Carregando pagina

Família > Filhos

Ofereça toques de carinho

Dicas de massagens para filhos adultos fazerem nos pais

 

Neste natal você pode optar por um presente diferente, de baixo custo e que vai desafiar você a criar um momento inesquecível. Que tal oferecer ao seu pai um toque carinhoso? Seu presente pode ser um creme ou óleo de massagem, acompanhado da sua disposição em aplicá-lo.

O toque é a primeira linguagem que aprendemos, quando ainda nem podemos enxergar com clareza. O bebê nasce, sai do aconchego do útero materno onde há calor, alimento e conforto. Nos primeiros meses de vida é acarinhado, beijado, abraçado por todos que se aproximam. O tempo passa, a criança cresce, e à medida que se torna adulto, se distancia fisicamente das pessoas mais velhas. Só se permite acarinhar crianças - filhos, sobrinhos, netos - ou quando envolvido numa relação afetiva recente. Porém, a necessidade do toque não diminui à medida que se cresce! No aspecto tátil, seremos sempre bebês desejando sermos tocados com carinho. E para que você possa proporcionar isso ao seu pai, algumas dicas podem ajudar:

  • Você pode escolher dar de presente um creme ou um óleo de massagem com odor delicado e consistência agradável. O uso de creme é um hábito mais comum e se seu pai for uma pessoa mais conservadora você deve optar por um. Observe sempre a composição do creme, certifique-se que a base é neutra, não tem componentes de óleo mineral e se possui óleos essenciais ao invés de essências. Estes são os cremes de melhor qualidade.
  • O óleo de massagem, embora menos usual, é muito indicado. Além de auxiliar na tarefa de deslizar, apresenta aromas únicos, promove uma hidratação superior à dos cremes e traz calor à região. A pele massageada com óleo fica muito perfumada e com uma suavidade especial. As mesmas precauções quanto aos componentes indicadas acima devem ser observadas.
  • Escolhido o creme ou óleo, você deve optar por um tipo de massagem que seja adequado a você e ao seu pai, ao ambiente e ao momento. Massagear pés e mãos é uma ótima opção por não exigir um ambiente especial e se você ou seu pai tem alguma dificuldade de situações de muita intimidade. Você pode massagear as mãos dele suavemente enquanto esperam o almoço; pode pedir que tire os sapatos na sala de casa e massagear os pés enquanto conversam; pode massageá-lo sem dificuldade se estiver acamado.
  • Massagear pescoço e costas é muito relaxante! Você pode deslizar suas mãos da coluna para as laterais, do pescoço em direção à lombar e vice e versa; fazer movimentos circulares com as mãos espalmadas; dar suaves pancadinhas; ou deslizar as mãos em sentido contrário: a mão direita de cima para baixo e a esquerda de baixo para cima ao mesmo tempo. Qualquer movimento pode ser muito bom, mas um detalhe importante para o sucesso é a lentidão. Quanto mais você for capaz de fazer movimentos lentos, com diferentes profundidades de toque, mais prazer vai proporcionar a quem recebe.
  • Se seu pai é jovem é usa muito os braços, digitando, por exemplo, massageá-los vai provocar uma sensação deliciosa, desde que não haja dor de qualquer lesão. Se ele estiver sentado, você pode vibrar suavemente os braços a partir das mãos, o que já vai ajudar a relaxá-lo. Em seguida, deslizar do ombro ao punho, com diferentes intensidades de toque. Você pode movimentar delicadamente o braço, sempre apoiando todo o peso dele em suas próprias mãos e terminar a massagem com atenção nos punhos, dobrando delicadamente os dedos e vibrando a mão.
  • O pais mais idosos ou com vida mais sedentária vão se beneficiar muito de uma massagem nas pernas, com movimentos deslizantes, com variações de intensidade e sempre com lentidão. Dobrar cuidadosamente as pernas, sempre respeitando os limites do corpo, vai provocar uma melhora na disposição e fortalecer as pernas. E terminar a massagem nos pés garante um bom relaxamento.

Lembre-se que o mais importante não é oferecer uma massagem profissional, mesmo porque você não está preparado para isso, mas sim o toque de suas mãos. Para que seja uma experiência agradável, no entanto, pergunte sempre a ele se a pressão que você usa é confortável e quanto tempo ele tem disponível. Se por algum motivo seu pai interromper você, não se aborreça! Pode ter certeza que apenas alguns minutos de contato já terão feito uma enorme diferença. Também considere que ele pode querer estender muito a experiência e é você que terá que perceber seus próprios limites. Neste aspecto é importante você observar que a massagem tem que ser agradável para você também! Você deve estar em uma posição confortável e sentir-se tranqüilo para transmitir ao seu pai todo o carinho que o momento exige. Você poderá se lembrar sempre do dia no qual ao presentear você também foi presenteado!

Que tal preparar-se para um Dia do Pais inesquecível?

Esta matéria foi útil para você?

SOBRE O AUTOR

Katia Leite

Com formação universitária em Naturologia, dedica-se a atendimentos individuais e em grupo em São Paulo. Busca nos elementos da natureza os instrumentos que ajudam a manter e recuperar a saúde. Saiba mais »

contato: katiaaj@hotmail.com
  • e-mail
  • Imprimir
E-mail para receber matérias da Revista

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

NOVAS MATÉRIAS A CADA 15 DIAS