas decisões

 

Muitas pessoas têm grande dificuldade em realizar objetivos, alcançar metas, produzir resultados desejados, satisfatórios e práticos na vida pessoal e profissional. Normalmente essas pessoas ficam frustradas, tristes e até deprimidas e começam a questionar sua capacidade e a se perguntar: "o que há de errado comigo?", "Por que não consigo realizar meus projetos e nem alcançar meus objetivos?".

Muitas são pessoas talentosas, que fizeram diversos cursos, são formadas em curso superior, com pós graduação, MBA, mestrado e até doutorado. Outras pessoas não possuem grande formação, mas usam a falta de estudo como desculpa para não alcançarem sucesso. Elas costumam dizer: "Ah, se eu tivesse concluído uma faculdade...", "Se ao menos eu tivesse uma pós-graduação". "Se eu tivesse nascido numa família rica". "Se eu tivesse nascido num país que oferecesse oportunidades".

Enquanto essas pessoas culpam a falta de escolaridade, culpam o país, e lamentam terem nascido em uma família sem recursos financeiros, outras em condições iguais - ou até piores - prosperam, compram sua casa própria, viajam, casam e seguem em frente com seus projetos.

Quando veem o sucesso das outras, as pessoas que não alcançaram o sucesso podem pensar: "Nossa! Fulano tem muita sorte. Outro dia mesmo estava aqui conversando com a gente, sem um centavo no bolso e agora está de carro novo, comprou uma casa, só vive viajando". E por aí vão as frases de admiração pelo sucesso do outro. Nessa hora, há quem se volte para dentro de si e lamente seu próprio fracasso em conseguir alcançar o sucesso.

Afinal, o que determina o sucesso?

O que essas pessoas não conseguem compreender é que não há nada de errado com elas. Não estão doentes, não precisam fazer mais nem um curso, e talvez nem precisem necessariamente de mestrado ou doutorado. Até porque muita gente possui muitas especializações e continua lamentando a sorte e encontrando dificuldade em realizar seus projetos de vida.

O que então impede essas pessoas de prosperarem? Por que elas não conseguem alcançar suas metas e objetivos? Por que algumas pessoas conseguem tudo, de maneira aparentemente fácil e rápida, enquanto para outras tudo parece impossível?

Não existe resposta fácil para essas perguntas, mas podemos observar alguns padrões, fatores que favorecem o sucesso ou o aparente fracasso.

O poder das crenças

Crenças são profecias autorrealizadoras. Pessoas que, verdadeiramente, acreditam que vão conseguir alguma coisa, colocam uma infinidade de atitudes mentais e emocionais em ação que as favorecem e as impulsionam para a ação em direção da meta e objetivo desejados.

Crenças fortalecedoras ou crenças limitantes criam condições na neurologia, predispondo o corpo para a ação, em conjunto com a crença da qual está se nutrindo. Henry Ford afirmava que "se você acreditar que pode ou se acreditar que não pode, você está certo". Porque quando acreditamos em alguma coisa, aquilo se torna para nós a mais absoluta verdade, e não nos damos permissão para realizar algo que contrarie nossas crenças. As crenças ligam ou desligam o estado emocional favorável à realização daquilo que a pessoa acredita. Crenças são como um software, um programa de computador criado para realizar determinada operação. Quando ativado, esse software permite e orienta a tarefa que o operador do computador está querendo realizar.

Emoção como agente que impulsiona a ação

Emoção é ação de dentro para fora. Emoção também é uma experiência subjetiva, associada à personalidade, ao temperamento e à motivação. O termo emoção provém do Latim emotione, que significa "movimento, comoção, ato de mover".

Creanças promovem estados emocionais congruentes, diretamente relacionados e alinhados com as crenças nutridoras do estado emocional. Quando acreditamos em alguma coisa, criamos o estado emocional que nos levam a agir de acordo com a nossa crença, nosso estado de espírito, nossa consciência. Não podemos fazer alguma coisa em que não acreditamos, e muito menos alguma coisa que contrarie nossas crenças porque não temos "permissão".

Quando agirmos contrariando nossas crenças, nossos valores e nossos princípios, entramos num processo de culpa, autocrítica, autocobrança e autodestruição. Porque não conseguimos agir de dentro para fora (emocionar), contrariando a poderosa muralha formada por esses três guardiões da vida e protetores da existência. Crenças limitantes reduzem o poder da intenção, deixando nossa mente multifocal, com pensamentos contrários à execução das tarefas mais simples que contrariem essas crenças. Como consequência disso, não nos colocamos no estado emocional favorável à ação.

Falta de foco e intenção

Quando fazemos uma coisa com total foco e intenção, duplicamos, triplicamos, potencializamos o resultado. Foco e intenção são poderosas fontes de energia que alimentam nossa ação (emoção). A mente focada e guiada pela intenção é semelhante a um raio laser que tudo alcança, penetra, corta. Muito mais que um raio-x, a mente focada e poderosa é semelhante a um aparelho de ressonância magnética que vê os detalhes do órgão ou parte interna do corpo que está sendo examinada.

Quando temos foco e intenção, entramos num estado de fluir, onde o tempo parece parar, enquanto produzimos como os gênios da humanidade. Entramos no estado mental de Mozart, Shakespeare, Leonardo da Vinci, Einstein. Temos o hábito de ficar extasiados com a obra que saiu da genialidade desses montros sagrados da humanidade. Admiramos sua capacidade, e pensamos que isso não é para nós. O que não sabemos é que todos somos gênios, ou seja, todos podem realizar as mesmas proezas e até superar esses gigantes que transformaram a humanidade.

Mas não conseguiremos chegar a esse estado sem antes transformar nossas crenças limitantes em crenças poderosas. Porque quando acreditamos com toda a força do nosso pensamento, quando temos zero dúvida, nada impede nosso avanço. Somos uma máquina humana de realização. Mas quando temos crenças contrárias bloqueando nossa intenção, não nos damos permissão para avançar. Portanto, avalie suas crenças, seus pensamentos, as frases ocultas que surgem quando você pensa em fazer alguma coisa e comece a trabalhar para transformar suas crenças limitantes em crenças fortalecedoras

O Coaching e a Programação Neurolinguística (PNL) são hoje duas poderosas abordagens que vêm sendo utilizadas para realizar mudanças profundas e transformadoras no nível de crenças e valores que fortaleçam o senso de identidade, promovendo a capacidade das pessoas, levando-as a se darem permissão para atuar com firmeza, determinação e segurança no mundo para alcançarem resultados jamais sonhados, realizar o impossível e a finalmente poderem se libertar e dizer, "Sim. Eu posso. Eu quero. Eu consigo".

Dizem que a caminhada de dez mil quilômetros começa com o primeiro passo. Comece agora a identificar suas crenças limitantes e suas crenças fortalecedoras. Diga sim para aquelas que lhe deixam forte, que criam o estado emocional favorável à realização dos seus projetos de vida. E diga não para as crenças limitantes, que lhe fazem pequeno(a), incapaz, insignificante. Quem sabe o próximo e-mail que receberei será o seu, dizendo: "Obrigado. Eu consegui".

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Claudio Domingos

Trainer internacional e consultor de empresas com mais de vinte e cinco anos de experiência em desenvolvimento de pessoas e formação de líderes em grandes organizações. Especialista em aprendizagem acelerativa. Saiba mais »

contato: claudiodomingos@conexaorh.com.br
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS

Holis é uma empresa do Grupo Personare