Luisa Restelli
Por Luisa RestelliLeia em 2 min.07/02/2017 Atualizado em 02/05/2018

O que você faz quando sente angústia ou vazio?

Entenda qual orientação pode lhe ajudar a ser feliz de verdade

O que você faz quando sente angústia ou vazio?

Você está satisfeito com a vida que está levando? O que gostaria que fosse diferente? Se sente alinhado com quem realmente é? Muitas vezes, vivemos uma vida guiada pelo que achamos que precisamos ser para ter felicidade e nos esquecemos de quem realmente somos e do que realmente nos faz feliz.

Quando esquecemos quem realmente somos, o que nos nutre verdadeiramente e qual o propósito de nossas vidas, a tendência é que surja uma sensação de vazio que precisa ser suprida com mais atividades, distrações, trabalho excessivo e um fazer compulsivo.

Quando esquecemos quem realmente somos, o que nos nutre verdadeiramente e qual o propósito de nossas vidas, a tendência é que surja uma sensação de vazio que precisa ser suprida com mais atividades, distrações, trabalho excessivo e um fazer compulsivo.

Não é raro esse estado chegar a um limite no qual o cansaço vem e a vida perde o sentido. Não existe mais motivo para acordar de manhã e até levantar da cama pode ser um esforço impossível. Nestes casos, o “ser” se perdeu e o “fazer” encontrou a estafa. A ansiedade se abre para a depressão, cansada dessa vida sem propósito.

E agora? O que fazer? Como se encontrar novamente? Você nunca deixou de estar aí dentro, mas esqueceu onde se colocou. Talvez seja preciso um tempo de autoexploração para, então, se reconhecer. Para isso, pense:

  • O que eu amo? O que me faz feliz?
  • Essa é a vida que eu gostaria de estar levando? Se há uma insatisfação ou falta de sentido, procure compreender o que está faltando, qual a vida que você realmente quer?

Não há nada de impossível, mas o primeiro passo é poder identificar qual o novo caminho a seguir. Talvez seja necessário encontrar um meio de poder se conhecer novamente para, então, descobrir por onde quer ir.

Uma vez identificado o caminho, o próximo passo é traçar as metas para chegar lá, sempre lembrando que, para tudo nessa vida, envolve tempo. É preciso respeitar e acolher o tempo das coisas. Um bebê leva 9 meses para ser gestado. Uma semente tem o seu tempo para brotar e também para começar a dar frutos.

Ao nos alinharmos com nossa verdade, nosso propósito e nossa essência, fica mais fácil apreciar o caminho ao invés de ficar ansioso pelo final. Você “é” quando está em conexão consigo mesmo. Assim, a realização externa e interna entram em sintonia e você encontra harmonia e bem-estar em tudo o que faz. Conheça a sua pérola. Cuide-se por completo. Não há como ter uma vida saudável sem cuidar do que é mais importante: você.

Luisa Restelli

Luisa Restelli

Psicóloga e Psicoterapeuta Corporal, com formação em constelação familiar sistêmica. Realiza atendimentos individuais e de casal no RJ e ministra grupos terapêuticos, workshops e palestras pelo Brasil.